Cadastre-se

Detalhe da Avaliação

Holanda Daniel C.Daniel C. 08 de Setembro de 2008 50052
(Atualizado: 18 de Maio de 2010)
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Não se deixe enganar pela sobriedade do rótulo: esta La Trappe é uma cerveja intensa, extravagante e luxuriosa, muito marcante pelo seu perfil ao mesmo tempo picante e fresco a despeito do peso dos maltes. Na taça, ela mostra uma cor sugestivamente diabólica, um âmbar escuro, avermelhado e levemente opaco que contrasta com o rótulo sóbrio, com um creme de bom desempenho apesar do forte teor alcoólico. O conjunto, intrigante, é bem marcado pela presença das especiarias adicionadas na receita. Como é comum nas cervejas belgas, é difícil distinguir claramente os temperos empregados, mas se eu tivesse que tentar adivinhar, apostaria em cascas de laranja, anis e algo mais picante, talvez gengibre ou canela. Tudo isso se reflete numa misteriosa sensação de picância e frescor, no bouquet como na boca. O malte mostra sua força no sabor, "abrigando" toda essa extravagância dos temperos com notas de mel, caramelo e pão doce. O lúpulo é mais presente no aroma do que o comum nas ales escuras belgas, com florais e cítricos (limão) acentuando a sensação de frescor agudo desta quadrupel. As leveduras ainda trazem fenóis de cravo acentuando a picância, ésteres de banana e uma sensação de polpa de maçã.

No paladar, predomina a sensação picante, com alguma secura, uma doçura destacada para equilibrar, uma acidez notável (ressaltada pela alta carbonatação, com sensação frisante) e um amargor coadjuvante. Ela tem uma boa evolução na boca, com uma entrada adocicada, um fundo mais picante, seco e amargo e um final doce-amargo com predomínio do adocicado, trazendo um retrogosto longo e maltado, com mel, pão doce, sugestão de gengibre e um leve travo terroso. O corpo é medio, competentemente atenuado pela secura e pela textura mais frisante, e o álcool se faz presente orgulhoso com a força dos seus 10%, acentuando ainda mais a picância do conjunto. Extravagante, como eu disse. No conjunto, trata-se de uma quadrupel notável, de forte personalidade, com um perfil bastante picante sugerindo papel destacado das especiarias usadas para temperar a receita. Apresenta um conjunto frutado fresco e um lúpulo aromático bem evidente, o que cria um contraste interessante com o peso do malte e lhe confere uma surpreendente vivacidade e secura. Talvez o equilíbrio e a harmonia do sabor saiam um pouco prejudicados por esse forte caráter picante, mas sua extravagância precisa ser computada como parte da proposta. Ela é como aquela amante maravilhosamente excessiva que desaparece pela manhã e te deixa sem entender direito o que aconteceu, mas na certeza de querer repetir a experiência.

Detalhes

Degustada em
21/Dezembro/2008
Envasamento
Volume em ml
750 ml
Onde comprou
Empório Vignamazzi
Preço
R$ 47
Denunciar esta avaliação Considera esta avaliação útil? 3 1

Comentários

Para escrever uma avaliação registre-se ou faça seu .

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se