Arquivos para a Categoria 'Notícias'Page 3 of 139

Concurso Brasileiro de Cervejas anuncia novas regras para 2016

Comments
1.196 visitas

ConcursoBrasileiroCervejas2

Dentre as principais mudanças está a criação da categoria experimental e do estilo Cerveja Brasileira. Competição terá também mais jurados internacionais.

O Concurso Brasileiro de Cervejas, maior e mais importante competição de cervejas da América do Sul, chega a sua quarta edição em 2016. Desde a primeira edição o crescimento em cervejas inscritas vêm superando expectativas e mudanças no regulamento tem sido fundamentais para acompanhar a evolução do concurso.

As mudanças foram realizadas com base no feedback dos jurados, das cervejarias e também em questões observadas pela própria organização no decorrer destes anos. “Todos os e-mails e sugestões encaminhadas foram analisadas e discutidas exaustivamente para que no final tenhamos a melhor formatação de regulamento para o Concurso Brasileiro de Cervejas de 2016”, comenta Amanda Reitenbach, diretora técnica do concurso.

Dentre as principais alterações está a criação da categoria experimental, destinada a cervejas que ainda não foram lançadas pela cervejaria, porém devidamente registradas no MAPA. Estas cervejas serão avaliadas pelos jurados junto com as outras inscritas no estilo. A premiação do estilo também continuará da mesma forma. “Teremos a The Best of Show que escolhe a melhor cerveja do concurso e o The Best of Show Experimental, entretanto as cervejas inscritas na categoria experimental não serão contabilizadas para a escolha da Melhor Cervejaria”, explica a diretora técnica.

Outra mudança é com relação a premiação da The Best of Show. Neste ano, as cervejarias devem indicar até cinco rótulos inscritos para participar da escolha da melhor cerveja do concurso. Além da indicação, os rótulos precisam ter recebido medalhas de ouro ou prata na avaliação dos jurados.

Outra grande novidade é inclusão do estilo Cerveja Brasileira, criado pela comissão organizadora do concurso. “Buscamos valorizar a grande variedade de ingredientes brasileiros que podem ser adicionados à cerveja”, comenta Amanda.

Além disso, a comissão organizadora destaca outros pontos importantes do novo regulamento como a mudança no número de garrafas enviadas; a obrigatoriedade de identificação em todas as garrafas enviadas para que cerveja inscrita não seja desclassificada; a proibição de inscrição da mesma cerveja em diferentes estilos e a importância de enviar junto com a cerveja condimentos, especiarias, frutas e qualquer outro ingrediente diferenciado utilizado na produção da cerveja, seja em formato de geleia, ou extrato ou outra forma que preserve as características do produto. “Este procedimento é de fundamental importância na análise da cerveja que está sendo julgada, principalmente se ela for avaliada por um jurado internacional”, destaca.

Para avaliar o grande volume de cervejas que devem participar do concurso, a comissão organizadora anuncia também um corpo de jurados maior e com mais participações internacionais. Nesta edição, são 21 convidados internacionais de 16 países. Juízes da Espanha, Bélgica, Coréia do Sul, Estados Unidos, Japão, Itália, México, Chile, Finlândia, Uruguai, Venezuela, Polônia, Inglaterra, França, Holanda, Canadá e Alemanha irão compor as mesas do júri ao lado de 27 brasileiros.

O novo regulamento do VI Concurso Brasileiro de Cervejas já está disponível no site do concurso www.festivaldacerveja.com/concurso. Esclarecimentos e maiores informações no [email protected] .

Lista de jurados

ALEJANDRO BALDENEGRO (Uruguai)

ALEX CAMPANINI (Itália)

ALEXANDRE BAZZO (Brasil)

ALEXANDRE WECKL (Brasil)

ANA CAROLINA ODA (Brasil)

ANA PAULA ALMEIDA (Brasil)

ANA PAULA NOGUEIRA NICOLINO (Brasil)

ANTONIO LUIZ DE ALMEIDA MACEDO (Brasil)

CARL KINS (Bélgica)

CARLOS RUIZ (Venezuela)

DANIEL WOLFF (Brasil)

DANIELA DE CASTRO DEZORDI (Brasil)

DANIELA VALVERDE (Brasil)

ELI COELHO JUNIOR (Brasil)

ELISABETH PIERRE (França)

FABIANA ARREGUY (Brasil)

FERNANDO CAMPOY OSSET (Espanha)

GIL LEBRE ABADE FRANCO (Brasil)

GUSTAVO MIRANDA (Brasil)

HERBERT SCHUMACHER (Brasil)

HUMBERTO FRÖLICH (Brasil)

JAIME OJEDA (Chile)

JAN LICHOTA (Polônia)

JOS BROUWER (Holanda)

JOSHUA OAKES (Canadá)

JUNGHOON YOON (Coreia do Sul)

KÁTIA JORGE (Brasil)

LEONARDO SEWALD (Brasil)

LEONARDO BOTTO (Brasil)

LUC DE RAEDEMAEKER (Bélgica)

MARCO FALCONE (Brasil)

MARCUS VINICIUS DAPPER (Brasil)

MATEO SANZ SANTOS (Espanha)

MAURICIO BELTRAMELLI (Brasil)

PABLO CARVALHO (Brasil)

PATRICK ZANELLO (Brasil)

PATRICK JOHNSON (Reino Unido)

PEKKA KÄÄRIÄINEN (Finlândia)

RICARDO CANABRAVA FRANÇA (Brasil)

RICARDO ANDRES SOLIS IBACACHE (Chile)

RICHARD RODGES (Alemanha)

ROBERTO ALVES DA FONSECA (Brasil)

RODOLFO VARGAS REBELO (Brasil)

RODOLFO MARIO ANDREUS VALDES (México)

SADY HOMRICH (Brasil)

SIMONMATTIA RIVA (Itália)

SUNSHINE KESSLER (Estados Unidos)

THEO FLISSEBAALJE (Holanda)

———————–

48 JURADOS

16 PAÍSES

27 JURADOS BRASILEIROS

21 JURADOS ESTRANGEIROS

Fonte: Science of Beer

ACervA Paulista realiza Festival de Cervejeiros

Comments
718 visitas

Acerva_Paulista_Festival_Cervejeiros

Evento acontece no feriadão da Consciência Negra e programação inclui palestras internacionais, painéis e festa

Com água, malte, lúpulo, fermento, criatividade e uma boa pitada de loucura, eles criam uma infinidade de sabores. Mas se tem um ingrediente que não pode faltar na panela dos cervejeiros caseiros é o conhecimento. Por isso, a ACervA Paulista faz entre os dias 20 e 22 de novembro seu primeiro Festival de Cervejeiros, que tem apoio do Instituto da Cerveja Brasil e da Cervejaria Invicta. Serão dois dias inteiros dedicados ao que os caseiros mais gostam: a troca de informações. E no terceiro dia, uma festa na rua, aberta ao público, com food trucks e cervejarias convidadas.

O festival acontece no Instituto da Cerveja Brasil e vai contar com convidados de peso. O time de palestrantes internacionais conta com Hans Müller (Mestre-cervejeiro e proprietário da Cervejaria Hanscraft & Co, da Alemanha), Pat Fahey (sétima pessoa no mundo a se tornar Mestre Cicerone) e Nathan Zeender (Mestre-cervejeiro e co-fundador da Right Proper Brewing Co, dos Estados Unidos). Já entre os craques nacionais estão Carolina Oda (sommelière), Edu Passareli (especialista em cervejas e cervejeiro caseiro), André Leme Cancegliero (Sócio-proprietário da Cervejaria Urbana), Luís Celso Jr (jornalista, sommelier de cervejas e blogueiro), Marina Pascholati (Cervejeira da Blondine) e Victor Marinho (Cervejeiro caseiro e proprietário da Hophead Brewing Consulting) e Frederico Ming (Cervejaria Capitu).

Os temas são os mais abrangentes. Vão das tais loucuras que os caseiros aprontam com suas panelas ao crescimento do movimento cervejeiro, passando, claro, por questões técnicas do processo de produção da cerveja como fermentação e lupulagem. E a ACervA Paulista reuniu convidados de peso para falar sobre os assuntos.

Qualquer pessoa interessada em saber mais sobre cerveja caseira e o mercado cervejeiro pode participar do Festival de Cervejeiros. As inscrições custam R$ 300 (até o dia 07 de outubro, quando o lote aumenta de valor) e dão direito a assistir a todas as palestras e painéis. A programação promete ser intensa: sexta e sábado, das 9h às 19h. Associados de qualquer ACervA do país têm descontos especiais.

Já no domingo é hora de relaxar. A festa será na Associação Cecília, espaço cultural que abriga eventos diversos, e começa cedo: às 11h. Aberta ao público, a confraternização terá food trucks, cervejarias convidadas e show. Como acontece na rua, também tem hora para acabar: às 19h.

As inscrições podem ser feitas pelo site da ACervA Paulista (http://bit.ly/festival-participe). O Instituto da Cerveja Brasil fica na Avenida das Carinás, 417, em Moema. E a Associação Cecília fica na Rua Vitorino Carmilo, 449, em Santa Cecília.

Confira a programação das palestras:

Off-flavors – Pat Fahey (sétima pessoa no mundo a se tornar Mestre Cicerone, Estados Unidos) Como identificar os principais desvios no sabor da cerveja, as possíveis causas e como evitá-los.

Reinheitsgebot – Hans Müller (Mestre-cervejeiro e proprietário da Cervejaria Hanscraft & Co, Bavaria, Alemanha)

Breve história da Lei da Pureza: riscos, benefícios, criatividade e o futuro da lei. Müller também mostra como opera uma cervejaria na Bavaria que segue a Lei da Pureza.

Fermentação espontânea e láctica – Nathan Zeender (Mestre-cervejeiro e co-fundador da Right Proper Brewing Co, dos Estados Unidos)

Fermentação com Brettanomyces e bactérias de ácido láctico estão abrindo novas e emocionantes fronteiras de sabores. Zeender fala sobre o o uso dos microorganismos que até pouco tempo eram considerados pragas pelas cervejarias.

Lúpulo, lúpulo e mais lúpulo – Leonardo Sewald (Sócio-proprietário da Cervejaria Seasons) Técnicas avançadas de lupulagem. Sewald ensina a criar uma IPA, dá dicas para o aperfeiçoamento no uso do lúpulo e ensina aspectos associados ao seu manuseio.

Loucuras na panela – Humberto Ribeiro (Cervejeiro caseiro e proprietário da cervejaria Jambreiro) e Fred Ming (Cervejeiro caseiro e sócio-proprietário da Cervejaria Capitu) Os cervejeiros que começaram na panela e criaram suas cervejarias fazem uma apresentação sobre uso de ingredientes e técnicas inusitados.

E painéis:

Sour beers no Brasil
O futuro deste estilo que começa a chegar no Brasil e como as sours são recebidas pelo público geral.

Tradição X Inovação
Uma discussão sobre o uso da Lei da Pureza na produção de cervejas no Brasil, seus benefícios e obstáculos e o uso de ingredientes inovadores.

Movimento cervejeiro
Movimento cervejeiro no Brasil e no mundo, evolução do mercado, novas tendências, e o que esta revolução implica no consumidor.

Diferenças entre cervejeiros caseiros e profissionais
Uma discussão com cervejeiros caseiros que criaram uma marca e agora produzem em microcervejarias.

Sobre a ACervA Paulista

A ACervA Paulista é uma associação sem fins lucrativos formada por cervejeiros caseiros do Estado de São Paulo. Sua finalidade é promover e incentivar a cultura cervejeira e, especialmente, difundir a fabricação da cerveja caseira. Foi criada em 2007 por um grupo de cinco cervejeiros caseiros que se encontrou virtualmente num grupo de discussão sobre cerveja artesanal no Orkut. Hoje, conta com cerca de 400 associados em todo o estado e é responsável, com as outras 16 ACervAs estaduais, de expandir a cultura de produção caseira.

Contato e Informações
Larissa Paschoal
Comunicação e Assessoria – ACervA Paulista
[email protected]
(11) 999.834.474 / 3637.4564
acervapaulista.com.br

Oktoberfest de Blumenau: Nova patrocinadora, Eisenbahn quer trazer de volta antigas tradições da festa

Comments
588 visitas

Eisenbahn_Biergarten_3

Marca de cerveja da Brasil Kirin apresenta as novidades para a 32ª edição da festa, dando prioridade à cultura alemã

Blumenau, setembro de 2015 – A Eisenbahn, patrocinadora oficial da Oktoberfest 2015, está pronta para celebrar a tradição das colônias germânicas em Blumenau. Para esta edição, a marca preparou um verdadeiro resgate das tradições alemãs, que podem ser observadas em todos os espaços da festa. Um detalhe fascinante está no cenário: foi montada uma vila germânica real, com direito aos famosos jardins cervejeiros (biergartens), cujas mesas comunitárias devem reunir centenas de pessoas para comer, tomar cerveja e ouvir música.

Entre os outros destaques estão a construção de um pavilhão novíssimo para a cidade de Blumenau, a chegada do restaurante Eisenbahn Bierhaus, a história da saga da cerveja, as ações de consumo responsável e etc. Outro trunfo da marca para este ano se dá justamente por meio da inovação. Pela primeira vez na história da Oktoberfest, os visitantes vão brindar a inauguração da festa com os colegas alemães, diretamente de Munique.

Segundo Douglas Costa, Vice-Presidente de Marketing, a presença da Eisenbahn na Oktoberfest tem gosto de sonho realizado. “É com muito orgulho que patrocinamos o maior evento cervejeiro do país, realizado na cidade onde a marca nasceu. Resgatar a cultura alemã sempre foi o objetivo na produção das nossas cervejas, que seguem rigidamente a Reinheitsgebot, Lei Alemã da Pureza. Temos uma importante missão nessa Oktoberfest e vamos cumpri-la com todo rigor”, ressalta o executivo.

Eisenbahn Biergarten

O Eisenbahn Biergarten é o novo pavilhão do Parque Vila Germânica. Foi construído sob responsabilidade da cervejaria oficial da festa. Localizado em Blumenau, o Eisenbahn Biergarten abriga um dos espaços que sediará a Oktoberfest 2015. Sua construção aconteceu em tempo recorde. Foram apenas 161 dias de muito trabalho, com a colaboração de mais de 170 operários. A obra foi desenvolvida de acordo com as mais modernas técnicas de engenharia e arquitetura em estilo alemão. São quatro mil metros de área útil, divididos em dois pavimentos.

Eisenbahn_Biergarten_2

O pavilhão é multifuncional e apresenta ambientes autônomos e climatizados. No térreo, com mais de dois mil m², há três bares, uma cozinha, sanitários, palco modular e área para mesas. No piso superior, com cerca de mil e duzentos m², há dois camarotes, uma cozinha, sanitários e o Gastrobar Eisenbahn Bierhaus, com capacidade aproximada para 200 pessoas. O pavilhão ficará de legado para a cidade e será utilizado para sediar outros eventos ao longo do ano.

Eisenbahn Bierhaus

A “casa da cerveja”, tradução livre para Bierhaus, localizada no pavimento superior do Eisenbahn Biergarten foi criada para ser um gastrobar tão original quanto a marca Eisenbahn. Ela lembra as antigas estações ferroviárias e estradas de ferro, que deram inspiração a criação da marca (nossa fábrica fica situada a beira de uma antiga linha ferroviária em Blumenau/SC), com diversas referências fabris antigas. O uso de peças em aço e em madeira de demolição, bem como os pilares e vigas aparentes, remetem ao passado. Um tanque cervejeiro com acabamento em cobre, foi instalado interligando à área das chopeiras. Todo esse conjunto arquitetônico remete a uma verdadeira atmosfera alemã, incluindo mesas de madeira comunitárias.

Eisenbahn_Biergarten_1

O restaurante contará com Chopp Eisenbahn (Pilsen, Pale Ale, Dunkel e Weizenbier), com versões de Chopp Sazonais e com uma carta completa de cervejas especiais da Brasil Kirin, com destaque para toda família Eisenbahn, premiada e reconhecida internacionalmente, Baden Baden, Devassa, Kirin Ichiban e Schin. Com opções contemporâneas e releituras de clássicos da cozinha alemã e da região de Blumenau, o cardápio disponível leva o cliente a uma experiência cervejeira harmonizada e única. O espaço será aberto ao público diariamente, inclusive após a Oktoberfest.

A partir desta experiência, a Brasil Kirin desenvolverá um modelo de franquia para a marca Eisenbahn, com o objetivo de multiplicar esse contato direto dos consumidores e apaixonados pelo universo cervejeiro com a marca, aliado sempre à tradição alemã, com inovação de rótulos e receitas cervejeiras e, ao mesmo tempo, oferecendo uma gastronomia contemporânea e rica em sabores. A proposta é oferecer o novo conceito ao mercado a partir de 2016, priorizando as capitais do Sul e Sudeste e selecionando grupos de investidores e operadores para que as parcerias sejam concretizadas Brasil a fora.

A Saga da Cerveja

Para traduzir o sentimento de orgulho e resgatar a tradição da festa alemã, a Eisenbahn criou a “Saga da Cerveja”. O objetivo é demonstrar todo o processo produtivo da bebida, do nascimento até sua chegada ao copo. Essa história foi traduzida de forma lúdica, ao longo dos quatro pavilhões da Oktoberfest. O ‘Pavilhão 3’ apresenta o início de tudo. Por meio do tema “Fazenda” representa o nascimento, o plantio e a colheita. Ao entrar nele, o visitante é transportado imediatamente para um ambiente aconchegante com toda a simplicidade que faz as pessoas relaxarem e curtirem a atmosfera campestre.

Com os ingredientes prontos e colhidos é a hora de uni-los para criar a cerveja. Essa outra etapa pode ser vista no ‘Pavilhão 2’: a Fábrica. Ele representa o espaço onde a cerveja toma forma. É o lado técnico do processo. O local onde se segue a Lei da Pureza Alemã e também onde o mestre cervejeiro faz sua mágica. Já o ‘Pavilhão 1’ representa o transporte da cerveja. Nesse espaço da Estação, o bar é um vagão todo ambientado.

O último estágio dessa história tem um objetivo: alegrar as pessoas. Os famosos biergartens, que são os jardins cervejeiros, possuíam esta finalidade. Em mesas comunitárias, as pessoas se reuniam com amigos para comer, tomar cerveja e ouvir música. Inspirada neles, a Eisenbahn criou o seu próprio Biergarten.

Consumo responsável

Responsabilidade está no DNA da Brasil Kirin. A marca, que entende a importância de sua atuação nesse sentido, programou ações de consumo responsável que serão ativadas durante a Oktoberfest. A primeira delas é inédita: na retirada de cada chope e de cada água Schin, serão entregues medalhas adesivas. O consumidor que juntar quatro medalhas de chope e mais uma medalha de água poderá trocá-las por uma caneca personalizada. Além disso, o tradicional Concurso Nacional de Tomadores de Chope em Metro será realizado com a Schin Zero Álcool, permitindo que até o motorista da rodada participe da brincadeira. A disputa ocorre todas as noites, com exceção do primeiro e último dia (7 e 25 de outubro). As inscrições são gratuitas e tanto Blumenauenses quanto os turistas com mais de 18 anos podem participar. O participante que beber um metro de chope (600 ml), em menos tempo, sem babar e tirar a tulipa da boca, vence a competição. Cada noite haverá três vencedores: primeiro, segundo e terceiro lugar. No último dia da festa, será conhecido o tomador de chope que fez o menor tempo em todos os dias de competição, nos dois naipes, masculino e feminino.

Eisenbahn Salute

No último dia da Oktoberfest em Munich, na Alemanha, a Eisenbahn, organiza uma passagem de bastão oficial entre os dois países: o “Eisenbahn Salute”. O evento acontece no dia 4 de outubro, durante o encerramento da festa Alemã. Na ocasião, blumenauenses e visitantes se reúnem no Eisenbahn Biergarten para um grande brinde virtual com os Alemães. A iniciativa comemora o início da Oktoberfest brasileira, que tem abertura prevista para o dia 7 de outubro.

Para realizar o “Eisenbahn Salute”, representantes da marca viajaram para a Alemanha em busca de informações e de experiências sobre a maior festa cervejeira do mundo. Durante a visita foram levantados hábitos e curiosidades do povo germânico, que serão mostrados durante a passagem do bastão no Brasil. Durante o “Eisenbahn Salute”, haverá a apresentação de quatro bandas locais: Vox 3, Banda Society, Banda do Caneco e Banda Bavária. O evento é aberto ao público, com entrada gratuita.

Rótulos

Durante os 19 dias de festa e celebração das tradições alemãs, os turistas e blumenauenses poderão degustar diversos rótulos das principais cervejas da Brasil Kirin, entre eles: Eisenbahn Pilsen, Eisenbahn Oktoberfest, Eisenbahn 5, Eisenbahn Strong Golden Ale, Eisenbahn Dunkel, Eisenbahn Pale Ale, Eisenbahn Weiss, Baden Baden Cristal, Baden Baden IPA, Baden Baden Red Ale, Baden Baden Weiss e Schin.

Fonte: Ketchum

Salão da Cerveja é adiado e abrirá o calendário cervejeiro de 2016

Comments
1.280 visitas

SalaoDaCerveja_Logo

Após um período de indefinição por conta de divergências com o local anteriormente escolhido, o Salão da Cerveja de Campinas, prometido para outubro deste ano, agora acontecerá em fevereiro de 2016 em datas a serem confirmadas. O evento, já considerado o maior encontro do setor de cervejas artesanais do estado de São Paulo, abrirá o calendário cervejeiro nacional do ano que vem e dos próximos.

O novo local escolhido ainda é segredo, conta Norberto Mette, da Sol Eventos: “Queríamos um outro espaço dentro de Campinas, para manter esse evento na cidade. Demos sorte, porque encontramos outro local ainda mais acessível, no coração de Campinas. Estamos finalizando as tratativas, e logo anunciaremos qual será ele”, diz Mette. Com a mudança, será necessária a elaboração de uma nova planta de expositores, bem como algumas adequações técnicas. Estes detalhes serão apresentados ao público em meados de outubro.

“Estamos bastante animados com a mudança de data e local. Conversamos por telefone com todos os expositores e temos certeza que ofereceremos um espetáculo cervejeiro inesquecível para os paulistas e demais brasileiros”, pontua Cristina Miranda, da equipe de organização. Os integrantes da Sol Eventos, empresa sediada em Blumenau (SC), têm know-how de organização de mais de 10 edições da Oktoberfest, Festival Brasileiro da Cerveja e outros eventos de gastronomia e cerveja.

Cervejarias artesanais: Aprovado na Câmara o regime tributário do Simples

Comments
4.010 visitas

Simples_Aprovado

BRASÍLIA – Acaba de ser aprovada por unanimidade na Câmara a extensão do regime tributário do Supersimples às cervejarias artesanais. Trata-se do primeiro passo para que o setor alcance um mínimo de justiça tributária, já que, hoje, mais de 60% do preço do produto é composto de impostos. Agora, a matéria segue para o Senado, ainda sem previsão para a votação.

Pela primeira vez desde que nasceu, o setor das microcervejarias conseguiu uma união maciça em torno de um objetivo. A entidade responsável por promover essa união é, inegavelmente, a jovem ABRACERVA – Associação Brasileira de Cerveja Artesanal. Por meio da jovem organização cuja nova diretoria tomou posse em março último, foi promovida pela internet uma grande pressão aos deputados, através de e-mails e outros meios eletrônicos.

E foi lindo! Blogueiros compartilharam publicações e estimularam os entusiastas. Cervejeiros doaram barris aos pontos-de-venda. Estes, por sua vez,  também abriram mão dos seus lucros e revenderam sem margem, a fim de arrecadar recursos para as viagens dos diretores da entidade à Brasília para fazer corpo-a-corpo com políticos.

Nunca, em nenhum momento, o termo cerveja artesanal foi tão falado no centro do poder. Agora, não somos mais invisíveis. Neste dia verdadeiramente histórico, a vitória, mesmo parcial, é de TODOS!

Simples_Camara2

Página 3 de 13912345...102030...Última »

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja