Cadastre-se

Detalhe da Avaliação

Bélgica Pedro BianchiPedro Bianchi 16 de Dezembro de 2011 2050
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
8/10
Curioso para saber como está o nível dos homebrewers europeus, resolvi provar uma Quadrupel, com receita feita por um cervejeiro caseiro, ganhadora da melhor cerveja caseira de 2011 da Bélgica. Teve a honra de ser feita na cervejaria De Proefbrouwerij e eu tive a honra de prova-la.
Apresentou coloração cobre em tons avermelhados, com muita opacidade. Seu creme se formou com facilidade, mostrando cor bege e uma duração razoável, deixando marcas nas laterais da taça durante a queda.
Os aromas maltados mostram-se dominantes, trazendo bastante de caramelo, amêndoas, chocolate, avelã e maçã do amor. As leveduras se fazem presentes, em aromas frutados, evocando uvas passas, vinho do porto e cereja. Há uma pegada mais rústica para contrastar com a doçura dominante, remetendo a madeira e algo estranho que lembrou queijo.
Os maltes continuam lá, firmes e fortes, trazendo a doçura típica do estilo, mas sendo combatidos com uma sutil citricidade de frutas mais "azedinhas" e uma lupulagem sutil, mas que traz um interessante amargor herbal. Além disso, há um leve torrado, dando um pouco mais de equilíbrio a doçura. O álcool mostra-se evidente, mas não de maneira agressiva.
Na verdade, esperava um pouco mais desta cerveja. Quando se lê a palavra "premiada" logo suas expectativas vão aos céus e isso pode acabar atrapalhando na degustação. Trata-se de uma Quadrupel muito bem feita, é verdade, mas não traz algo que a destaque entre as outras, ou faça com que chegue perto das minhas favoritas do estilo, que sou muito fã por sinal.

Detalhes

Degustada em
06/Outubro/2011
Envasamento
Denunciar esta avaliação Considera esta avaliação útil? 0 0

Comentários

Para escrever uma avaliação registre-se ou faça seu .

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se