Entre com o Facebook
Val-Dieu Triple

Val-Dieu Triple

http://www.brejas.com.br/media/reviews/photos/thumbnail/300x300s/de/41/b6/101_valdieutriple_1236873787.jpg
 
4.5 (3)
 
4.3 (18)
8799   2   13
 
Escrever Avaliação

Informações

Álcool (%)
9% ABV
Ativa:
Temperatura
Copo ideal

A Val-Dieu Triple é uma cerveja belga do estilo Belgian Tripel, fabricada pela L'Abbaye du Val-Dieu.

Fotos

Avaliações do Editor

Média de pontuação do editor por: 3 usuário(s)

Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
9/10  (3)
Aparência 
 
5/5  (3)
Sabor 
 
18/20  (3)
Sensação 
 
5/5  (3)
Conjunto 
 
9/10  (3)

Excelente Tripel, deliciosamente frutada, com força de tripel belga superior. O final é surpreendente, anestesiando levemente de maneira homogênia e deixando o paladar macio, suave. Umas das melhores do gênero, apesar de ter toda as caracteristicas das boas tripels, apresenta detalhes próprios e bem acentuados. Bela cerveja.
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Michel Wagner Analisado por Michel Wagner 01 de Outubro de 2008
Avaliador Top 100  -   Veja todas minhas avaliações (367)

Excelente Tripel, deliciosamente frutada, com força de tripel belga superior. O final é surpreendente, anestesiando levemente de maneira homogênia e deixando o paladar macio, suave. Umas das melhores do gênero, apesar de ter toda as caracteristicas das boas tripels, apresenta detalhes próprios e bem acentuados. Bela cerveja.

Detalhes

Degustada em
16/Agosto/2008
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Bruges
Preço
1,60EUROS
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Indescritível gosto de floral de malte. Uma Ale Tripel MARAVILHOSA, pra dizer o mínimo. Sedosa, maltada, destaca-se o aroma e o final de hortelã (!). Cravo, damascos, especiarias, fermento e notas florais levemente doces.
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10

Indescritível gosto de floral de malte. Uma Ale Tripel MARAVILHOSA, pra dizer o mínimo. Sedosa, maltada, destaca-se o aroma e o final de hortelã (!). Cravo, damascos, especiarias, fermento e notas florais levemente doces.

Detalhes

Degustada em
14/Novembro/2007
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Amsterdam
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Coloração âmbar clara turva, com um fantástico creme branco denso, cremoso e persistente. Frutada e floral. Complexa, mas suave. Equilibradíssima. Muito próxima da perfeição. Levemente amarga e adocicada. Suave é a palavra! Carbonatação média/baixa. Completa, sem exageros.
Avaliação Geral 
 
4.6
Aroma 
 
10/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Daniel C. Analisado por Daniel C. 23 de Agosto de 2008
Atualizado pela última vez: 20 de Abril de 2009
Avaliador Top 10  -   Veja todas minhas avaliações (1061)

Coloração âmbar clara turva, com um fantástico creme branco denso, cremoso e persistente. Frutada e floral. Complexa, mas suave. Equilibradíssima. Muito próxima da perfeição. Levemente amarga e adocicada. Suave é a palavra! Carbonatação média/baixa. Completa, sem exageros.

Detalhes

Degustada em
06/Novembro/2007
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Amsterdam
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
 

Avaliações dos usuários Ver todas as avaliações de usuários

Avaliação média dos usuários: 18 usuário(s)

Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10  (18)
Aparência 
 
4/5  (18)
Sabor 
 
17/20  (18)
Sensação 
 
4/5  (18)
Conjunto 
 
9/10  (18)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Uau! Uma das melhores tripel. Muito frutada, condimentada, cítrica e com um pouco do lúpulo ofuscado pelas frutas. Aroma e sabor intensos, sem ser agressivos. Espuma cremosa com boa duração. Cor de ouro. Linda!
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Luis Flavio Gomes Machado Analisado por Luis Flavio Gomes Machado 08 de Agosto de 2014
Atualizado pela última vez: 15 de Agosto de 2014
Avaliador Top 1000  -   Veja todas minhas avaliações (23)

Uau! Uma das melhores tripel. Muito frutada, condimentada, cítrica e com um pouco do lúpulo ofuscado pelas frutas. Aroma e sabor intensos, sem ser agressivos. Espuma cremosa com boa duração. Cor de ouro. Linda!

Detalhes

Degustada em
01/Agosto/2014
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Mamãe bebidas
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Espuma de longa formação e duração , a coloração se alterou durante a degustação, na boca excelente equilibrio , muito saborosa. Aromática , envolvente , na medida certa. Com certeza das melhores tripel. Quero mais
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Marco Christensen Analisado por Marco Christensen 22 de Julho de 2014
Atualizado pela última vez: 24 de Julho de 2014
Avaliador Top 500  -   Veja todas minhas avaliações (25)

Espuma de longa formação e duração , a coloração se alterou durante a degustação, na boca excelente equilibrio , muito saborosa. Aromática , envolvente , na medida certa. Com certeza das melhores tripel. Quero mais

Detalhes

Degustada em
22/Julho/2014
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
beer4u
Preço
20
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Coloração levemente âmbar, com creme branco, denso, de ótima formação e duração. Aroma frutado, maltado e alcoólico. O sabor é marcante e levemente adocicado, e a drinkability é surpreendente, devido à complexidade e aos 9%. O retrogosto é razoavelmente seco.
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Rodrigo Piancastelli Analisado por Rodrigo Piancastelli 09 de Julho de 2014
Atualizado pela última vez: 09 de Julho de 2014
Avaliador Top 100  -   Veja todas minhas avaliações (326)

Coloração levemente âmbar, com creme branco, denso, de ótima formação e duração. Aroma frutado, maltado e alcoólico. O sabor é marcante e levemente adocicado, e a drinkability é surpreendente, devido à complexidade e aos 9%. O retrogosto é razoavelmente seco.

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
-
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10

-

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Marché Saint Quentin - Paris
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
A Val-Dieu Triple é do estilo Belgian Tripel (sub-estilo do Belgian Strong Ale). Por certo o mais clássico dos estilos belga caracteriza cervejas de alta fermentação, claras ou escuras, equilibradas, saborosas, complexas, alcoólicas e que utilizam na receita algo como 3 vezes a quantidade habitual de malte. Com mais "alimento" as leveduras permanecem em ação por mais tempo e o resultado é uma gama maior de aromas, sabores e álcool do que numa dubbel, por exemplo, e menor do que numa quadruppel em regra.

É produzida pela "L' Abbaye du Val-Dieu" (do francês: Abadia Vale de Deus), antigo mosteiro cisterciense fundado em 1216 e que está intimamente ligado à história da Bélgica. De lá para cá, em razão de guerras e também da Revolução Francesa, foi destruído e reconstruído quatro vezes. Isso só foi possível com a determinação dos monges que fez com que a abadia resistisse e reabrisse uma vez mais em 1844. A produção dita moderna de cervejas começou em 1987 e resgatou as antigas e seculares receitas da abadia. Atualmente a cervejaria é conduzida por laicos, mas ainda está instalada no mesmo prédio da quase milenar abadia em Aubel, no leste da Bélgica, cidade próxima de Alemanha e Holanda. O portfólio é amplo, destacando-se a Val-Dieu Blonde, a Grand Cru, a Bière de Noel etc.

É interessante como a tradição cervejeira está tão intimamente ligada aos monastérios católicos na Bélgica (vide a quantidade de rótulos com ilustrações religiosas). E, de fato, ao longo dos séculos a produção de cerveja serviu principalmente como pão líquido aos monges que passavam os dias orando e trabalhando.

A garrafa é parrudinha de 330 ml, cor marrom, e ostenta um belo e colorido rótulo ornado com a gravura da abadia, com alguns animais pelo pátio. O contra-rótulo é bem completo e em francês exalta a utilização de receita centenária no fabrico desta jóia.

Vertida na taça revelou um líquido de coloração alaranjada, turbidez pronunciada, com espuma branca, de exuberante formação, consistente, volumosa e de destacada manutenção e que desenhou algumas rendas nas laterais mantendo-as por algum tempo. Perlage perceptível - bolhas pequeninas.

O aroma é muito complexo e aromático, tendo apresentado destacadas notas de malte caramelo, frutado de pêssego e damasco, algo cítrico que lembra raspa de limão, especiarias (pimenta), leveduras e lúpulo herbal.

O sabor é igualmente complexo, próprio das tradicionais receitas belgas. No paladar o líquido apresentou-se oleoso e ostentou um belo início adocicado. Além das notas maltadas, leveduras, um frutado de pêssego, banana e damasco, notas cítricas de casca de laranja e limão, especiarias (pimenta) e um amargor discreto. O álcool de 9,0% ABV, conquanto pronunciado, não é agressivo e está dentro do padrão. O final se mostrou agridoce e seco ao passo que o retrogosto saiu-se alcóolico e um pouco picante. Com corpo médio e carbonatação suave a drinkability se revelou excelente!

A mim o conjunto restou harmonioso, potente, saboroso, agradável e representou muitíssimo bem um estilo bastante tradicional.

Imperdível!
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Fabiano Pereira Analisado por Fabiano Pereira 26 de Agosto de 2013
Avaliador Top 100  -   Veja todas minhas avaliações (240)

A Val-Dieu Triple é do estilo Belgian Tripel (sub-estilo do Belgian Strong Ale). Por certo o mais clássico dos estilos belga caracteriza cervejas de alta fermentação, claras ou escuras, equilibradas, saborosas, complexas, alcoólicas e que utilizam na receita algo como 3 vezes a quantidade habitual de malte. Com mais "alimento" as leveduras permanecem em ação por mais tempo e o resultado é uma gama maior de aromas, sabores e álcool do que numa dubbel, por exemplo, e menor do que numa quadruppel em regra.

É produzida pela "L' Abbaye du Val-Dieu" (do francês: Abadia Vale de Deus), antigo mosteiro cisterciense fundado em 1216 e que está intimamente ligado à história da Bélgica. De lá para cá, em razão de guerras e também da Revolução Francesa, foi destruído e reconstruído quatro vezes. Isso só foi possível com a determinação dos monges que fez com que a abadia resistisse e reabrisse uma vez mais em 1844. A produção dita moderna de cervejas começou em 1987 e resgatou as antigas e seculares receitas da abadia. Atualmente a cervejaria é conduzida por laicos, mas ainda está instalada no mesmo prédio da quase milenar abadia em Aubel, no leste da Bélgica, cidade próxima de Alemanha e Holanda. O portfólio é amplo, destacando-se a Val-Dieu Blonde, a Grand Cru, a Bière de Noel etc.

É interessante como a tradição cervejeira está tão intimamente ligada aos monastérios católicos na Bélgica (vide a quantidade de rótulos com ilustrações religiosas). E, de fato, ao longo dos séculos a produção de cerveja serviu principalmente como pão líquido aos monges que passavam os dias orando e trabalhando.

A garrafa é parrudinha de 330 ml, cor marrom, e ostenta um belo e colorido rótulo ornado com a gravura da abadia, com alguns animais pelo pátio. O contra-rótulo é bem completo e em francês exalta a utilização de receita centenária no fabrico desta jóia.

Vertida na taça revelou um líquido de coloração alaranjada, turbidez pronunciada, com espuma branca, de exuberante formação, consistente, volumosa e de destacada manutenção e que desenhou algumas rendas nas laterais mantendo-as por algum tempo. Perlage perceptível - bolhas pequeninas.

O aroma é muito complexo e aromático, tendo apresentado destacadas notas de malte caramelo, frutado de pêssego e damasco, algo cítrico que lembra raspa de limão, especiarias (pimenta), leveduras e lúpulo herbal.

O sabor é igualmente complexo, próprio das tradicionais receitas belgas. No paladar o líquido apresentou-se oleoso e ostentou um belo início adocicado. Além das notas maltadas, leveduras, um frutado de pêssego, banana e damasco, notas cítricas de casca de laranja e limão, especiarias (pimenta) e um amargor discreto. O álcool de 9,0% ABV, conquanto pronunciado, não é agressivo e está dentro do padrão. O final se mostrou agridoce e seco ao passo que o retrogosto saiu-se alcóolico e um pouco picante. Com corpo médio e carbonatação suave a drinkability se revelou excelente!

A mim o conjunto restou harmonioso, potente, saboroso, agradável e representou muitíssimo bem um estilo bastante tradicional.

Imperdível!

Detalhes

Degustada em
26/Agosto/2013
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
http://www.speciaalbierpakket.nl
Preço
1,90 euros
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
 
Ver todas as avaliações de usuários
 

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: brejas@brejas.com.br

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja
Entre com o Facebook