Cadastre-se

Bear Republic Hop Rod Rye

Sergio Curti
Updated 07 de Fevereiro de 2018
 
3.8 (29)
3750 0 4

Avaliações dos usuários

29 avaliações mencionando "
29 avaliações
5 estrelas
 
0%
 
90%
 
10%
2 estrelas
 
0%
1 estrela
 
0%
Avaliação Geral
 
3.8
Aroma
 
8/10(29)
Aparência
 
4/5(29)
Sabor
 
16/20(29)
Sensação
 
4/5(29)
Conjunto
 
7/10(29)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
29 resultados - mostrando 26 - 29
1 2 3 4 5 6
Ordenar
Avaliação Geral
 
3.6
Aroma
 
7/10
Aparência
 
4/5
Sabor
 
14/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
7/10
Uma bela cerveja da Bear Republic Brewery! No aroma, leve dulçor remetendo a caramelo, malte tostado e lúpulo, muito lúpulo! No paladar, início levemente adocicado, presença de malte tostado, sensação de caramelo, mas o destaque mesmo fica por conta do lúpulo, com herbal intenso, lembrando grama. Alto amargor com final seco. No copo, âmbar, avermelhada, com média formação de creme, de média persistência. Recomendo!

Detalhes

Envasamento
Onde comprou
Ray's - CA
Preço
US$ 3.50
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral
 
3.7
Aroma
 
7/10
Aparência
 
4/5
Sabor
 
15/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
7/10
Coloração ocre brilhante, creme denso e persistente.

No aroma, lúpulos frescos, além de pegadas nada desprezíveis de maltes tostados e caramelo.

O sabor sobressai ao lupulado, deixando também evidentes maltes caramelizados. A textura é algo oleosa, a carbonatação média e o final, herbáceo.

Detalhes

Degustada em
08/Setembro/2010
Envasamento
Onde comprou
Chicago - EUA
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral
 
3.6
Aroma
 
7/10
Aparência
 
4/5
Sabor
 
13/20
Sensação
 
5/5
Conjunto
 
7/10
Coloração marrom, um pouco avermelhada, formou uma espuma bege alta, densa e de boa duração. Bem carbonatada, tanto na aparência quanto na boca.

O aroma é predominantemente de lúpulo, tendendo mais ao pinho, com um pouco de cítrico acompanhando.

O início do gole é doce e maltado, com notas perceptíveis de caramelo, enquanto o final é seco e amargo. Bem curioso esse contra-ponto constante nesta cerveja - ao mesmo tempo que agrada pela sensação inusitada, as vezes incomoda por falta de um conjunto maior, mais equilíbrio.

Diria que é mais maltada que lupulado no começo e, no final e no retrogosto, tem sabor puxado bastante pra lúpulo, de caracterísitca que remete a pinho, combinado com um leve tostado do malte.

Na boca tem uma sensação cremosa, bem agradável.

Detalhes

Degustada em
10/Novembro/2010
Envasamento
Onde comprou
Palo Alto - EUA
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 28 de Novembro de 2010)
Avaliação Geral
 
3.4
Aroma
 
8/10
Aparência
 
3/5
Sabor
 
14/20
Sensação
 
3/5
Conjunto
 
6/10
IPA com alguns "aditivos": a começar, imperial, com seus 8% de álcool. Além disso, como indica seu nome, ela é feita com centeio, numa proporção nada desprezível de 18% dos grãos da receita. Por fim, possui uma coloração razoavelmente mais escura que a média do estilo, indicando uma suave torrefação que se faz sentir em meio ao lúpulo dominante. Não chega a ser "black", mas mostra um acobreado escuro e amarronzado, opaco, com creme bege de bom desempenho. O aroma é bastante lupulado, com pronunciado perfil herbal, remetendo a capim-cidreira e a pinheiro - de fato, dá até a impressão de estar andando em um bosque de pinheiros. Toques bem sutis de grama e um leve cítrico complementam o aroma do lúpulo. O malte, que é mais perceptível no sabor do que no aroma, traz um caramelado considerável, acompanhado de um toque de mel e, ao final, uma nuance de queimado. De uma maneira geral, o aroma é mais vívido que o sabor. Não consegui identificar positivamente o centeio: a cervejaria o descreve como "levemente terroso e picante", mas é algo bem sutil. Talvez esse "terroso" seja o que reforça a sensação de "bosque de pinheiros" que eu senti. Esperava algo mais marcante, fiquei até um pouco decepcionado. O paladar não é dos mais equilibrados: uma boa doçura inicial desaparece rápido e é sobrepujada completamente por um amargor intenso, seco e meio áspero na garganta, incomodando um pouco, com um retrogosto seco de caramelo e pinheiro. O corpo é mediano, com uma textura levemente cremosa que talvez advenha do centeio, e a sensação alcoólica é pouco perceptível. No geral, trata-se de uma IPA intensa, bem herbal, na qual o centeio não chega a se sobressair, mas talvez sirva para ressaltar a característica de "pinheiro" desta cerveja, mais vívida do que eu qualquer outra que eu já tenha bebido. Não tem muito equilíbrio, e acaba perdendo em drinkability por conta disso, mas vale para observar a influência (bem sutil) do centeio na receita.

Detalhes

Degustada em
10/Novembro/2010
Envasamento
Volume em ml
650 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
29 resultados - mostrando 26 - 29
1 2 3 4 5 6
Cadastre-se