Entre com o Facebook
Chatoe Rogue First Growth Pumpkin Patche Ale

Chatoe Rogue First Growth Pumpkin Patche Ale

http://www.brejas.com.br/media/reviews/photos/thumbnail/300x300s/06/77/e9/_roguechatoepumpkinpatchale22oz-77799-zoom-1336949435.jpg
 
4.3
 
3.7 (8)
981   2   3
 
Escrever Avaliação

Informações

Álcool (%)
5.2% ABV
IBU
25
Cor SRM
7,00
Ingredientes
Rogue farms pumpkins, great western 2-row, carawheat, weyermann carafe malts, rogue micro hopyard rebel hops, ginger, cloves, vanilla bean, cinnamon, cardamon, hutmeg, free range coastqal water and pacman yeast
Ativa:
Temperatura
Copo ideal

Dedicated to Farmers and Fermenters. GYO is a Rogue Ales term for Grow Your Own HISTORY The newest addition to the Chatoe Rogue series is Pumpkin Patch Ale, a beer made using fresh pumpkins grown in a patch that borders Rogue’s 42 acre hop yard. The pumpkins are picked, loaded into Rogue’s farm truck, driven immediately 77 miles to our brewery in Newport, quickly roasted, and pitched into the brew kettle to create a batch of Pumpkin Patch Ale.

Avaliações do Editor

Cor cobre avermelhada, espuma bege amarelada.
Muito perfumada, daquelas brejas de abóbora bem condimentadas, que a gente encontra um monte de coisas.

Nós moscada, cravo, rapadura, canela.
Além de, obviamente, abóbora.

A receita leva também semente de baunilha, que deve ajudar neste toque adocicado que me lembrou rapadura.
Provavelmente o gengibre é o responsável por tornar a breja picante na boca. O dulçor me lembrou até o açúcar queimado de pé de moleque.

O lúpulo fica muito bem no conjunto, equilibrando o dulçor sem ser exagerado no amargor, que acaba aparecendo mais no final e retrogosto.
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10

Cor cobre avermelhada, espuma bege amarelada.
Muito perfumada, daquelas brejas de abóbora bem condimentadas, que a gente encontra um monte de coisas.

Nós moscada, cravo, rapadura, canela.
Além de, obviamente, abóbora.

A receita leva também semente de baunilha, que deve ajudar neste toque adocicado que me lembrou rapadura.
Provavelmente o gengibre é o responsável por tornar a breja picante na boca. O dulçor me lembrou até o açúcar queimado de pé de moleque.

O lúpulo fica muito bem no conjunto, equilibrando o dulçor sem ser exagerado no amargor, que acaba aparecendo mais no final e retrogosto.

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Volume em ml
600 ml
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
 

Avaliações dos usuários Ver todas as avaliações de usuários

Avaliação média dos usuários: 8 usuário(s)

Avaliação Geral 
 
3.7
Aroma 
 
8/10  (8)
Aparência 
 
4/5  (8)
Sabor 
 
15/20  (8)
Sensação 
 
4/5  (8)
Conjunto 
 
7/10  (8)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Essa Pumpkin Patch Ale da Rogue demonstra desde o início ter muita personalidade. Seu visual é belo e atraente. Possui coloração de madeira, marrom-escuro, um âmbar escuro e opaco, com muita efervescência e sem sedimentos. Copo final ainda mais escuro e denso, com um pouquinho de sedimentos. Forma uma camada bem consistente de creme bege claro, fofo, macio, com duradoura permanência. Deixa espalhada uma bela mancha de lacing.

O aroma é muito potente e desprende notas com enorme facilidade. Há uma presença pesada de condimentos como baunílha, cravo, canela, gengibre e noz moscada. Mas nota-se claramente o aroma de doce de abóbora. Todas essas sensações encobrem notas mais triviais (mas ainda presentes) de pão, malte, madeira/defumado, caramelo, castanhas/nozes, frutas secas e lúpulo. Complexidade muitíssimo interessante, até por conta de todos os insumos utilizados. Não demonstra qualquer tipo de off-flavor.

Na boca, o equilíbrio é imenso, mesmo com todas as notas já citadas anteriormente. Abóbora e condimentos casam perfeitamente com malte intenso (caramelado e amadeirado) e lúpulo herbal. Gole muito harmonioso. Há um pouco de picância, talvez uso de gengibre. O retrogosto é um pouco adstringente, seco e picante/temperado, com traços de condimentos e sensação mais contundente de malte defumado/tostado. O corpo dessa cerveja é leve e sedoso, com uma sensação macia de diacetil. A carbonatação é média/fraca, contribuindo para uma certa cremosidade. O álcool é totalmente discreto e sem interferência. Drinkability realmente muito boa. Apesar do aroma carregado, o gole não passa nem perto de ser enjoativo, na verdade é uma cerveja muito fácil de tomar. Não é uma mera Session Beer.

Essa Pumpkin Patch Ale foi a primeira cerveja de abóbora que eu tomei. Tentei avaliar da maneira mais técnica possível e acredito que ela tenha se saído muitíssimo bem. Talvez o lado menos positivo tenha sido o retrogosto sem grande destaque, mesmo a textura sendo bem agradável. Mas fatalmente o ponto mais positivo é o paladar extremamente equilibrado e não extremo, não enjoativo. O aroma também ganha destaque mas mais pelo exagero de notas condimentadas, que remetem totalmente a doce de abóbora (abóbora com cravo). De certo, recomendo muitíssimo esse rótulo, que me abriu portas a conhecer outras Pumpkin Ale. Sensacional!!!
Avaliação Geral 
 
3.9
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10

Essa Pumpkin Patch Ale da Rogue demonstra desde o início ter muita personalidade. Seu visual é belo e atraente. Possui coloração de madeira, marrom-escuro, um âmbar escuro e opaco, com muita efervescência e sem sedimentos. Copo final ainda mais escuro e denso, com um pouquinho de sedimentos. Forma uma camada bem consistente de creme bege claro, fofo, macio, com duradoura permanência. Deixa espalhada uma bela mancha de lacing.

O aroma é muito potente e desprende notas com enorme facilidade. Há uma presença pesada de condimentos como baunílha, cravo, canela, gengibre e noz moscada. Mas nota-se claramente o aroma de doce de abóbora. Todas essas sensações encobrem notas mais triviais (mas ainda presentes) de pão, malte, madeira/defumado, caramelo, castanhas/nozes, frutas secas e lúpulo. Complexidade muitíssimo interessante, até por conta de todos os insumos utilizados. Não demonstra qualquer tipo de off-flavor.

Na boca, o equilíbrio é imenso, mesmo com todas as notas já citadas anteriormente. Abóbora e condimentos casam perfeitamente com malte intenso (caramelado e amadeirado) e lúpulo herbal. Gole muito harmonioso. Há um pouco de picância, talvez uso de gengibre. O retrogosto é um pouco adstringente, seco e picante/temperado, com traços de condimentos e sensação mais contundente de malte defumado/tostado. O corpo dessa cerveja é leve e sedoso, com uma sensação macia de diacetil. A carbonatação é média/fraca, contribuindo para uma certa cremosidade. O álcool é totalmente discreto e sem interferência. Drinkability realmente muito boa. Apesar do aroma carregado, o gole não passa nem perto de ser enjoativo, na verdade é uma cerveja muito fácil de tomar. Não é uma mera Session Beer.

Essa Pumpkin Patch Ale foi a primeira cerveja de abóbora que eu tomei. Tentei avaliar da maneira mais técnica possível e acredito que ela tenha se saído muitíssimo bem. Talvez o lado menos positivo tenha sido o retrogosto sem grande destaque, mesmo a textura sendo bem agradável. Mas fatalmente o ponto mais positivo é o paladar extremamente equilibrado e não extremo, não enjoativo. O aroma também ganha destaque mas mais pelo exagero de notas condimentadas, que remetem totalmente a doce de abóbora (abóbora com cravo). De certo, recomendo muitíssimo esse rótulo, que me abriu portas a conhecer outras Pumpkin Ale. Sensacional!!!

Detalhes

Degustada em
25/Março/2013
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
650 ml
Onde comprou
EAP
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
.
Avaliação Geral 
 
2.7
Aroma 
 
5/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
11/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
5/10
André . Analisado por André . 05 de Fevereiro de 2013
Avaliador Top 50  -   Veja todas minhas avaliações (484)

.

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Coloração âmbar, líquido com alta turbidez, média formação de creme bege de média consistência e alta persistência.

Aroma apresenta logo de imediato as esperadas notas de abóbora, leve caramelo, pouco defumado, floral e mel. Bem agradável!

No paladar a abóbora também se destaca, contudo há ainda um leve tostado, defumado e final rapidamente herbal. Retrogosto com dulçor moderado e herbal.

Cerveja de Corpo médio, textura seca, de média carbonatação e alto drinkability. Bela pumpkin!
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
FiL Crux Analisado por FiL Crux 29 de Junho de 2012
Avaliador Top 50  -   Veja todas minhas avaliações (480)

Coloração âmbar, líquido com alta turbidez, média formação de creme bege de média consistência e alta persistência.

Aroma apresenta logo de imediato as esperadas notas de abóbora, leve caramelo, pouco defumado, floral e mel. Bem agradável!

No paladar a abóbora também se destaca, contudo há ainda um leve tostado, defumado e final rapidamente herbal. Retrogosto com dulçor moderado e herbal.

Cerveja de Corpo médio, textura seca, de média carbonatação e alto drinkability. Bela pumpkin!

Detalhes

Degustada em
16/Junho/2012
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
650 ml
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Coloração avermelhada. Creme de boa formação e média persistência. No aroma, gengibre e abóbora. No sabor, gengibre, abóbora e lúpulo. Leve azedo no final. Agradável.
Avaliação Geral 
 
3.4
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Henrique Lopes Analisado por Henrique Lopes 09 de Junho de 2012
Avaliador Top 50  -   Veja todas minhas avaliações (544)

Coloração avermelhada. Creme de boa formação e média persistência. No aroma, gengibre e abóbora. No sabor, gengibre, abóbora e lúpulo. Leve azedo no final. Agradável.

Detalhes

Envasamento
Garrafa
Volume em ml
650 ml
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
Breja rubi amarronzada, de creme semidenso e pouco persistente. O aroma é de gengibre e abóbora. O sabor acompanha, com presença de lúpulo. O corpo é médio e é uma cerveja efervescente. Boa.
Avaliação Geral 
 
3.3
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Alan Cólen Analisado por Alan Cólen 08 de Junho de 2012
Avaliador Top 50  -   Veja todas minhas avaliações (554)

Breja rubi amarronzada, de creme semidenso e pouco persistente. O aroma é de gengibre e abóbora. O sabor acompanha, com presença de lúpulo. O corpo é médio e é uma cerveja efervescente. Boa.

Detalhes

Degustada em
07/Junho/2012
Envasamento
Garrafa
Volume em ml
650 ml
Adicionar foto/arquivo
Considera esta avaliação útil? 
 
Ver todas as avaliações de usuários
 

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: brejas@brejas.com.br

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja
Entre com o Facebook