Cadastre-se

Black Damnation II Mocha Bomb

FiL Crux
Updated 06 de Outubro de 2015
 
4.4 (5)
2123 0 1

Avaliações dos usuários

5 avaliações
5 estrelas
 
40%
4 estrelas
 
60%
3 estrelas
 
0%
2 estrelas
 
0%
1 estrela
 
0%
Avaliação Geral
 
4.4
Aroma
 
9/10(5)
Aparência
 
5/5(5)
Sabor
 
17/20(5)
Sensação
 
4/5(5)
Conjunto
 
9/10(5)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
5 resultados - mostrando 1 - 5
Ordenar
Avaliação Geral
 
4.9
Aroma
 
10/10
Aparência
 
5/5
Sabor
 
19/20
Sensação
 
5/5
Conjunto
 
10/10
-

Detalhes

Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde bebeu
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral
 
3.9
Aroma
 
8/10
Aparência
 
5/5
Sabor
 
15/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
7/10
Cafezão na cara! Tanto no sabor quanto no aroma, o que predomina é o café.

De coloração bem preta, mostrou uma espuma bege de altura média e duração bem longa.
O lúpulo também tem bom destaque, aparecendo bem mais no sabor do que no aroma. O amargor é o que equilibra a alta torrefação, mas ainda perde na briga pelo balanço completo.

Uma bela cerveja, mas confesso que esperava mais. Bem agradável, mas diria que as cervejas separadamente são melhores.

Detalhes

Degustada em
29/Janeiro/2012
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral
 
4.2
Aroma
 
8/10
Aparência
 
4/5
Sabor
 
17/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
9/10
Degustada a 16,7 graus de temperatura.
Essa imperial stout belga é mais uma das pérolas da Struise.
Sua coloração é negra e seu creme marrom tem boa formação e duração.
Seu aroma apresenta notas equilibradas de café, chocolate, baunilha e madeira.
Tanto no aroma quanto no sabor a potência alcoólica é sentida com suavidade.
No sabor aparecem as notas do aroma, mas o torrado prevalesce e o amargor moderado
é sentido do meio para o final. Encorpada com textura aveludada e seca no final.
Um conjunto muito bom e interessante, por sentir o toque belga neste estilo inglês.
Degustação recomendada!

Destaque: Degustada nas ilustres presenças dos confrades Sangion, Balbin, Cancegliero e Crux.

Detalhes

Degustada em
29/Janeiro/2012
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
www.crackedkettle.com
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral
 
4.4
Aroma
 
9/10
Aparência
 
5/5
Sabor
 
17/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
9/10
A Black Damnation surgiu de uma parceria das cervejarias amigas, De Molen, da Holanda e De Struise, da Bélgica. Trata-se de um blend da Imperial Stout mais famosa de cada cervejaria (as duas são consideradas das melhores do velho mundo): De Struise Black Albert e De Molen Hel & Verdoemenis. A segunda edição desta maravilha foi batizada de Mocha Bomb, e tem a utilização de 50% da Black Albert maturada com grãos de café, 25% de Hel & Verdoemenis maturados em barril de Jack Daniels e 25% da Cuvée Delphine, outra ótima Imperial Stout da Struise.
Apresentou coloração completamente negra e opaca quando vertida na taça, já mostrando alta viscosidade no serviço. Acima do líquido, se formou um creme de cor marrom claro, uma formação abundante e alta duração, apresentando ainda uma textura cremosa, deixando as laterais da taça marcadas.
Como não poderia deixar de ser, os aromas que dominam são do café utilizado na maturação da Black Albert. Os maltes torrados também se destacam, trazendo chocolate amargo, caramelo e cinzas. A maturação nos barris de uísque também trouxeram aromas fundamentais, como baunilha, madeira e coco queimado. A lupulagem intensa da Hel & Verdoemenis aparece, com aquele intenso caráter herbal da holandesa. Ao fundo, o álcool, que não consegue se esconder com tamanha potência.
A cremosidade que os maltes trazem ao paladar é deliciosa. A doçura residual causada pelo mesmo, é igualmente divina e não deixa com que aquele gostinho de café tome conta de tudo, e deixe a cerveja enjoativa. Em segundo plano, aparece um pouco dos aromas frutados, trazendo uma leve doçura e acidez. O amargor, obviamente, é matador, mas não agressívo. Possui um corpo muito sedoso e macio, que acompanha uma carbonatação razoável.
Para quem espera uma Stout com café em grande destaque, acaba se enganando. Mesmo que o café apareça evidentemente, holandeses e belgas não deixaram com que se sobreposse a riqueza dos maltes e a lupulagem um pouco mais intensa. Não tinha como esperar menos de duas das minhas cervejarias européias favoritas.

Detalhes

Degustada em
02/Novembro/2011
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral
 
4.5
Aroma
 
9/10
Aparência
 
5/5
Sabor
 
18/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
9/10
Coloração preta brilhante, baixa formação de creme marrom de boa consistência e certa duração. No aroma, destacam-se notas de madeira, melado, café, baunilha e de fundo, álcool. O paladar entrega todo mix apresentado no aroma e exibe um final bastante amargo oriundo da forte torrefação combinado a notável presença alcoólica. Cerveja de corpo espesso, textura aveludada, baixa carbonatação, médio drinkability e muito bem balanceada. Bela belga! Recomendo.

Detalhes

Degustada em
29/Janeiro/2012
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
5 resultados - mostrando 1 - 5
Cadastre-se