Entre com o Facebook
Great Divide Yeti Imperial Stout

Great Divide Yeti Imperial Stout Hot

http://www.brejas.com.br/media/reviews/photos/thumbnail/300x300s/4e/94/b7/1052_great-divide-yeti-imperial-stout-1358537416.jpg
 
4.5 (3)
 
4.5 (13)
11396   1   8
 
Escrever Avaliação

Informações

Álcool (%)
9.5% ABV
IBU
75
Ativa:
Temperatura
Copo ideal
Yeti Imperial Stout is an onslaught of the senses. It starts with big, roasty malt flavor that gives way to rich caramel and toffee notes. YETI gets its bold hop character from an enormous quantity of American hops. It weighs in at a hefty 75 IBUs.  9.5% ABV

Avaliações do Editor

Média de pontuação do editor por: 3 usuário(s)

Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
9/10  (3)
Aparência 
 
4/5  (3)
Sabor 
 
18/20  (3)
Sensação 
 
5/5  (3)
Conjunto 
 
9/10  (3)

Senhora Imperial Stout ! Cerveja de peso que expressa sua força em baita aparência e aroma marcante delicioso que sugere malte tostado com notas de café, chocolate e lúpulo presente. Desce encorpada, aveludada e complexa sem extragar sua drincabilidade vem forte e audaciosa. Deixa no paladar também o tostado com café achocolatado resolvendo-se num final de amargor interessante.
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Michel Wagner Analisado por Michel Wagner 10 de Janeiro de 2010
Avaliador Top 100  -   Veja todas minhas avaliações (367)

Senhora Imperial Stout ! Cerveja de peso que expressa sua força em baita aparência e aroma marcante delicioso que sugere malte tostado com notas de café, chocolate e lúpulo presente. Desce encorpada, aveludada e complexa sem extragar sua drincabilidade vem forte e audaciosa. Deixa no paladar também o tostado com café achocolatado resolvendo-se num final de amargor interessante.

Detalhes

Degustada em
31/Janeiro/2010
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
De Bierkoning, Amsterdam
Preço
2,30 €
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Maravilhosa representante das absolutamente deliciosas Imperial Stout americanas (as quais, desconfio, são as melhores do mundo em seu estilo). "Yeti" é o nome do popular e mítico Pé-Grande.
De colocarção preta como a noite, ostenta creme marrom denso e consistente.
Sua complexidade é acachapante. No aroma, um delicioso mix de malte torrado, café, chocolate e muito, mas muito lúpulo.
Esse lúpulo herbal assoma também no sabor. Tem força, mas entra magicamente em perfeita harmonia com os elementos caracterizadores do estilo stout (doce do malte, maltes torrados, café e chocolate).
O resultado é memorável, de instituir feriado.
Avaliação Geral 
 
4.7
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
19/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
10/10

Maravilhosa representante das absolutamente deliciosas Imperial Stout americanas (as quais, desconfio, são as melhores do mundo em seu estilo). "Yeti" é o nome do popular e mítico Pé-Grande.
De colocarção preta como a noite, ostenta creme marrom denso e consistente.
Sua complexidade é acachapante. No aroma, um delicioso mix de malte torrado, café, chocolate e muito, mas muito lúpulo.
Esse lúpulo herbal assoma também no sabor. Tem força, mas entra magicamente em perfeita harmonia com os elementos caracterizadores do estilo stout (doce do malte, maltes torrados, café e chocolate).
O resultado é memorável, de instituir feriado.

Detalhes

Degustada em
24/Junho/2009
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Frangó - SP
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Meu Deus! O que é isso? Cerveja impactante, fantástica. Coloração negra, espuma marrom cremosa, volumosa e de média duração. Super encorpada. Complexa. Completa. Aroma e sabor excelentes. Amarga, tostada, altamente lupulada. Café. Ímpar. Sem palavras...
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Daniel C. Analisado por Daniel C. 25 de Junho de 2009
Atualizado pela última vez: 20 de Agosto de 2013
Avaliador Top 10  -   Veja todas minhas avaliações (1074)

Meu Deus! O que é isso? Cerveja impactante, fantástica. Coloração negra, espuma marrom cremosa, volumosa e de média duração. Super encorpada. Complexa. Completa. Aroma e sabor excelentes. Amarga, tostada, altamente lupulada. Café. Ímpar. Sem palavras...

Detalhes

Degustada em
24/Junho/2009
Envasamento
Garrafa
Onde comprou
Frangó
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
 

Avaliações dos usuários Ver todas as avaliações de usuários

Avaliação média dos usuários: 13 usuário(s)

Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
8/10  (13)
Aparência 
 
5/5  (13)
Sabor 
 
18/20  (13)
Sensação 
 
5/5  (13)
Conjunto 
 
9/10  (13)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
A Great Divide Yeti Imperial Stout, como o nome sugere, é do estilo Stout, sub-estilo Russian Imperial Stout, este caracterizador de cervejas de alta fermentação, geralmente com pouco gás e bastante álcool, forte sabor de chocolate, café e maltes torrados, coloração muito escura e grande complexidade tanto no aroma quanto no sabor, com frutado e amargor salientes. A história do estilo remonta ao século XVIII época em que a Corte Imperial da Rússia teria viajado a Londres e, tendo gostado das Stouts locais, encomendou barris daquela cerveja. Entretanto, a longa viagem através do mar Báltico terminava por estragar a cerveja. A solução foi desenvolver uma stout robusta e alcoólica o suficiente para suportar a viagem, preservando a cerveja e impedindo que ela congelasse. Esse tipo de stout foi batizada de Russian Imperial Stout, ou simplesmente Imperial Stout.

É produzida pela cervejaria Great Divide, sediada na cidade de Denver/Colorado/EUA, tendo sido uma microcervejaria pioneira na região. Fundada em 1994 por Brian Dunn começou pequena, com apenas um funcionário. Em 2007 foi eleita a melhor cervejaria do mundo pelo Ratebeer e atualmente emprega 45 pessoas e é reconhecida no pais inteiro como uma das melhores e maiores produtoras de cervejas artesanais dos EUA. No portfólio a gama de rótulos é enorme, mas destaco a Titan IPA, a Hércules Double IPA, a Espresso OAK Aged Yeti, a Old Ruffian - Barley Wine, a Barrel Aged Yeti, a Belgian Style Yeti etc.

Vintage 2011 (16 de dezembro) - validade ???. A garrafa é de 650 ml, cor marrom, belo e colorido rótulo de papel onde se lê em letras grandes o nome e o estilo da cerveja, juntos da figura do lendário Pé-Grande. Destaque para a presença de referência às impressões sensoriais, opções de harmonização e a menção aos vários prémios ganhos pelo rótulo.

Vertida na taça revelou um líquido de coloração enegrecida, não translúcido, com espuma marrom escuro de bela formação e consistência, um tanto densa e volumosa, permeada por bolhas grandes e de manutenção mediana. Ao girá-la na taça as paredes laterais do vidro ficam tomadas pelo líquido viscoso mais ou menos como bolinhas de sagú, ou lágrimas, escorrendo e, ao final, um fino tampão de creme ainda persistiu sobre o líquido. Perlage (bolhas) praticamente imperceptível. Apresentação digna de nota máxima!

O aroma desta cerveja é formidável! Mostrou-se intensamente rico e complexo e descortinou-se em notas pesadas de maltes torrados, café, caramelo, toffee, chocolate amargo, tabaco, melaço, leveduras, ésteres de frutas escuras, álcool e notas de grapefruit, cortesia dos lúpulos cítricos (75 IBU's).

No paladar o líquido amplifica bastante as sensações olfativas. Ante uma riqueza deliciosa e uma grata complexidade defrontei-me com uma textura praticamente oleosa e um tanto espessa [(quase dá para mastigar :)], podendo perceber notas bem presentes de malte torrado, chocolate amargo, caramelo, café, fumo, frutas escuras em segundo plano e uma carga enorme de lúpulo com notas cítricas e resinosas para equilibrar, mas sem agressividade. O final se mostra seco, torrado e amargo e o retrogosto é agridoce e alcóolico. O corpo é médio-alto e a carbonatação é média-baixa, sendo fácil degustar uma garrafa grande. O álcool de 9,5% ABV é muito bem inserido e dá um agradável calor na garganta, mas não consegue roubar a cena ante tanta complexidade. Enfim, está em harmonia com o belo e prazeroso conjunto. A drinkability é excepcional!

Tudo nesta cerveja é amplificado, robusto e marcante. Creme, adocicado, amargor, adstringência, retrogosto etc conduzem a um estado de satisfação plena. Tenho mais um exemplar vintage 2011 para tempos vindouros.

Imperdível!
Avaliação Geral 
 
4.6
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Fabiano Pereira Analisado por Fabiano Pereira 15 de Outubro de 2013
Avaliador Top 100  -   Veja todas minhas avaliações (254)

A Great Divide Yeti Imperial Stout, como o nome sugere, é do estilo Stout, sub-estilo Russian Imperial Stout, este caracterizador de cervejas de alta fermentação, geralmente com pouco gás e bastante álcool, forte sabor de chocolate, café e maltes torrados, coloração muito escura e grande complexidade tanto no aroma quanto no sabor, com frutado e amargor salientes. A história do estilo remonta ao século XVIII época em que a Corte Imperial da Rússia teria viajado a Londres e, tendo gostado das Stouts locais, encomendou barris daquela cerveja. Entretanto, a longa viagem através do mar Báltico terminava por estragar a cerveja. A solução foi desenvolver uma stout robusta e alcoólica o suficiente para suportar a viagem, preservando a cerveja e impedindo que ela congelasse. Esse tipo de stout foi batizada de Russian Imperial Stout, ou simplesmente Imperial Stout.

É produzida pela cervejaria Great Divide, sediada na cidade de Denver/Colorado/EUA, tendo sido uma microcervejaria pioneira na região. Fundada em 1994 por Brian Dunn começou pequena, com apenas um funcionário. Em 2007 foi eleita a melhor cervejaria do mundo pelo Ratebeer e atualmente emprega 45 pessoas e é reconhecida no pais inteiro como uma das melhores e maiores produtoras de cervejas artesanais dos EUA. No portfólio a gama de rótulos é enorme, mas destaco a Titan IPA, a Hércules Double IPA, a Espresso OAK Aged Yeti, a Old Ruffian - Barley Wine, a Barrel Aged Yeti, a Belgian Style Yeti etc.

Vintage 2011 (16 de dezembro) - validade ???. A garrafa é de 650 ml, cor marrom, belo e colorido rótulo de papel onde se lê em letras grandes o nome e o estilo da cerveja, juntos da figura do lendário Pé-Grande. Destaque para a presença de referência às impressões sensoriais, opções de harmonização e a menção aos vários prémios ganhos pelo rótulo.

Vertida na taça revelou um líquido de coloração enegrecida, não translúcido, com espuma marrom escuro de bela formação e consistência, um tanto densa e volumosa, permeada por bolhas grandes e de manutenção mediana. Ao girá-la na taça as paredes laterais do vidro ficam tomadas pelo líquido viscoso mais ou menos como bolinhas de sagú, ou lágrimas, escorrendo e, ao final, um fino tampão de creme ainda persistiu sobre o líquido. Perlage (bolhas) praticamente imperceptível. Apresentação digna de nota máxima!

O aroma desta cerveja é formidável! Mostrou-se intensamente rico e complexo e descortinou-se em notas pesadas de maltes torrados, café, caramelo, toffee, chocolate amargo, tabaco, melaço, leveduras, ésteres de frutas escuras, álcool e notas de grapefruit, cortesia dos lúpulos cítricos (75 IBU's).

No paladar o líquido amplifica bastante as sensações olfativas. Ante uma riqueza deliciosa e uma grata complexidade defrontei-me com uma textura praticamente oleosa e um tanto espessa [(quase dá para mastigar :)], podendo perceber notas bem presentes de malte torrado, chocolate amargo, caramelo, café, fumo, frutas escuras em segundo plano e uma carga enorme de lúpulo com notas cítricas e resinosas para equilibrar, mas sem agressividade. O final se mostra seco, torrado e amargo e o retrogosto é agridoce e alcóolico. O corpo é médio-alto e a carbonatação é média-baixa, sendo fácil degustar uma garrafa grande. O álcool de 9,5% ABV é muito bem inserido e dá um agradável calor na garganta, mas não consegue roubar a cena ante tanta complexidade. Enfim, está em harmonia com o belo e prazeroso conjunto. A drinkability é excepcional!

Tudo nesta cerveja é amplificado, robusto e marcante. Creme, adocicado, amargor, adstringência, retrogosto etc conduzem a um estado de satisfação plena. Tenho mais um exemplar vintage 2011 para tempos vindouros.

Imperdível!

Detalhes

Degustada em
13/Outubro/2013
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
650 ml
Onde comprou
EUA
Preço
U$ 8,50
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Cerveja negra, de creme castanho, semidenso e de pouca persistência. O aroma apresenta nuances de chocolate, malte torrado, baunilha e lúpulo. No sabor, senti notas de café, malte torrado, chocolate e lúpulo bem leve ao final do gole. Uma cerveja encorpada e efervescente. Ímpar, deliciosa. Mais uma Russian Imperial Stout americana que me impressionou e MUITO. Valeu cada centavo !
Avaliação Geral 
 
4.6
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Alan Cólen Analisado por Alan Cólen 05 de Janeiro de 2013
Atualizado pela última vez: 05 de Janeiro de 2013
Avaliador Top 50  -   Veja todas minhas avaliações (554)

Cerveja negra, de creme castanho, semidenso e de pouca persistência. O aroma apresenta nuances de chocolate, malte torrado, baunilha e lúpulo. No sabor, senti notas de café, malte torrado, chocolate e lúpulo bem leve ao final do gole. Uma cerveja encorpada e efervescente. Ímpar, deliciosa. Mais uma Russian Imperial Stout americana que me impressionou e MUITO. Valeu cada centavo !

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Volume em ml
650 ml
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Uma das mais clássicas e na minha opinião uma das melhores Russian Imperial Stout do mundo. A Yeti em sua versão "virgem", é uma das melhores da linha da Great Divide, com vigor aromático vindo de todos os elementos e ao mesmo tempo, todos se encaixando perfeitamente.
Quando vertida na taça, apresentou coloração negra, completamente opaca. Acima do líquido negro, um creme espesso, de cor marrom escura, bem formado e duradouro, perdura por um bom tempo, fazendo rendas nas laterais.
Aromas de leveduras e malte se combinam perfeitamente trazendo aromas de licor de ameixas, além da profundidade de aromas achocolatados, de nozes e um sutil café ao fundo. A rusticidade do lúpulo vem um pouco mais ao fundo, mas bem perceptível, dominando os aromas herbais, aos cítricos.
O destaque para o paladar é o bom equilíbrio entre a doçura residual dos maltes e o potente torrado que segue, trazendo uma marcante adstringência, ressaltada ainda pela pesada lupulagem no plano de fundo. Tem um perfil bem seco ao final, e amargor que perdura por um bom tempo. Com tamanha carga de maltes, o corpo é obviamente licoroso, denso, além de acompanhar uma carbonatação mediana.
Claro que sou muito suspeito pra falar de um dos estilos que está entre os que mais gosto, se não o meu preferido. A a Great Divide faz uma das melhores Imperial Stout que já tive a chance de provar, fazendo frente inclusive a lendária Dark Lord, ao meu ver. Degustada junto a outras 3 versões da Yeti, ficou atrás apenas da versão Espresso Oak Aged, na minha opinião.
Avaliação Geral 
 
4.6
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Pedro Bianchi Analisado por Pedro Bianchi 16 de Setembro de 2012
Avaliador Top 50  -   Veja todas minhas avaliações (715)

Uma das mais clássicas e na minha opinião uma das melhores Russian Imperial Stout do mundo. A Yeti em sua versão "virgem", é uma das melhores da linha da Great Divide, com vigor aromático vindo de todos os elementos e ao mesmo tempo, todos se encaixando perfeitamente.
Quando vertida na taça, apresentou coloração negra, completamente opaca. Acima do líquido negro, um creme espesso, de cor marrom escura, bem formado e duradouro, perdura por um bom tempo, fazendo rendas nas laterais.
Aromas de leveduras e malte se combinam perfeitamente trazendo aromas de licor de ameixas, além da profundidade de aromas achocolatados, de nozes e um sutil café ao fundo. A rusticidade do lúpulo vem um pouco mais ao fundo, mas bem perceptível, dominando os aromas herbais, aos cítricos.
O destaque para o paladar é o bom equilíbrio entre a doçura residual dos maltes e o potente torrado que segue, trazendo uma marcante adstringência, ressaltada ainda pela pesada lupulagem no plano de fundo. Tem um perfil bem seco ao final, e amargor que perdura por um bom tempo. Com tamanha carga de maltes, o corpo é obviamente licoroso, denso, além de acompanhar uma carbonatação mediana.
Claro que sou muito suspeito pra falar de um dos estilos que está entre os que mais gosto, se não o meu preferido. A a Great Divide faz uma das melhores Imperial Stout que já tive a chance de provar, fazendo frente inclusive a lendária Dark Lord, ao meu ver. Degustada junto a outras 3 versões da Yeti, ficou atrás apenas da versão Espresso Oak Aged, na minha opinião.

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Essa imperial stout americana é corretíssima e agrada aos fãs do estilo como eu.
Sua cor é negra opaca e seu creme bege tem pouca formação e duração.
Aroma torrado intenso com café e lúpulo herbal em segundo plano.
Seu sabor seco traz as características do aroma com álcool pouco percebido.
Final amargo e seco. Encorpada com textura cremosa e baixa carbonatação.
Um conjunto balanceado e bem dentro do estilo sem a complexidade das RIS
envelhecidas em barris. Excelente imperial stout. Altamente recomendada!

Destaque: Degustada nas ilustres presenças dos confrades Burin, Balbin e Cancegliero.
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Sergio Curti Analisado por Sergio Curti 11 de Setembro de 2012
Avaliador Top 50  -   Veja todas minhas avaliações (571)

Essa imperial stout americana é corretíssima e agrada aos fãs do estilo como eu.
Sua cor é negra opaca e seu creme bege tem pouca formação e duração.
Aroma torrado intenso com café e lúpulo herbal em segundo plano.
Seu sabor seco traz as características do aroma com álcool pouco percebido.
Final amargo e seco. Encorpada com textura cremosa e baixa carbonatação.
Um conjunto balanceado e bem dentro do estilo sem a complexidade das RIS
envelhecidas em barris. Excelente imperial stout. Altamente recomendada!

Destaque: Degustada nas ilustres presenças dos confrades Burin, Balbin e Cancegliero.

Detalhes

Degustada em
10/Setembro/2011
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
355 ml
Onde comprou
Cracked Kettle Amsterdam
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Coloração extremamente escura. Creme marrom, denso e persistente. Notas de malte torrado, lúpulo, chocolate, vinho e baunilha. Encorpada e baixa efervescência. Excelente cerveja.
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Henrique Lopes Analisado por Henrique Lopes 07 de Setembro de 2012
Avaliador Top 50  -   Veja todas minhas avaliações (544)

Coloração extremamente escura. Creme marrom, denso e persistente. Notas de malte torrado, lúpulo, chocolate, vinho e baunilha. Encorpada e baixa efervescência. Excelente cerveja.

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Volume em ml
650 ml
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
 
Ver todas as avaliações de usuários
 

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: brejas@brejas.com.br

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja
Entre com o Facebook