Entre com o Facebook
Colorado Ithaca

Colorado Ithaca Hot

http://www.brejas.com.br/media/reviews/photos/thumbnail/300x300s/6d/53/91/1839_ColoradoIthaca_1281752340.jpg
 
4.0 (2)
 
4.0 (52)
11745   7   13
 
Escrever Avaliação

Informações

_________________» mais informações
Álcool (%)
10.5% ABV
IBU
60
Ativa:
Sazonal
Temperatura
Copo ideal
Legítima representante do estilo Imperial Stout, tipicamente inglês, a Ithaca é uma cerveja de alta fermentação, com 10,5% de teor alcoólico, elaborada artesanalmente com generosas quantidades de malte e lúpulo, mais o toque da rapadura queimada, genuinamente brasileira. O longo período de maturação na garrafa origina uma cerveja encorpada, de cor escura, ao mesmo tempo doce e amarga. É uma cerveja de guarda, com elevada longevidade e interessante evolução de sabores com o decorrer do tempo. Para isso, deve ser mantida em local escuro e fresco. Harmoniza com carnes de caça, queijos duros bem maturados, presunto cru e sobremesas caramelizadas, como creme brulée e pudim de leite. É aconselhável degustar um pouco fria, a uma temperatura entre 9ºC e 10ºC.

Fotos

Avaliações do Editor

Média de pontuação do editor por: 2 usuário(s)

Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
7/10  (2)
Aparência 
 
5/5  (2)
Sabor 
 
17/20  (2)
Sensação 
 
4/5  (2)
Conjunto 
 
8/10  (2)

Líquido preto aveludado, como pede o estilo. Ostentou creme denso e consistente.
No aroma, café, chocolate e um toque de toffee. Sinto que poderia ser melhor se a minha amostra não estivesse tão gelada.
No sabor, uma festa! As notas do aroma se juntam às passas, madeira, nozes, frutas cristalizadas e evidentes florais e amargores lupulados. Senti até uma sugestão de jabuticaba(!).
O final é longo, torrado, amargo e levemente herbal. É nele que se sente a pegada alcoólica.
Saldo final? Uma breja definitivamente complexa e imperdível, a comprovar o avanço das artesanais brasileiras.
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Mauricio Beltramelli Analisado por Mauricio Beltramelli 22 de Maio de 2012
Atualizado pela última vez: 22 de Maio de 2012
Avaliador Top 10  -   Veja todas minhas avaliações (1058)

Líquido preto aveludado, como pede o estilo. Ostentou creme denso e consistente.
No aroma, café, chocolate e um toque de toffee. Sinto que poderia ser melhor se a minha amostra não estivesse tão gelada.
No sabor, uma festa! As notas do aroma se juntam às passas, madeira, nozes, frutas cristalizadas e evidentes florais e amargores lupulados. Senti até uma sugestão de jabuticaba(!).
O final é longo, torrado, amargo e levemente herbal. É nele que se sente a pegada alcoólica.
Saldo final? Uma breja definitivamente complexa e imperdível, a comprovar o avanço das artesanais brasileiras.

Detalhes

Degustada em
14/Outubro/2010
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
600 ml
Onde comprou
Bar Brejas
Considera esta avaliação útil? 
Coloração preta, quase nada transparente e de espuma marrom, baixa porém de boa permanência.

O aroma traz um álcool licoroso, agradável, lembrando a vinho/uva. O tostado é bem aparente inicialmente, tanto em aroma quanto em sabor, e se mistura bem ao amargor do lúpulo e ao frutado do álcool, que é bem intenso e até poderia ser um pouco mais suave, deixando a cerveja com mais drinkability. Ao longo da degustação o tostado foi desaparecendo, encoberto pelo frutado e toque licoroso. O amadeirado sente-se de maneira indireta, nas características de vinho do porto, não como madeira propriamente dita.

Encorpada, de textura aveludada na boca, com carbonatação média pra alta e com álcool perceptível na sensação de boca e também um pouco na garganta, juntamente com o amargor que também se sente pegar um pouco.

Apesar de poder ter alguns ajustes que melhorariam o conjunto da obra (aroma mais complexo, menos predominância do frutado licoroso), trata-se de uma bela iniciativa nacional, trazendo uma cerveja intensa, maltada e de bastante personalidade.
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
Ricardo Martins Sangion Analisado por Ricardo Martins Sangion 13 de Setembro de 2010
Avaliador #1  -   Veja todas minhas avaliações (1345)

Coloração preta, quase nada transparente e de espuma marrom, baixa porém de boa permanência.

O aroma traz um álcool licoroso, agradável, lembrando a vinho/uva. O tostado é bem aparente inicialmente, tanto em aroma quanto em sabor, e se mistura bem ao amargor do lúpulo e ao frutado do álcool, que é bem intenso e até poderia ser um pouco mais suave, deixando a cerveja com mais drinkability. Ao longo da degustação o tostado foi desaparecendo, encoberto pelo frutado e toque licoroso. O amadeirado sente-se de maneira indireta, nas características de vinho do porto, não como madeira propriamente dita.

Encorpada, de textura aveludada na boca, com carbonatação média pra alta e com álcool perceptível na sensação de boca e também um pouco na garganta, juntamente com o amargor que também se sente pegar um pouco.

Apesar de poder ter alguns ajustes que melhorariam o conjunto da obra (aroma mais complexo, menos predominância do frutado licoroso), trata-se de uma bela iniciativa nacional, trazendo uma cerveja intensa, maltada e de bastante personalidade.

Detalhes

Degustada em
10/Agosto/2010
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
600 ml
Considera esta avaliação útil? 
 

Avaliações dos usuários Ver todas as avaliações de usuários

Avaliação média dos usuários: 52 usuário(s)

Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
8/10  (52)
Aparência 
 
4/5  (52)
Sabor 
 
16/20  (52)
Sensação 
 
4/5  (52)
Conjunto 
 
8/10  (52)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Cerveja que no primeiro gole você saka por que é uma típica de inverno, é quase um charope.
Coloração negra e opaca,creme marrom,aroma de café, chocolate e rapadura.
Sabor seguido dos aromas porém bem encorpado,pedindo uma barra de chocolate.
Já o álcool é coisa que nem se sente se for levar em consideração estarmos tratando de uma 10.5.
Maravilha!!!
Uma das minhas preferidas de inverno Parabéns a Colorado.
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Ramon Melo Analisado por Ramon Melo 30 de Março de 2014
Atualizado pela última vez: 30 de Março de 2014
Veja todas minhas avaliações (1)

Cerveja que no primeiro gole você saka por que é uma típica de inverno, é quase um charope.
Coloração negra e opaca,creme marrom,aroma de café, chocolate e rapadura.
Sabor seguido dos aromas porém bem encorpado,pedindo uma barra de chocolate.
Já o álcool é coisa que nem se sente se for levar em consideração estarmos tratando de uma 10.5.
Maravilha!!!
Uma das minhas preferidas de inverno Parabéns a Colorado.

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Considera esta avaliação útil? 
A Colorado Ithaca, mais um rótulo da grande cervejaria de Ribeirão Preto, tem uma historia inusitada. Esta breja teve que mudar de nome e demorou para chegar ao mercado por conta da burocracia na aprovação por parte do Ministério da Agricultura. A garrafa já começa com uma apresentação inusitada, um detalhe pouco comum por aqui, mas muito usado nos EUA, um lacre de cera na tampa,que deve ser retirado cuidadosamente.
Inicialmente batizada de Vintage Black Rapadura (VBR), teve que trocar de nome, primeiro, porque não podiam usar o termo rapadura, então, tentaram por apenas Vintage Black, porém souberam que o termo "vintage" tinha sido vetado por poder confundir o consumidor com vinho (WTF!?!?!? é isso mesmo kkk).
Então resolveram rebatizá-la com o nome de Ithaca, homenagem a Homero e sua Odisseia, um paralelo ao trabalho que tiveram para aprovar este rótulo.

Se em 2009 a cerveja tinha álcool destacado em demasia, a maturação a deixou mais licorosa e balanceada, com boas notas de chocolate, café e malte torrado, alem de incluir um ingrediente nacional, como sempre, que foi a rapadura queimada.
Para o mercado Americano, se chamará Guanabara, devido ao fato de já ter uma cervejaria Ithaca por lá.

Consagrada com medalha de ouro na França e no Canadá, foi novamente medalha de ouro ano passado no Mondial de La Bierre, aqui do Rio, durante o MBeer Contest.

=============================================================================

Depois de muita expectativa, consegui comprar essa famosa e tão badalada cerveja. Sem dúvida o melhor rótulo da Colorado que eu já bebi. Apesar de estar empatada no pódium com a Demoiselle.
Após uma difícil, demorada e exaustiva tarefa de abrir essa garrafa, cuja tampa é velada por um cera, consegui desfrutar de seu liquido primoroso.
Sua apresentação já começa perfeita na própria garrafa com um rótulo dourado já indicando ser uma "ostentação"em relação aos outros, além da tampa velada pela cera marrom/bege, dando ainda mais pomposidade a breja.

Após aberta verte um liquido negro opaco e licoroso.
Espuma bege, de fina formação, porém persistente, que marca levemente as laterais do copo.
No aroma, percebe-se um buquê de elementos negros: frutado de ameixa, nozes, castanha, café, chocolate amargo, toffe e maltes torrados. Há percepção do álcool, que agride levemente as narinas. Também há notas amadeiradas.
Sabor inicialmente torrado e do amargor do café, mesclado por um doce, bem sutil de chocolate e toffee. Esse torrado e café permanecem bem até do final do gole e bem acentuado no retrogosto. Seus 10,5% alcóolico é percebido logo de cara, assim que derrama na boca, como também nota-se uma leve rispidez na garganta, sem prejudicar tanto o conjunto.
Final bem torrado e levemente amargo e alcóolico.
Retrogosto evidencia um amargor forte dos maltes torrados e café, bem como um leve, bem leve, dulçor do chocolate + toffe.
Cerveja de textura extremamente licorosa e com carbonatação e corpo médios.
Pra mim, ficou faltando apenas uma defumado, para dar um ar mais de típico das RIS, mesmo assim considero ela uma TOP e já vai pra lista de preferidas.
Excelente! Agora resta ter coragem de comprar outro e guardá-la por um bom tempo.
Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Alexandre LC Analisado por Alexandre LC 23 de Março de 2014
Avaliador Top 50  -   Veja todas minhas avaliações (388)

A Colorado Ithaca, mais um rótulo da grande cervejaria de Ribeirão Preto, tem uma historia inusitada. Esta breja teve que mudar de nome e demorou para chegar ao mercado por conta da burocracia na aprovação por parte do Ministério da Agricultura. A garrafa já começa com uma apresentação inusitada, um detalhe pouco comum por aqui, mas muito usado nos EUA, um lacre de cera na tampa,que deve ser retirado cuidadosamente.
Inicialmente batizada de Vintage Black Rapadura (VBR), teve que trocar de nome, primeiro, porque não podiam usar o termo rapadura, então, tentaram por apenas Vintage Black, porém souberam que o termo "vintage" tinha sido vetado por poder confundir o consumidor com vinho (WTF!?!?!? é isso mesmo kkk).
Então resolveram rebatizá-la com o nome de Ithaca, homenagem a Homero e sua Odisseia, um paralelo ao trabalho que tiveram para aprovar este rótulo.

Se em 2009 a cerveja tinha álcool destacado em demasia, a maturação a deixou mais licorosa e balanceada, com boas notas de chocolate, café e malte torrado, alem de incluir um ingrediente nacional, como sempre, que foi a rapadura queimada.
Para o mercado Americano, se chamará Guanabara, devido ao fato de já ter uma cervejaria Ithaca por lá.

Consagrada com medalha de ouro na França e no Canadá, foi novamente medalha de ouro ano passado no Mondial de La Bierre, aqui do Rio, durante o MBeer Contest.

=============================================================================

Depois de muita expectativa, consegui comprar essa famosa e tão badalada cerveja. Sem dúvida o melhor rótulo da Colorado que eu já bebi. Apesar de estar empatada no pódium com a Demoiselle.
Após uma difícil, demorada e exaustiva tarefa de abrir essa garrafa, cuja tampa é velada por um cera, consegui desfrutar de seu liquido primoroso.
Sua apresentação já começa perfeita na própria garrafa com um rótulo dourado já indicando ser uma "ostentação"em relação aos outros, além da tampa velada pela cera marrom/bege, dando ainda mais pomposidade a breja.

Após aberta verte um liquido negro opaco e licoroso.
Espuma bege, de fina formação, porém persistente, que marca levemente as laterais do copo.
No aroma, percebe-se um buquê de elementos negros: frutado de ameixa, nozes, castanha, café, chocolate amargo, toffe e maltes torrados. Há percepção do álcool, que agride levemente as narinas. Também há notas amadeiradas.
Sabor inicialmente torrado e do amargor do café, mesclado por um doce, bem sutil de chocolate e toffee. Esse torrado e café permanecem bem até do final do gole e bem acentuado no retrogosto. Seus 10,5% alcóolico é percebido logo de cara, assim que derrama na boca, como também nota-se uma leve rispidez na garganta, sem prejudicar tanto o conjunto.
Final bem torrado e levemente amargo e alcóolico.
Retrogosto evidencia um amargor forte dos maltes torrados e café, bem como um leve, bem leve, dulçor do chocolate + toffe.
Cerveja de textura extremamente licorosa e com carbonatação e corpo médios.
Pra mim, ficou faltando apenas uma defumado, para dar um ar mais de típico das RIS, mesmo assim considero ela uma TOP e já vai pra lista de preferidas.
Excelente! Agora resta ter coragem de comprar outro e guardá-la por um bom tempo.

Detalhes

Degustada em
20/Março/2014
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
600 ml
Onde comprou
Empório Veredas
Preço
R$46,00
Considera esta avaliação útil? 
.
Avaliação Geral 
 
3.7
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
ED ST Analisado por ED ST 24 de Fevereiro de 2014
Veja todas minhas avaliações (1)

.

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Considera esta avaliação útil? 
Nossa... que cerveja! Preta e opaca, creme marrom, alto, denso e duradouro. Show! Presença no aroma, com café, chocolate amargo, licor, madeira e tudo mais que venha de malte tostado, tudo se desprendendo muito bem. No paladar é sensacional, indo de acordo com o aroma porém sem agredir em nada, nem no sabor, nem no amargor, nem no álcool. Vez ou outra traz lembranças de frutas escuras. Suavemente adocicada, corpo de médio para alto (porém não muito viscoso), final que me pareceu uma combinação de torrado e amadeirado, que dura bastante. Fantástica na minha opinião.
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Henrique Stel Analisado por Henrique Stel 22 de Fevereiro de 2014
Veja todas minhas avaliações (1)

Nossa... que cerveja! Preta e opaca, creme marrom, alto, denso e duradouro. Show! Presença no aroma, com café, chocolate amargo, licor, madeira e tudo mais que venha de malte tostado, tudo se desprendendo muito bem. No paladar é sensacional, indo de acordo com o aroma porém sem agredir em nada, nem no sabor, nem no amargor, nem no álcool. Vez ou outra traz lembranças de frutas escuras. Suavemente adocicada, corpo de médio para alto (porém não muito viscoso), final que me pareceu uma combinação de torrado e amadeirado, que dura bastante. Fantástica na minha opinião.

Detalhes

Degustada em
22/Fevereiro/2014
Envasamento
Garrafa
Considera esta avaliação útil? 
Malte, malte e mais malte...e isso que se sente...parece uma versão do Ovomaltine suíço alcoolizado. café ,chocolate, e fumo predominam o paladar!
Seco de baixa acidez , porem o álcool se faz presente sem pudor nenhum, de olhos fechados passando o liquido por toda a língua se sente tomando licor de cacau.
a cor e linda opaca e aveludada. porem se comparado a founder stout , perde

Difícil de ser encontrada, tive que recorrer a internet, por este motivo ,não da para assegurar que seja transportado nas condições perfeitas, o que pode alterar seu sabor.

Além de seu preço ser muito elevado, pois esperava mais dela pelo que custa. metade do seu valor ainda estaria caro

Avaliação Geral 
 
3.9
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
6/10
eduardo ikazik Analisado por eduardo ikazik 10 de Fevereiro de 2014
Veja todas minhas avaliações (1)

Malte, malte e mais malte...e isso que se sente...parece uma versão do Ovomaltine suíço alcoolizado. café ,chocolate, e fumo predominam o paladar!
Seco de baixa acidez , porem o álcool se faz presente sem pudor nenhum, de olhos fechados passando o liquido por toda a língua se sente tomando licor de cacau.
a cor e linda opaca e aveludada. porem se comparado a founder stout , perde

Difícil de ser encontrada, tive que recorrer a internet, por este motivo ,não da para assegurar que seja transportado nas condições perfeitas, o que pode alterar seu sabor.

Além de seu preço ser muito elevado, pois esperava mais dela pelo que custa. metade do seu valor ainda estaria caro

Detalhes

Degustada em
05/Fevereiro/2013
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
600 ml
Onde comprou
internet
Preço
caro p cacete
Considera esta avaliação útil? 
 
Ver todas as avaliações de usuários
 

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: brejas@brejas.com.br

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja
Entre com o Facebook