Entre com o Facebook
Straffe Hendrik Brugs Tripel

Straffe Hendrik Brugs Tripel

http://www.brejas.com.br/media/reviews/photos/thumbnail/300x300s/62/35/3b/1914_085b8addf5_1284067791.jpg
 
0.0
 
3.8 (23)
2524   4   8
 
Escrever Avaliação

Informações

Cervejaria
Álcool (%)
9% ABV
Ativa:
Temperatura
Copo ideal

 

The last authentic Tripel Style Beer brewed in Bruges

Straffe Hendrik was an authentic Bruges' Tripel beer: a strong and rich beer with lots of flavours (malt, caramel and hop) and 9% abv. In the past, lots of Bruges' breweries produced a Tripel Style Bruges' Ale, a “Brugse Tripel”. In fact, it was a local speciality.   Today, Straffe Hendrik is the last authentic Bruges' Tripel Beer.

In 1988, the label was transfered to another brewery and the production in Bruges decreased until it stopped completely. In 2008, exactly 20 years later, Xavier Vanneste brought the label back to Bruges. Ever since, Straffe Hendrik is being brewed in Bruges according to the original recipe and enjoyes once again an excellent reputation amongst the people of Bruges who have "their Tripel" back.


Straffe Hendrik, a rich bitter ale

Straffe Hendrik is being brewed with a subtle mixture of 6 different kinds of malt. The taste is strong with a lot of hop (Saaz and Styrian Golding) of the best quality. The second fermentation in the bottle assures a longer shelf life. Straffe Hendrik is a very rich beer with lots of flavours.

 

Avaliações dos usuários Ver todas as avaliações de usuários

Avaliação média dos usuários: 23 usuário(s)

Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
7/10  (23)
Aparência 
 
4/5  (23)
Sabor 
 
16/20  (23)
Sensação 
 
4/5  (23)
Conjunto 
 
7/10  (23)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Desde 1564 há registros de uma cervejaria chamada "Die Maene" ('a lua') na cidade de Bruges , Bélgica. Mas foi somente em 1856 que Leon Maes, também conhecido como Henri I, comprou a propriedade onde se localizava a cervejaria. Com a ajuda de seu tio montou ali uma fábrica 'moderna' e a batizou de "Brouwerij De Halve Maan" ('cervejaria meia lua'). Através dos anos a cervejaria foi passando de pai para filho, estando hoje sob o comando da sexta geração da mesma família.

O rótulo "Straffe Hendrik" surgiu pela primeira vez em 1981 com o intuito de celebrar a inauguração da estátua de "Sint-Arnoldus" - o santo de todos os cervejeiros. Ela é feita a partir da combinação de 6 tipos de maltes com lúpulos "Saaz" e "Styrian Golding". Refermentada na garrafa.

Líquido turvo de coloração âmbar. Despejado na taça forma gigantesco colarinho bege claro e cremoso. Feito de bolhas finas, mostra-se muito denso, consistente e absurdamente persistente. Um espetáculo!

Aroma adocicado, pontuado por notas de abacaxi caramelizado, laranja, pêssego em calda, levedura belga e um toque de coentro. Ao fundo percebe-se ainda agradável sopro de lúpulo herbáceo e floral.

Na boca mostra textura aveludada e elevada carbonatação. Com dulçor predominante, o paladar segue rico em sabores frutados combinados ao malte caramelizado, engendrando assim nuances que lembram geleia de abacaxi, doce de laranja, damasco seco e até mesmo jujubas de morango com um discreto azedinho. O final encorpado, levemente amargo, provoca confortante sensação de aquecimento. No retrogosto, presença marcante de leveduras e ésteres frutados dividem espaço com ligeira sugestão de especiarias com coentro e talvez algo de noz-moscada.

Ótima 'Belgian Tripel" com bom custo-benefício. Recomendo.
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Odimi Toge Analisado por Odimi Toge 01 de Fevereiro de 2014
Atualizado pela última vez: 01 de Fevereiro de 2014
Veja todas minhas avaliações (1)

Desde 1564 há registros de uma cervejaria chamada "Die Maene" ('a lua') na cidade de Bruges , Bélgica. Mas foi somente em 1856 que Leon Maes, também conhecido como Henri I, comprou a propriedade onde se localizava a cervejaria. Com a ajuda de seu tio montou ali uma fábrica 'moderna' e a batizou de "Brouwerij De Halve Maan" ('cervejaria meia lua'). Através dos anos a cervejaria foi passando de pai para filho, estando hoje sob o comando da sexta geração da mesma família.

O rótulo "Straffe Hendrik" surgiu pela primeira vez em 1981 com o intuito de celebrar a inauguração da estátua de "Sint-Arnoldus" - o santo de todos os cervejeiros. Ela é feita a partir da combinação de 6 tipos de maltes com lúpulos "Saaz" e "Styrian Golding". Refermentada na garrafa.

Líquido turvo de coloração âmbar. Despejado na taça forma gigantesco colarinho bege claro e cremoso. Feito de bolhas finas, mostra-se muito denso, consistente e absurdamente persistente. Um espetáculo!

Aroma adocicado, pontuado por notas de abacaxi caramelizado, laranja, pêssego em calda, levedura belga e um toque de coentro. Ao fundo percebe-se ainda agradável sopro de lúpulo herbáceo e floral.

Na boca mostra textura aveludada e elevada carbonatação. Com dulçor predominante, o paladar segue rico em sabores frutados combinados ao malte caramelizado, engendrando assim nuances que lembram geleia de abacaxi, doce de laranja, damasco seco e até mesmo jujubas de morango com um discreto azedinho. O final encorpado, levemente amargo, provoca confortante sensação de aquecimento. No retrogosto, presença marcante de leveduras e ésteres frutados dividem espaço com ligeira sugestão de especiarias com coentro e talvez algo de noz-moscada.

Ótima 'Belgian Tripel" com bom custo-benefício. Recomendo.

Detalhes

Degustada em
01/Fevereiro/2014
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Super Muffato, Presidente Prudente - SP
Preço
R$ 11,19
Considera esta avaliação útil? 
.
Avaliação Geral 
 
3.6
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Nicolas Rafael Miranda Analisado por Nicolas Rafael Miranda 10 de Janeiro de 2014
Veja todas minhas avaliações (1)

.

Detalhes

Degustada em
10/Janeiro/2014
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Considera esta avaliação útil? 
Derrama um líquido dourado escuro, com aquela espuma de dar inveja.

O aroma é adocicado/frutado e traz notas de pêssego e damasco, bem como fermento mais ao fundo.

Na boca, o líquido licoroso é forte e carbonatado. O sabor inicia com um dulçor frutado e caramelado que aos poucos se torna um condimentado (me pareceu coentro) e termina num retrogosto medianamente amargo.

Deliciosa, desce como um doce, mal se percebe o álcool.
Avaliação Geral 
 
4.1
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Arthur Moschen Analisado por Arthur Moschen 12 de Novembro de 2013
Atualizado pela última vez: 12 de Novembro de 2013
Veja todas minhas avaliações (1)

Derrama um líquido dourado escuro, com aquela espuma de dar inveja.

O aroma é adocicado/frutado e traz notas de pêssego e damasco, bem como fermento mais ao fundo.

Na boca, o líquido licoroso é forte e carbonatado. O sabor inicia com um dulçor frutado e caramelado que aos poucos se torna um condimentado (me pareceu coentro) e termina num retrogosto medianamente amargo.

Deliciosa, desce como um doce, mal se percebe o álcool.

Detalhes

Degustada em
12/Novembro/2013
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Beer Legends - Porto Alegre
Preço
R$ 12,50
Straffe Hendrik Tripel
Considera esta avaliação útil? 
Coloração alaranjada.
Líquido turvo.
Ótima formação de espuma branca, densa e fofa, de longa duração.
Aroma de frutas amarelas, amadeirado, com suave cítrico.
Sabor com frutas amarelas, amadeirado, frutado, com lúpulo herbáceo, especiarias, e dulçor.
Textura levemente licorosa com certa oleosidade.
Final seco e quente.
Álcool muito bem inserido.
Bom equilíbrio.
A melhor tripel que tomei até o momento, se enquadrando melhor no meu paladar.
Uma deliciosa surpresa.
Avaliação Geral 
 
4.1
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10

Coloração alaranjada.
Líquido turvo.
Ótima formação de espuma branca, densa e fofa, de longa duração.
Aroma de frutas amarelas, amadeirado, com suave cítrico.
Sabor com frutas amarelas, amadeirado, frutado, com lúpulo herbáceo, especiarias, e dulçor.
Textura levemente licorosa com certa oleosidade.
Final seco e quente.
Álcool muito bem inserido.
Bom equilíbrio.
A melhor tripel que tomei até o momento, se enquadrando melhor no meu paladar.
Uma deliciosa surpresa.

Detalhes

Degustada em
10/Outubro/2013
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Considera esta avaliação útil? 
Com 9% abv de álcool essa belga de Bruges, de corpo médio, cor laranja escura um pouco turva, carbonatação média e espuma volumosa de média persistência, é uma cerveja do estilo Belgian Tripel, com aromas cítricos lembrando laranja, adocicado e levemente condimentado, o sabor é cítrico e dá para sentir sutilmente o álcool com amargor acentuado no final. Tripel de ótimo equilíbrio, muito bem elaborada e dentro do estilo, recomendo.
Avaliação Geral 
 
4.1
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Erasmo Kruger Analisado por Erasmo Kruger 22 de Setembro de 2013
Veja todas minhas avaliações (1)

Com 9% abv de álcool essa belga de Bruges, de corpo médio, cor laranja escura um pouco turva, carbonatação média e espuma volumosa de média persistência, é uma cerveja do estilo Belgian Tripel, com aromas cítricos lembrando laranja, adocicado e levemente condimentado, o sabor é cítrico e dá para sentir sutilmente o álcool com amargor acentuado no final. Tripel de ótimo equilíbrio, muito bem elaborada e dentro do estilo, recomendo.

Detalhes

Degustada em
22/Setembro/2013
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Amadori Vila Nova Blumenau
Preço
R$ 14,90
Considera esta avaliação útil? 
 
Ver todas as avaliações de usuários
 

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: brejas@brejas.com.br

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja
Entre com o Facebook