Cadastre-se

Detalhe da Avaliação

Holanda Daniel C.Daniel C. 08 de Setembro de 2008 50052
(Atualizado: 25 de Maio de 2010)
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Que Quadrupel deliciosa! Esbanjando personalidade, complexidade, muito aroma e sabor, esta La Trappe mostra porque estes holandeses são dignos do título de trapistas. O único mosteiro trapista produtor de cerveja fora da Bélgica, mostra que não deve nada a seus vizinhos, e sua Quadrupel (lembrando que a La Trappe foi a primeira a usar o termo Quadrupel) prova muito bem este fato. Já tive algumas oportunidades de provar esta La Trappe, mas nunca dando tanta atenção para a cerveja.

Visualmente, a holandesa é muito bonita. Com uma coloração acobreada, com tons vermelhos e alta turbidez. O creme é de cor bege,se forma de maneira mediana e acaba não durando tanto assim.
O aroma, no primeiro momento, me pareceu com dominância de mel e caramelo, além do álcool pronunciado. Mas com o passar do tempo, o roteiro acaba mudando. Ao meu ver quem acaba dominando no aroma é um frutado intenso, que lembra uvas passas e banana, além de nozes. Ainda consegui sentir um amadeirado bem leve. Há também temperos de especiarias aqui, mas os que acabam se destacando aqui são cravo e coentro, além de cascas de laranja curaçau.

O sabor da Quadrupel é mais do que o esperado. Tudo bem que só o aroma já mostra uma infinidades de sensações, muitas delas nem consegui distinguir. Mas o sabor desta trapista é absurdamente complexo. Sua entrada doce, vai amaciando a boca com notas de ameixas, uva-passa, uvas maduras e banana. Além de tudo há um dulçor bem característico de açúcar mascavo, além de caramelado. O final vai deixando mais evidente as notas condimentadas da cerveja e um lúpulo bem discreto, que adiciona notas florais. A sensação de picância também é muito intensa, deixando bem evidente o seu teor alcoólico de 10%. No retrogosto acabam se destacando algumas notas terrosas. Final seco e com doçura residual bem forte, deixando a boca até um pouco grudenta, lembrando um pouco a sensação que se tem depois de se entupir de mel.

Em resumo, trata-se de uma cerveja muito marcante, cheia de personalidade, com um caráter picante bem intenso, e um dulçor residual interessante, que acaba sendo bem mais forte do que em muitas belgas. Sua complexidade é tão grande, que até me frustra o fato de saber que não consegui identificar muito do que ela tem a oferecer, mas é inegável que trata-se de uma excelente cerveja.

Detalhes

Degustada em
22/Maio/2010
Envasamento
Volume em ml
750 ml
Onde comprou
Saaz
Preço
R$55
Denunciar esta avaliação Considera esta avaliação útil? 3 1

Comentários

Para escrever uma avaliação registre-se ou faça seu .

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se