Cadastre-se

Detalhe da Avaliação

Estados Unidos Sergio CurtiSergio Curti 13 de Maio de 2011 2835
(Atualizado: 13 de Julho de 2013)
Avaliação Geral 
 
4.6
Aroma 
 
10/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Bottled on 2010. 3 anos de guarda.

Que Stout mais parruda!!! Ela é quase um soco na cara.

Sua coloração segue o padrão do estilo: cerveja totalmente negra, preta e opaca. Não exibe nem efervescência, nem sedimentos. Formou uma camada baixa/rala de creme bege, um pouquinho sparkling/fugaz, que assentou rapidamente, quase sumindo do topo. Deixa lacing mínimo nas laterais, quase sem rastros.

Aroma muito forte, potente, rico em notas que desprendem sem a menor dificuldade. Logo de cara é possível sentir muito álcool (afinal de contas são 18% ABV), e isso gera aquela famosa característica vinosa, que somado a frutas escuras (como ameixas, passas e figos) e a frutas vermelhas (berries em geral, cerejas, cassis, groselha) resulta em um caráter de Porto, extremamente complexo e esterificado. Além disso, há muita sensação de torrefação: pão preto, maltes pesados e defumados, biscoito/toffee, madeira/barril, chocolate, café espresso, avelãs. Também ocorre muito condimento de canela, açúcar mascavo, baunilha, alcaçuz, aniz. Por fim, incrivelmente, também há lúpulo, com uma pegada fortemente herbal e terrosa, que chega a remeter a lúpulo bruto/cru/pellet. Buquê com uma personalidade absolutamente descomunal!

Desde o início na boca, o gole é extremamente doce, achocolatado e picante. Muita sensação de frutas secas e berries; muita sensação de aniz e canela; muita sensação de defumação, madeira e cereal torrado. O álcool não aparece em pontadas; ele aparece em marteladas mesmo, chegando a amortecer a língua. Ocorrem pontadas de acidez láctica. Amargor meramente terminal e marginal. Retrogosto muito longo e saboroso, seco, defumado e picante, remetendo a álcool/licor, chocolate/mocha, espresso, baunilha e condimentos diversos. Cerveja de corpo muito denso, viscoso e oleoso. Carbonatação média/baixa, conferindo tímida crocância para uma textura já macia. Álcool muito forte, perceptível em todo e qualquer momento do aroma e do paladar, porém (incrivelmente) sem destoar. Sim, tantos ABV's combinam plenamente com o estilo proposto e, principalmente, com a carga de malte/lúpulo aplicada. Drinkability muito limitada, pois é uma típica Sipping Beer, para ser degustada a temperatura ambiente e muito lentamente.

Mais uma vez a Dogfish Head nos vem com um rótulo avassalador. Essa World Wide Stout é uma das melhores Imperial Stout que já pude degustar. Intensa, complexa, pesada, com uma "ridícula quantidade de cevada". Estou ainda tentando encontrar defeitos nela. Mesmo o exagero no álcool calhou muito bem. Esse é um rótulo que vale muito a pena para fazer uma degustação vertical. Extremamente recomendadíssima!!!

Detalhes

Degustada em
13/Julho/2013
Envasamento
Volume em ml
355 ml
Onde comprou
Mala amiga
Denunciar esta avaliação Considera esta avaliação útil? 0 0

Comentários

Para escrever uma avaliação registre-se ou faça seu .

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se