Cadastre-se

Paulaner Salvator Hot

Mauricio BeltramelliMauricio Beltramelli  
 
3.8 (323)
45756   0   34  

Avaliações

9 avaliações com 5 estrelas

323 avaliações

 
(9)
 
(265)
 
(45)
 
(4)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
3.8
 
7/10  (323)
 
4/5  (323)
 
15/20  (323)
 
4/5  (323)
 
8/10  (323)
Acesso restrito a usuários registrados. Para continuar registre-se ou .
De volta ao item
9 resultados - mostrando 1 - 5  
1 2  
Ordenar 
 
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
10/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10

Detalhes

Degustada em
27/Abril/2015
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Considera esta avaliação útil? 
(Atualizado: 25 de Junho de 2014)
Avaliação Geral 
 
4.6
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
20/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
10/10

Uma cerveja que agrada dos leigos aos mais exigentes, seu sabor está em perfeita sintonia com o aroma e a coloração, evidenciando malte e torrefação.
Leve amargor, na medida certa, equilibrando notas de caramelo, chocolate e toffee. Espuma baixa, de curta duração.
Surpreendentemente refrescante, é decididamente um clássico que vai te deixar com gostinho de quero mais!

Detalhes

Envasamento
Volume em ml
300 ml
Onde comprou
Pao de Acucar
Considera esta avaliação útil? 
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10

1a, a MELHOR versão Paulaner provada por mim. É com muito prazer que entra como a 300o rótulo degustado e descrito por mim aqui no Brejas.com .

Bom, como disse, essa é a Paulaner que mais gosto! Tento manter sempre uma na geladeira, mas é difícil!!!
A Paulaner é a maior cervejaria de Munique, fundada em 1634, em um monastério. Esta marca foi lançada em 1773, pelo monge Paulaner e cervejeiro Frater Barnabas (Barnabas?!?!). Seu 1o nome era Sankt-Vaters-Bier, sendo chamada posteriormente de Salvator devido a emergência de várias outras cervejas por leigos, nomeada assim para manter sua soberania, a qual era confirmada e declamada pelo rei da época, Rei Ludwig I.

Linda apresentação na tulipa, vertindo um líquido de coloração âmbar escura e turva, cuja espuma bege, de média formação e duração, forma microbolhas de perneio e marca levemente as laterais do vidro. Só seria mais perfeito se servido a moda pressão numa dimpled mug da própria Salvator (meta na oktoberfest).
Aroma bem complexo e rico, com percepção do caramelo, frutas cristalizadas, cerejas, nozes, melaço (mel queimado), com notas bem sutis herbais e algo defumado.
Sabor inicialmente doce de mel, caramelo e frutas cristalizadas, com um corpo entre licoroso e aquoso, apresentando notas de médias de castanha, cerejas e nozes. Final levemente amargo, com notas torradas e amadeiradas. Retrogosto de um leve amargor equilibrado pelo dulçor de caramelo.
Corpo médio, sedoso e aveludado.
O alto teor alcoólico está bem inserido nessa breja sensacional, uma doppelbock primorosa, que confere uma alta e perigosa drinkability (hehehe).
Resumindo: É a melhor Doppelbock que existe. Doppel ducaraio…
Ps.: Pena que sua garrafa tem apenas 330ml em comparação as outras com 500mL. Como diz o ditado: "Nos menores frascos…"

Detalhes

Degustada em
05/Novembro/2013
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Grátis
Preço
Presente
Considera esta avaliação útil? 
Avaliação Geral 
 
4.7
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
20/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
10/10

Além de ser a melhor Paulaner, é a melhor duppel bock.

Praticamente uma cerveja defumada, com molho barbecue.

Pena se cara.

Detalhes

Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Brasil
Preço
14,00
Considera esta avaliação útil? 
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10

Já bebi essa cerveja várias vezes e a cada dia que passa ela me surpreende ainda mais. Já indiquei pra tanta gente também que me acho até suspeito em avaliá-la aqui. O que eu acho legal nela, em geral, é que tudo é bem perceptível. O líquido, por exemplo, fica entre o âmbar e o vermelho, é muito bonito, chamativo e único. Creme bege, denso, de duração média. O aroma explode no nariz, com malte torrado, caramelo, chocolate branco, mel, e talvez muito mais. Há algum indício do álcool também. A pegada no sabor começa doce, lembra o mel do aroma, o caramelo vai tomando conta, sente-se então toffee, o amargor começa a aparecer e com o dulçor compõe chocolate amargo. Por fim, aparece o álcool, mas nada agressivo, e sim para fazer parte da festa. O equilíbrio disso tudo é, na minha opinião, excelente! O final é amargo e ligeiramente alcoólico, pedindo mais um gole para que tudo seja sentido de novo. Aveludada, desliza macia pela boca e nela deixa um belo gosto por vários minutos. Sensacional!

Detalhes

Degustada em
13/Março/2013
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Curitiba
Considera esta avaliação útil? 
9 resultados - mostrando 1 - 5  
1 2  
 

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja
Cadastre-se