Entre com o Facebook
Achel Extra Bruin

Achel Extra Bruin

http://www.brejas.com.br/media/reviews/photos/thumbnail/300x300s/b3/7c/83/_achelbruneextrabottletiny-1331063517.jpg
 
0.0
 
4.0 (2)
1347   1   3
 
Escrever Avaliação

Informações

Álcool (%)
9.5% ABV
Ativa:
Sazonal
Temperatura
Huge, copper-colored, bottle-conditioned ale, still hot off the presses, Achel Trappist Extra is the latest from the tiny brewery at the St. Benedictus Abbey at Achel, in the Northeast of Belgium. At this year's World Beer Championships in Chicago, the Extra was easily the best of the many Trappist beers tasted, scoring 97 points and an "Exceptional" rating. You will find this a very satisfying beer, with just a little malt sweetness, dried fruit flavors, warm sherry notes, and a brisk balancing backdrop of fresh hop bitterness.

Avaliações dos usuários

Avaliação média dos usuários: 2 usuário(s)

Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
8/10  (2)
Aparência 
 
5/5  (2)
Sabor 
 
16/20  (2)
Sensação 
 
4/5  (2)
Conjunto 
 
8/10  (2)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Cerveja marrom escura com um pouco de translucidez avermelhada, de espuma branca de media formação e pouca duração, no aroma mel e notas vínicas, na boca uma cerveja licorosa com sabor de frutas, caramelo e sabor vínico esquentando a degustação, uma bela cerveja, porem de um dulçor excessivo.
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
Danilo Danilo Grisi Analisado por Danilo Danilo Grisi 16 de Outubro de 2012
Atualizado pela última vez: 16 de Outubro de 2012
Avaliador Top 500  -   Veja todas minhas avaliações (76)

Cerveja marrom escura com um pouco de translucidez avermelhada, de espuma branca de media formação e pouca duração, no aroma mel e notas vínicas, na boca uma cerveja licorosa com sabor de frutas, caramelo e sabor vínico esquentando a degustação, uma bela cerveja, porem de um dulçor excessivo.

Detalhes

Degustada em
12/Outubro/2012
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
750 ml
Onde comprou
Presente
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Belgian Dark Strong Ale marcante, virtuosa, e extremamente licorosa e adocicada. A versão mais potente da Achel Bruin não chega ao Brasil e se assume como Quadrupel, graças a intensidade muito mais forte dos maltes, que conferem a doçura característica do estilo.
Apresentou coloração marrom, levemente avermelhada e com pouca translucidez. Seu creme era de cor marfim, com formação abundante e uma duração razoável, mas que desenha rendas nas laterais da taça.
Tem aroma muito caramelado, graças ao maltes que vem em abundância, ainda trazendo aromas de mel e maple syrup. Traz também, uma vasta gama de aromas frutados, que me lembraram maçã, carambola, e banana passa. Ao fundo, um sutil metálico, além de aromas florais e de anis.
A doçura dos maltes continua dominando no paladar, interagindo bem com os ésteres frutados. Há uma leve acidez, um amargor também sutil e o álcool, para quebrar a doçura. Álcool que é notável, mas extremamente equilibrado. Tem corpo bem viscoso e carbonatação razoável.
Me agradou mais do que a tradicional Dark Strong Ale da abadia. Traz um caráter muito mais licoroso e adocicado que pode assustar aqueles que não tenha muita tolerância a cervejas adocicadas. Gosto da intensidade dos aromas e do fino equilíbrio destas belgas mais potentes.
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Pedro Bianchi Analisado por Pedro Bianchi 09 de Março de 2012
Avaliador Top 50  -   Veja todas minhas avaliações (715)

Belgian Dark Strong Ale marcante, virtuosa, e extremamente licorosa e adocicada. A versão mais potente da Achel Bruin não chega ao Brasil e se assume como Quadrupel, graças a intensidade muito mais forte dos maltes, que conferem a doçura característica do estilo.
Apresentou coloração marrom, levemente avermelhada e com pouca translucidez. Seu creme era de cor marfim, com formação abundante e uma duração razoável, mas que desenha rendas nas laterais da taça.
Tem aroma muito caramelado, graças ao maltes que vem em abundância, ainda trazendo aromas de mel e maple syrup. Traz também, uma vasta gama de aromas frutados, que me lembraram maçã, carambola, e banana passa. Ao fundo, um sutil metálico, além de aromas florais e de anis.
A doçura dos maltes continua dominando no paladar, interagindo bem com os ésteres frutados. Há uma leve acidez, um amargor também sutil e o álcool, para quebrar a doçura. Álcool que é notável, mas extremamente equilibrado. Tem corpo bem viscoso e carbonatação razoável.
Me agradou mais do que a tradicional Dark Strong Ale da abadia. Traz um caráter muito mais licoroso e adocicado que pode assustar aqueles que não tenha muita tolerância a cervejas adocicadas. Gosto da intensidade dos aromas e do fino equilíbrio destas belgas mais potentes.

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
 

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: brejas@brejas.com.br

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja
Entre com o Facebook