Cadastre-se

Detalhe da Avaliação

4.0 37
Estados Unidos
Jota Fanchin Queiroz
Jota Fanchin Queiroz
02 de Dezembro de 2011 5515
Avaliação Geral
 
3.5
Aroma
 
8/10
Aparência
 
3/5
Sabor
 
14/20
Sensação
 
3/5
Conjunto
 
7/10
Para os fãs de lúpulo, que já eram fissurados na India Pale Ale da californiana, Anderson Valley, chega ao Brasil uma Imperial IPA. Numa receita relativamente parecida, com mais 20 IBU e uma carga de malte um pouco mais intensa, para quem, como eu, achava que a cerveja tinha muito lúpulo para pouco corpo.
Apresentou coloração dourada em tons alaranjados e uma boa limpidez. Seu creme teve uma formação razoável, apresentando coloração bege e uma duração um pouco curta.
Os aromas, como já esperados, trazem os lúpulos em destaque, com lembranças de pinho, grapefruit, tangerina, limão e até um sutil toque de abacaxi. Ao fundo, um sutil maltado, que lembra mel.
Assim como na IPA tradicional, quase não mostra traços de malte, deixando em destaque o amargor arrebatador, que domina o paladar do começo ao fim. Há uma acidez um pouco destacada e um leve frutado. O retrogosto é extremamente amargo e persistente. Amargor que também se mostrou bem poluído. O corpo é médio para alto, mas mesmo assim não suporta toda a lupulagem, com a carbonatação média acompanhando.
tem muitas semelhanças com a tradicional IPA da cervejaria, mas com um pouco mais de malte, o que a deixou com a sensação de amargor um pouco mais leve. Mesmo assim, não acho que tenha malte suficiente para equilibrar e ainda tem um amargor muito poluído.

Detalhes

Envasamento
Denunciar esta avaliação Considera esta avaliação útil? 0 0

Comentários

Para escrever uma avaliação registre-se ou faça seu .
Cadastre-se