Cadastre-se

Malheur 6

Pedro Bianchi 05 de Agosto de 2012
 
3.7 (10)
2093   0   2  

Avaliações dos usuários

10 avaliações mencionando "

10 avaliações

5 estrelas
 
(0)
 
(8)
 
(2)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
3.7
Aroma 
 
7/10  (10)
Aparência 
 
4/5  (10)
Sabor 
 
15/20  (10)
Sensação 
 
3/5  (10)
Conjunto 
 
7/10  (10)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
10 resultados - mostrando 1 - 5
1 2
Ordenar
Avaliação Geral 
 
3.3
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Dourada acobreada e transparente. Baixa espuma de baixa duração.
Fermento, álcool e um pouco de lúpulo no nariz, pouco volátil no geral.
Maltada, ácida e seca. Amargor médio no início que cresce evidente no fim. Fermento bem presente, porém não com características belgas.
Alta carbonatação, corpo baixo-médio, o álcool apesar de baixo é percebido.
Pale ale amarga, ácida e maltada, levedura bem aparente. Não muito diferenciada, apenas boa.

Detalhes

Degustada em
24/Março/2014
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Mitra Nijmegen
Preço
€ 1,10
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
.

Detalhes

Degustada em
13/Março/2014
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.3
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
-

Detalhes

Degustada em
09/Março/2014
Envasamento
Volume em ml
250 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
8/10
Uma excelente Blond.

Detalhes

Degustada em
05/Outubro/2013
Envasamento
Onde comprou
Delirium Tremens Café - Bruxelas, Bélgica
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 30 de Novembro de 2013)
Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
A saga da cervejaria "Malheur" (que significa "infortúnio" em francês) começa em 1773, quando Balthazar De Landtsheer, antepassado dos atuais proprietários, montou uma cervejaria chamada “De Halve Maan”. O negócio foi herdado por seu filho e depois passado para o seu neto que em 1839 mudou o nome da cervejaria para "Brewery De Zon", ou "Cervejaria do Sol" - nascendo aí o alaranjado forte que se tornou símbolo da marca.

Durante a Primeira Guerra, as atividades da cervejaria foram interrompidas pela primeira vez.

Pouco antes da segunda guerra, o poço que fornecia água acabou sendo contaminado por nitratos, impedindo assim a produção de cerveja própria. Com isso, a cervejaria passou apenas a engarrafar e vender cervejas de outros produtores, estabelecendo parcerias com conterrâneos da "Westmalle", "Mechelen brewery Lamot" (extinta) e importando dos tchecos a "Pilsner Urquell". Após mais um interrupção no período da Segunda Guerra, a família De Landtsheer seguiu as décadas seguintes trabalhando no universo cervejeiro através do plantio e secagem de lúpulos, porém nunca se dedicando à produção de bebida propriamente dita. Com a morte de Adolf De Landtsheer em 1991, seu filho Manu De Landtsheer voltou a alimentar o sonho de reativar a cervejaria.

Finalmente em 1997 o sonho se tornou realidade. Instalada na cidade belga de Buggenhout sob o nome de "De Landtsheer" (mais tarde, "Malheur"), uma nova fábrica da família De Landtsheer foi construída, permanecendo ativa até os dias de hoje com suas notáveis cervejas.

Líquido dourado e translúcido que forma colarinho branco mediano, cremoso e duradouro - deixando ao redor da taça marcas que simulam uma fina renda.

Perfumado, o aroma revela inebriante caráter cítrico e floral, remetendo à lima, limão siciliano e flor de limoeiro. Suave traço de malte, pitadas de especiarias e leveduras belgas surgem de maneira mais discreta, como bons coadjuvantes.

Na boca apresenta corpo médio/baixo com elevada carbonatação e surpreendente sensação refrescante. O paladar essencialmente cítrico traz novamente reminiscências de laranja lima, flor de limoeiro e limão siciliano. Suave dulçor de malte acompanha toques de levedura, com amargor contido e singela acidez. O final seco, levemente fenólico e lupulado deixa na boca uma agradável sensação de limpeza.

Cerveja "leve" para os padrões belgas, muito oportuna até mesmo para o verão brasileiro.

Detalhes

Degustada em
29/Novembro/2013
Envasamento
Volume em ml
250 ml
Onde comprou
Empório Alto dos Pinheiros, São Paulo - SP
Preço
R$ 8,00
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 1 0
10 resultados - mostrando 1 - 5
1 2

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se