Cadastre-se

8 Wired iStout

Jota Fanchin QueirozJota Fanchin Queiroz  
 
4.5 (5)
2133   0   1  
 
Escrever Avaliação
Adicionar a uma lista
8 Wired iStout

Informações

Álcool (%)
10.5% ABV
Ativa
Temperatura
Copo ideal

Beware, this is a BIG beer. Brimming with luscious roasted coffee and chocolate malt flavours which are balanced by a brisk bitterness and bold freshness from the hops. If you’re feeling politically incorrect try it with your favourite cigar, or a dram of your best single malt whisky. Or, if your tooth is sweeter, why not jump in at the deep end with the most decadent dessert of all; half a bottle in a glass with a generous scoop of vanilla ice cream on top (beer geeks like us know it as the Imperial Stout Float). Or simply enjoy it on its own as a decadent dessert or night cap - the perfect winter warmer! If you don’t already know the history of Russian Imperial Stouts please check it out on the internet, it’s a good story. But remember, although based on that century-old classic style, this beer is a very modern interpretation, like all our beers!

Avaliações

5 avaliações

5 estrelas
 
(3)
4 estrelas
 
(2)
3 estrelas
 
(0)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
9/10  (5)
Aparência 
 
4/5  (5)
Sabor 
 
18/20  (5)
Sensação 
 
5/5  (5)
Conjunto 
 
9/10  (5)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Avaliação Geral 
 
4.6
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10

Aroma chocolate ao leite, leve cafe, tostado,floral e toffee. Sabor frutado, tostado bem leve, chocolate amargo, um leve defumado, herbal, doce dominante, com um amargor leve, álcool ainda não apareceu no gosto, mas dá uma quentura, textura licorosa com um final seco e equilibrado.
De fato uma puta cerveja. Otima combinação de cheiro e gosto, nada sobresai demais, forte, facil de beber e muito equilibrada.

Detalhes

Degustada em
18/Janeiro/2015
Envasamento
Volume em ml
500 ml
Onde comprou
Mamãe Bebidas
Preço
20,00
Considera esta avaliação útil? 
Avaliação Geral 
 
4.6
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
10/10

Líquido negro e opaco. Creme marrom, de baixas formação e retenção, média consistência.
Aroma indescritivelmente perfumado para o chocolate, notas multidimensionais de chocolate cremoso ao leite, chocolate amargo, e torrefação remetida a cacau, além de notas de café, malte torrado, frutas escuras quase imperceptíveis, e um calor alcoólico muito sutil. No sabor, a complexidade do chocolate preenche a boca com uma textura cremosa, quase mastigável, fazendo com que você permaneça com o líquido na boca por um tempo antes de engolir. O final é sedoso, arredonda o dulçor achocolatado à textura cremosa do líquido, gerando um drinkability alto para uma cerveja complexa e potente, como poucas vezes tive a experiência. Retrogosto mantém cremosidade do líquido, juntamente com torrefação de malte e café, e retronasal ainda traz notas de chocolate e café.
Fiquei muito impressionado positivamente com esse rótulo neozelandês. Poucas RIS tem uma complexidade tamanha aliada a um bom drinkability e textura. Experiência indubitavelmente válida!

Detalhes

Degustada em
15/Dezembro/2014
Envasamento
Volume em ml
500 ml
Onde comprou
Mamãe Bebidas
Considera esta avaliação útil? 
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10

Cor negra intensa com espuma marrom claro de excelente formação e duração. O aroma traz as notas torradas e defumadas típicas do estilo, lembra bacon, cinzas, café e até chocolate amargo, tudo muito evidente. Na boca o toque queimado é delicioso, seguido de notas salgadas, calor alcoólico, malte defumado e lúpulo herbal. Se não há tanta complexidade, há equilíbrio impecável. Final quente, seco e salgado, com notas torradas e herbais no retrogosto.

Detalhes

Degustada em
19/Abril/2014
Envasamento
Volume em ml
500 ml
Onde comprou
Mamão Bebidas
Preço
49,00
Considera esta avaliação útil? 
Avaliação Geral 
 
4.6
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10

A primeira cerveja neo-zelandesa que provo e que baita surpresa. Quando tive a oportunidade de provar a cerveja nº1 no ranking do site gringo RateBeer, não tive dúvidas. Trata-se de uma Imperial Stout elegante e complexa, do nível das melhores americanas do estilo.
Apresentou coloração marrom escuro, quase chegando a negrura e completamente opaca. Seu creme era de coloração bege em tons escuros e se formou razoavelmente, mantendo também uma duração mediana. Deixa ainda marca de que esteve ali, com a espuma fazendo renda e o líquido manchando as laterais da taça.
Os aromas trazem uma gama extensa e começa por tons mais rústicos e torrados, sugerindo madeira, café, chocolate e ainda tons herbais. Mesmo com toda a abundância de aromas rústicos, a cerveja ainda exibe aromas delicados de frutas como ameixa e cereja, além de sugestões de vinho do porto e melaço.
O mesmo acontece no paladar, com um contraste intenso e destaque para os maltes. O começo traz uma doçura e frutado de maneira um pouco mais marcante. Logo essa doçura toda é encoberta por nuances mais rústicas, com a secura intensa dos maltes torrados e uma lupulagem abundante, que persistem por um longo período . O corpo é extremamente licoroso e robusto, preenchendo completamente a boca, acompanhado de uma carbonatação baixa.
De fato, é impressionante como os neo-zelandeses conseguiram unir características tão distintas e marcantes de maneira tão harmônica.

Detalhes

Envasamento
Considera esta avaliação útil? 
(Atualizado: 01 de Dezembro de 2011)
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10

Imperial Stout deliciosa. Começa com uma apresentação charmosa, noturna, garrafa e rótulo classicamente negros.
Vertida na taça apresentou um líquido quase negro, opaco, denso e que forma um creme bege escuro também denso, de médio volume, média/baixa persistência mas que deixa significativos laços.
O aroma, ponto alto, é pronunciado e delicioso: muito chocolate amargo com café, maltes tostados e frutas escuras em segundo plano. Tudo isso equilibrado por suaves notas alcoólicas e um surpreendente lúpulo terroso.
O sabor começa com um perfeito equilíbrio entre o adocicado do malte (chocolate, frutas escuras e toffee) e notas defumadas de café e malte torrado. O final é levemente amargo e seco, mas preciso para cortar o sabor inicial. O aftertaste suavemente adocicado, lembrando um chocolate belga bastante intenso.
Corpo sedoso e carbonatação média em uma das melhores stouts que já provei.
Cerveja que pode alcançar a perfeição se harmonizada com sobremesas.

Detalhes

Envasamento
Considera esta avaliação útil? 

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja
Cadastre-se