CHIMAY – Vivendo a experiência trapista

16 Comentários
1.400 visitas

chimay9.jpg

A cerveja belga trapista Chimay costuma ser incensada por dez entre dez apreciadores. Por sinal, foi a Chimay azul (Bleue) a responsável por despertar o paladar de alguns dos Confrades de BREJAS para as cervejas especiais. Imagine-se então na Bélgica, visitando a Abadia de Notre Dame de Scourmont — onde a breja é produzida — e de quebra ainda hospedando-se no Auberge de Poteaupré, hotel mantido pelos próprios monges!

Foi dessa “experiência de imersão” na Chimay que desfrutaram os amigos de BREJAS Fábio, Rachel, Flávio e Melissa. Eles descobriram o lugar meio que por acaso, numa viagem que faziam, de carro, em direção ao sul da Bélgica. Seguindo o faro cervejeiro, foram parar na localidade de Bourlers, onde fica o hotel. No restaurante do térreo, depararam com uma versão celeste dos amantes da Chimay.

chimay1.jpg

O que o leitor vê na foto acima consiste na Triple Dégustation, um carrossel idílico das Chimay Rouge, Triple e Bleue, a fim de degustá-las juntas e entender a diferença de sabores, aromas e demais sensações entre as brejas. O preço? Cinco euros…

O cardápio é vasto de opções, sendo que os itens são quase todos fabricados na Abadia utilizando a própria cerveja Chimay como matéria-prima. Há 5 tipos de queijos feitos com a Chimay (€ 5,00 a porção), starters (€ 5,00 a € 9,00) refeições completas (€ 8,00 a € 19,00), sanduíches e sobremesas. Quer satisfazer o seu sonho de ébrio e apenas encher o caneco de Chimay? Sem problema. As garrafas de 750ml da Rouge (Première), Triple (Cinq Cents) e Bleue (Grand Rèserve) não saem a mais do que € 5,50 a unidade!

chimay4.jpg

Perto dali, a cerca de 4 Km, fica a Abadia de Notre Dame de Scourmont, na localidade do mesmo nome, onde vivem os monges da Ordem Trapista (oficialmente, Ordem dos Cistercienses Reformados de Estrita Observância). Sobre eles, leia mais AQUI, AQUI e AQUI.

E, depois das experiências gastronômicas e espirituais a que bravamente se submeteram, os argonautas amigos de BREJAS repousaram felizes nos honestíssimos quartos do Auberge de Poteaupré, com vista para as pradarias verdejantes da Bélgica, ao preço de € 65,00 o casal. Nada mau para uma verdadeira Chimay Experience

16 Respostas para “CHIMAY – Vivendo a experiência trapista”


  • Pelo fato dessas cervejas estarem sendo degustadas na Bélgica, consequentemente os preços são mais baixos.
    E ela chegar a preços mais altos aqui em São Paulo, é normal até certo ponto pois o que é cobrado aqui é totalmente exorbitante.
    No mercado brasileiro chegaram a Hoegaarden, Leffe e a excelente Belle Vue, que a Ambev traga muito mais cervejas belgas a preços acessíveis.
    Abraços.

  • Que inveja…..já sei para onde vou nas próximas férias
    Valeu pela dica

  • 3 Mauricio (BREJAS)

    Pessoal,

    Sobre os valores contidos no texto, esclareço que o nosso espanto foi constatar que os preços da Chimay praticados no Auberge de Poteaupré são muito mais baixos até para os padrões belgas.

    Já encontrei, na Bélgica, uma garrafa de 750ml de Chimay sendo vendida a € 20,00.

    Um abraço.

  • maravilha!
    foi necessário fazer reserva para ficar hospedado em tão encantador recanto?

  • 5 Mauricio (BREJAS)

    Cilmara,
    Pelo que os amigos de BREJAS nos informaram, não precisou. Foi só chegar e ir ficando…
    Todavia, se você for, compensa mais reservar anters do que contar com a sorte.
    Um abraço e boa viagem.

  • Desculpem minha ignorância, mas qual é a pronúncia correta da palavra Chimay?
    Abraços a todos!

  • Erik,
    Na Bélgica, pronuncia-se “Chimé”.
    Um abração.

  • 8 Rodrigo Campos

    Erik,
    Dá uma olhadinha deste link:
    http://belgianstyle.com/mmguide/pronounce/speak.html

    Lá você vai poder escutar a pronúncia de várias palavras relacionadas com o mundo cervejeiro.

    Bom proveito.

    Rodrigo Campos
    Fortaleza – Ce

  • 9 Rodrigo Campos

    Maurício,
    Vocês poderiam até mesmo colocar este link no site Brejas.
    Tenho certeza que será muito útil para todos.

    Abraços,
    Rodrigo Campos
    Fortaleza – Ce

  • Se você não pode ir à Bélgica, em São Paulo, a Chimay pode ser apreciada num novo estabelecimento, um pub / restaurante chamado Mulligan, entre a Bela Cintra e a Al. Itu. Eu estive lá e recomendo. A Chimay é realmente excelente. O preço está em torno de R$ 15,00 a garrafa de 330 ml.
    Abraços

  • Otima indicação. Conheci esse restaurante pub, diferente de todos os pubs que temos em SP. Além das ótimas cervejas, uma excelente comida com sugestões de hamonizações. Excelente!!!

  • Vale o que o bebemos!

  • A Chimay é uma maravilha mesmo ( principalmente a bleu) acho que só perde para a rochefort 8 (que também é trapista e mais artesanal). Eu tive a “infelicidade” de morar por 6 meses no sul da belgica para estudar … e por “azar” tinha um Hipercarrefour ao lado da universidade… todo dia passava lá e levava uma garrafa diferente ( mas não conseguia acompanhar o belga da casa que eu morava.. ele tomava no café da manhã!) … claro que as trapistas iam várias vezes para casa… mas ainda acho que não tem imposto e transporte que justifique o preço cobrado aqui.. nos mercado pagava em torno de 1,20 euros no mercado e uns 3 a 4 nos bares.. para termos de comparação ( pensando só no transporte) o mesmo vinho chileno que nos supermercados do brasil sai em torno de 20 reais.. lá eu pagaria 12 reais ( isso mesmo reais um vinho chileno comum tipo concha y toro lá são +/- 5 euros ) então acho que não são 50% de imposto que justifica o valor..)

  • Acabei de ver hoje (29.1.2012) uma matéria do Globo Rural (TV GLOBO) sobre a cerveja e o queijo de Chimay. Corrí para a internet e foi com grata surpresa que encontrei estre blog e as dicas acima. Parabéns por todas as dicas deste blob e aos “bravos desbravadores” que encontraram este belo lugar na Bélgica. O roteiro descrito é de dar “água na boca” (ou melhor, de dar uma “sede danada”). Abraços a todos !

  • Olá pessoal. Gostaria de saber, também, onde encontro no Rio de Janeiro o queijo chimay. Grata.

  • Já sabia sobre a cerveja e o queijo por amigos que estiveram lá. Também assistí à matéria na Globo e ao procurar mais sobre Chimay, acabei os vendo aqui. Muito legal. Parabéns Flavio e Melissa pelo bom gosto.

Os Comentários estão suspensos.


Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]