Cadastre-se

Detalhe da Avaliação

3.8 52
Bélgica
Mauricio Beltramelli
Mauricio Beltramelli
28 de Agosto de 2008 9305
Avaliação Geral
 
3.9
Aroma
 
6/10
Aparência
 
5/5
Sabor
 
16/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
8/10
Ale belga, que já vem de duas medalhas de ouros, conquistadas no ano passado, em um dos mais importantes concursos cervejeiros no mundo. A St. Feuillien vem com uma loirinha marcante, com um perfil bem diferente daquelas Blond Ale frutadinhas, e sim com um caráter mais amargo e seco, chegando a lembrar uma Golden Strong Ale.
Logo que servida na taça, mostra uma formação de creme abundante, de coloração branca e textura cremosa, lembrando vividamente uma nuvem, desenhando as laterais da taça. Abaixo deste volumoso creme, um líquido dourado intenso, completamente límpido.
As notas cítricas de limão e abacaxi chegam com dificuldade ao nariz, mostrando pouco interesse em desaflorar. Os lúpulos são evidentes, de perfil herbáceo e terroso, deixando os aromas maltados de mel, em segundo plano. Há ainda um cítrico/picante de laranja e sementes de coentro, não tenho certeza se da adição das próprias.
A evolução da parte olfativa para a parte gustativa é evidente. A loirinha vem com muito mais potência e, mesmo assim, uma grande harmonia entre os elementos. O frutado de tutti-frutti e cítrico de abacaxi e laranja ficam em primeiro plano, deixando os tons de mel como plano de fundo. Os lúpulos dão a cara sem medo ao final, trazendo um encerramento de amargor marcante e seco, fazendo a boca implorar por um novo gole. Lúpulos ainda trazem uma pegada mais condimentada de pimenta-do-reino. Possui um corpo extremamente delicado e uma carbonatação crocante, que já era visiviel na taça e se confirma na boca. O álcool, mesmo que com os "modestos" 7,5% são nítidos e trazem uma sensação aquecedora.
A St. Feuillien me surpreende a cada rótulo provado. Cada um melhor que o outro, todos de altíssima qualidade. A mais levinha da cervejaria é uma cerveja de perfil achampanhado, mas com amargor destacado, que surpreende pela delicadeza do corpo, mas sabor marcante. Se os lúpulos aromáticos utilizados na receita fossem mais intensos, enriqueceria ainda mais o conjunto.

Detalhes

Degustada em
31/Julho/2011
Envasamento
Denunciar esta avaliação Considera esta avaliação útil? 0 0

Comentários

Para escrever uma avaliação registre-se ou faça seu .
Cadastre-se