Cadastre-se

Gouden Carolus Cuvée van de Keizer Blauw

Hot
Daniel Calicchio 07 de Setembro de 2008
 
4.4 (80)
27750   0   10  

Avaliações dos usuários

37 avaliações com 5 estrelas

80 avaliações

 
(37)
 
(43)
3 estrelas
 
(0)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
9/10  (80)
Aparência 
 
4/5  (80)
Sabor 
 
18/20  (80)
Sensação 
 
5/5  (80)
Conjunto 
 
9/10  (80)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
37 resultados - mostrando 31 - 35
1 2 3 4 5 6 7 8
Ordenar
Avaliação Geral 
 
4.7
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
20/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Cerveja de acabamento milimétrico, virtuosa como um solista de violino tocando Vivaldi; parece que todas as suas características foram medidas a compasso e balança de precisão. Complexa sem deixar de ser harmoniosa, intensa sem perder a elegância, esta é uma cerveja bastante completa. E suas qualidades foram ainda mais realçadas pelo fato de que ela foi tomada em uma ocasião muito especial (o I Encontro do Brejas), com amigos muito queridos. Ostenta uma cor castanha escura com reflexos avermelhados, e um bom creme denso, de volume mediano e boa persistência. Tanto no aroma como no sabor, ela é ao mesmo tempo sutil e deliciosamente complexa: a combinação dominante de chocolate e cerejas, com notas mais suaves de baunilha/creme e de ameixas passas, remete diretamente à Gouden Carolus Classic, evidenciando claramente o parentesco do fermento e da receita. Aqui, ela ganha mais complexidade e ainda se faz acompanhar de casca da maçãs vermelhas, uvas passas, sugestões de castanhas e de vinho tinto, banana e um assertivo e perfumado floral de fundo com notas de rosas (que é difícil saber se vêm dos lúpulos ou dos álcoois superiores). O retrogosto, longo e macio (sem aquele travo meio seco ou terroso que encontramos em outras ales belgas) começa com notas de chocolate, vinho tinto e ameixas, e depois deixa um perfume residual rico e vívido de café, sem secura.

Se a Gouden Carolus Classic escorrega para a doçura, esta Cuvée van de Keizer apresenta um paladar intenso e perfeitamente equilibrado, com uma ótima evolução na boca. Há uma intensa doçura na entrada, equilibrada pelo álcool, com acidez baixa (o que lhe dá uma sensação surpreendentemente gentil na língua) e textura "lisa" e licorosa, e um fundo solidamente amargo e perfumado, com uma textura levemente pulverizada. O final repete o ciclo: começa com uma doçura licorosa que vai se equilibrando com o amargor residual. Os 11% de álcool estão bem inseridos, enriquecendo e intensificando o conjunto de forma pouco agressiva. No conjunto, ela é exata e perfeitamente harmônica sem abdicar de sua complexidade: dá a sensação de uma cerveja que beira a extravagância e o excesso, mas nunca abdica do perfil macio, equilibrado e harmonioso. Virtuoso. É uma cerveja na qual não se encontram defeitos. Talvez resida aí, justamente, sua limitação: não espere que ela lhe dê uma sensação absolutamente surpreendente e que te derrube da cadeira. Esta é uma cerveja que não peca, e por isso não tem a luxúria da tentação.

Bravo!

Detalhes

Degustada em
05/Dezembro/2009
Envasamento
Volume em ml
750 ml
Onde comprou
Empório Alto dos Pinheiros
Preço
R$ 50
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 1 0
(Atualizado: 29 de Novembro de 2009)
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Bela apresentação da garrafa, tem todo um "background" que dá um ar cerimonioso à degustação. Safrada, degustamos uma 2008. Pra completar a "baixaria", a breja foi servida com as respectivas bolacha e taça da Gouden Carolus, com muita pompa e circunstância pelo Confrade Maurício Beltramelli.

Aparência vermelho-caramelada, com creme bonito e cheio, de bolhas pequeninas e evidentes, só não é perfeita por ter duração média. Aroma delicioso, lembra bebidas quentes, como um licor. A complexidade já começa aqui, percebem-se vários aromas reunidos. Não é tão pronunciado como a Tripel Karmeliet, que toma conta do ambiente onde seu rótulo é aberto. Mas seria desonesto pedir tanto!

Na boca, uma pequena quantidade é suficiente pra uma explosão de sabores! Difícil explicar como uma breja pode ser doce e amarga ao mesmo tempo. Álcool bem inserido, levemente ácida, diferente de tudo que já bebi. Sensação aveludada na boca, sem ser enjoativa.

Resumão: uma breja "Mitológica"!! complexa, balanceada e deliciosa. Breja Top 5 na minha humilde opinião. Não experimentou uma dessa ainda? Tá esperando o quê?!

* Peço perdão por eventuais besteiras homérias escritas acima, essa é minha primeira avaliação aqui no Brejas. Caso o comentário tenha sido prestativo, a "positivação" é bem-vinda.

Detalhes

Degustada em
28/Novembro/2009
Envasamento
Volume em ml
750 ml
Onde comprou
Bar Brejas
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 2 0
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
L'attesa è stata premiata e la degustazione con amici un successo totale. Corposa,complessa e piena di sfumature. Eccezionale

Detalhes

Degustada em
25/Outubro/2009
Envasamento
Onde comprou
posto da mamae bh
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Marrom avermelhada, com creme beje, médio, com aroma fantástico, frutas vermelhas, florais e pecebe-se o alccol inserido. Sabor acachapante, complexo, licoroso e aveludado, com alcool imperceptivel aqui. Sensação nota dez, com retrogosto doce e persistente. Lembra um vinho madeira. Excepcional, vale o quanto pesa.

Detalhes

Degustada em
09/Agosto/2009
Envasamento
Volume em ml
750 ml
Onde comprou
nono bier
Preço
58,00
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.6
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
19/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
A Van de Keizer é uma cerveja especial elaborada todo 24 de fevereiro de cada ano em homenagem ao rei Charles V pela brasseria belga Het Anker. Se você ja conhece as excelentes cervejas Gouden Carolus produzidas pela mesma será presenteado por esta versão especial. Esta marcado no rótulo que pode-se quardá-la deitada por tempo indeterminado, o que intensifica seu corpo. A degustada hoje foi a safra 2005, uma cerveja que ja foi estocada três anos e meio. De cor vinho escuro e espuma bege, mediamente persistente e consistente é uma cerveja levemente frutada mas sobretudo caramelisada, com álcool pouco evidente muito bem introduzido no conjunto, mas que participa acompanhando o final longo e caramelisado. Em agosto último degustamos a safra 2007 que me pareceu bem menos doce e muito mais balanceada. O tempo na cave provalmente intensificou seu gosto.

Detalhes

Degustada em
05/Outubro/2008
Envasamento
Volume em ml
750 ml
Onde comprou
Lausanne
Preço
9.90 CHF
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 4 0
37 resultados - mostrando 31 - 35
1 2 3 4 5 6 7 8

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se