Entre com o Facebook
Kunstmann Weissbier

Kunstmann Weissbier

http://www.brejas.com.br/media/reviews/photos/thumbnail/300x300s/f7/31/72/2732_KunstmannWeissbier_1318202540.jpg
 
0.0
 
3.3 (10)
1190   2   0
 
Escrever Avaliação

Informações

Álcool (%)
4.5% ABV
Ativa:
Temperatura
Copo ideal
.

Avaliações dos usuários Ver todas as avaliações de usuários

Avaliação média dos usuários: 10 usuário(s)

Avaliação Geral 
 
3.3
Aroma 
 
6/10  (10)
Aparência 
 
3/5  (10)
Sabor 
 
13/20  (10)
Sensação 
 
3/5  (10)
Conjunto 
 
7/10  (10)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Originária da Alemanha, a família Kunstmann desembarcou na cidade de Valdivia, sul do Chile, em 1850. Com a abertura da cervejaria "Anwandter" que funcionou entre 1851 até o terremoto que a destruiu em 1960, a cidade se consolidou como um centro cervejeiro no país. Com o objetivo de restaurar a tradição cervejeira local perdida com o terremoto, a família Kunstmann decidiu fundar sua própria cervejaria. Para isso iniciaram uma produção caseira, apenas para testar receitas; o ano: 1997.

Poucos meses depois, o sonho de produzir comercialmente acabou se concretizando com a fundação da "Sociedad Cervecera Valdivia Ltda na qual Armin Kunstmann tornou-se sócio majoritário. Hoje a fábrica instalada no bairro de Torobayo exporta para países como Estados Unidos, Alemanha, Brasil, Japão entre outros. Todo ano a cervejaria promove um evento chamado "Bierfest Kunstmann Valdivia" com música, danças e cerveja aos moldes da Oktoberfest. O complexo da fábrica conta ainda com um centro de visitação que inclui tours pela cervejaria e visita a um museu.

Líquido turvo de coloração âmbar amarronzada. No copo forma espuma bege clara de média formação e boa duração.

Bastante esterificado, o aroma remete à banana bem madura e outras frutas cristalizadas como abacaxi e damasco. Notas de calda de açúcar queimado e óleo de amêndoas complementam o agradável buquê no qual o tradicional toque de cravo característico do estilo está, aparentemente, ausente. Muito bacana.

Nuances de açúcar queimado e 'toffee' inferem a presença de maltes caramelizados/tostados acima do esperado em se tratando do estilo - o que não é ruim. Agradável sensação de grãos traz ainda ecos de granola que - conjugados aos toques de doce de banana - engendram memórias de alguma torta daquelas que a vó fazia. Moderado dulçor atravessa o corpo médio de textura acetinada e carbonatação contida. Praticamente sem nenhum amargor palpável, o final traz ésteres frutados levemente adocicados seguidos por confortante reminiscência de óleo de amêndoas.

"Weissbier" peculiar, mas não menos saborosa do que as tradicionais alemãs. Para quem costuma achar que toda 'weizen' tem o mesmo gosto a cerveja de trigo da ''Kunstmann'' é o ponto fora da curva. Recomendo.
Avaliação Geral 
 
3.7
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
14/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Odimi Toge Analisado por Odimi Toge 24 de Agosto de 2014
Atualizado pela última vez: 24 de Agosto de 2014
Avaliador Top 10  -   Veja todas minhas avaliações (823)

Originária da Alemanha, a família Kunstmann desembarcou na cidade de Valdivia, sul do Chile, em 1850. Com a abertura da cervejaria "Anwandter" que funcionou entre 1851 até o terremoto que a destruiu em 1960, a cidade se consolidou como um centro cervejeiro no país. Com o objetivo de restaurar a tradição cervejeira local perdida com o terremoto, a família Kunstmann decidiu fundar sua própria cervejaria. Para isso iniciaram uma produção caseira, apenas para testar receitas; o ano: 1997.

Poucos meses depois, o sonho de produzir comercialmente acabou se concretizando com a fundação da "Sociedad Cervecera Valdivia Ltda na qual Armin Kunstmann tornou-se sócio majoritário. Hoje a fábrica instalada no bairro de Torobayo exporta para países como Estados Unidos, Alemanha, Brasil, Japão entre outros. Todo ano a cervejaria promove um evento chamado "Bierfest Kunstmann Valdivia" com música, danças e cerveja aos moldes da Oktoberfest. O complexo da fábrica conta ainda com um centro de visitação que inclui tours pela cervejaria e visita a um museu.

Líquido turvo de coloração âmbar amarronzada. No copo forma espuma bege clara de média formação e boa duração.

Bastante esterificado, o aroma remete à banana bem madura e outras frutas cristalizadas como abacaxi e damasco. Notas de calda de açúcar queimado e óleo de amêndoas complementam o agradável buquê no qual o tradicional toque de cravo característico do estilo está, aparentemente, ausente. Muito bacana.

Nuances de açúcar queimado e 'toffee' inferem a presença de maltes caramelizados/tostados acima do esperado em se tratando do estilo - o que não é ruim. Agradável sensação de grãos traz ainda ecos de granola que - conjugados aos toques de doce de banana - engendram memórias de alguma torta daquelas que a vó fazia. Moderado dulçor atravessa o corpo médio de textura acetinada e carbonatação contida. Praticamente sem nenhum amargor palpável, o final traz ésteres frutados levemente adocicados seguidos por confortante reminiscência de óleo de amêndoas.

"Weissbier" peculiar, mas não menos saborosa do que as tradicionais alemãs. Para quem costuma achar que toda 'weizen' tem o mesmo gosto a cerveja de trigo da ''Kunstmann'' é o ponto fora da curva. Recomendo.

Detalhes

Degustada em
24/Agosto/2014
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Tauste, Marília - SP
Preço
R$ 6,90
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Weissbier de apresentação incomum, mais escura. Contudo, refrescante e de sabor agradável, ainda que a suave picância do cravo, comum nas Weisse, não se encontre nela. Boa relação custo-benefício.
Avaliação Geral 
 
3.3
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
14/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
6/10
Alex Kuntze Analisado por Alex Kuntze 12 de Agosto de 2014
Avaliador Top 1000  -   Veja todas minhas avaliações (6)

Weissbier de apresentação incomum, mais escura. Contudo, refrescante e de sabor agradável, ainda que a suave picância do cravo, comum nas Weisse, não se encontre nela. Boa relação custo-benefício.

Detalhes

Degustada em
03/Agosto/2014
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Tauste-Marília
Preço
R$ 6,98
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Cerveja laranja, turva e de espuma alta e persistente. O aroma da amostra que tinha estava um pouco metálico, mas isso foi diminuindo com o tempo. O sabor é de laranja, abacaxi (leve) e algo de mel. Notas de banana também estão presentes, enquanto o cravo quase não aparece aqui.
Avaliação Geral 
 
3.3
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
14/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10

Cerveja laranja, turva e de espuma alta e persistente. O aroma da amostra que tinha estava um pouco metálico, mas isso foi diminuindo com o tempo. O sabor é de laranja, abacaxi (leve) e algo de mel. Notas de banana também estão presentes, enquanto o cravo quase não aparece aqui.

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Temperatura de degustação: Seis graus Celsius.
Cor: Diferente das tradicionais weissbier que apresentam-se douradas, essa mostra uma coloração marrom turva.
Creme: Média formação e persistência de creme bege que deixa marcas na taça.
Aroma: Predominantemente dominado pela presença de banana, porém encontramos malte caramelo também (esta parece ser uma característica comum das cervejas chilenas que eu já degustei).
Sabor: Acompanha o aroma, onde o sabor frutado de banana domina os sentidos, com um final pouco amargo, levemente àcido e um retrogosto que mais uma vez remete a banana e leve tutti-frutti. Apresentou-se um pouco enjoada, sem grandes destaques.
Avaliação Geral 
 
2.6
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
2/5
Sabor 
 
11/20
Sensação 
 
2/5
Conjunto 
 
5/10

Temperatura de degustação: Seis graus Celsius.
Cor: Diferente das tradicionais weissbier que apresentam-se douradas, essa mostra uma coloração marrom turva.
Creme: Média formação e persistência de creme bege que deixa marcas na taça.
Aroma: Predominantemente dominado pela presença de banana, porém encontramos malte caramelo também (esta parece ser uma característica comum das cervejas chilenas que eu já degustei).
Sabor: Acompanha o aroma, onde o sabor frutado de banana domina os sentidos, com um final pouco amargo, levemente àcido e um retrogosto que mais uma vez remete a banana e leve tutti-frutti. Apresentou-se um pouco enjoada, sem grandes destaques.

Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Coloração marrom, bem turva, meio desbotada, lembra areia, creme bege de boa formação e média densidade. Aroma doce, trouxe um pouco de banana e bubble-gum mas veio também um pouco de caramelo, incomum. Na boca, sensação de pão em fermento com mais caramelo, banana passa ao fundo, mas no geral pouca profundidade. Também praticamente não deixa retrogosto. Meio esquisita.
Avaliação Geral 
 
3.1
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
6/10
Henrique Stel Analisado por Henrique Stel 14 de Novembro de 2013
Avaliador Top 50  -   Veja todas minhas avaliações (524)

Coloração marrom, bem turva, meio desbotada, lembra areia, creme bege de boa formação e média densidade. Aroma doce, trouxe um pouco de banana e bubble-gum mas veio também um pouco de caramelo, incomum. Na boca, sensação de pão em fermento com mais caramelo, banana passa ao fundo, mas no geral pouca profundidade. Também praticamente não deixa retrogosto. Meio esquisita.

Detalhes

Degustada em
14/Novembro/2013
Envasamento
Garrafa
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
 
Ver todas as avaliações de usuários
 

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: brejas@brejas.com.br

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja
Entre com o Facebook