Cadastre-se

Detalhe da Avaliação

(Atualizado: 17 de Agosto de 2017)
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Em 1829, John Fuller - vislumbrando a possibilidade de um bom negócio - decidiu firmar parceria com os donos de uma antiga cervejaria local (que já teve vários nomes desde o século XVII) investindo capital na tentativa de salva-la de uma crise financeira. Doze anos mais tarde, a parceria se mostrou infrutífera: os antigos donos pularam fora (um deles fugiu para França) e tudo parecia perdido.

O ano era 1841. Fazia dois anos que o velho Fuller havia morrido. À frente dos negócios estava agora seu filho - John Bird Fuller. Praticamente sem experiência, este não se sentia apto a administrar uma empresa grande e endividada sozinho. Disposto então a achar novos sócios, ele chegou nos nomes de Henry Smith (filho de um dos donos da cervejaria "Romford Brewery of Ind & Smith") e John Turner (cunhado de Smith e mestre cervejeiro). Com a união dos três, em 1845 nascia a "Fuller Smith & Turner"- icônica cervejaria independente de Chiswick, zona oeste de Londres.

Terceiro rótulo da linha que inclui uma "XX Strong Ale" e uma "Double Stout, a "Fuller’s Past Masters Old Burton Extra" chegou ao mercado em 2012 e traz em sua concepção uma receita preparada pela primeira vez em 1931, precisamente às 4 da manhã do dia 10 de setembro sob a temperatura de 13°C - tamanha a meticulosidade das anotações. Nesta cerveja buscou-se interpretar um velho estilo de 'Strong Ale' conhecido como 'Old Burton'. Originário do mais famoso reduto de cervejarias inglesas, a cidade de Burton on Trent, o estilo remonta ao início do século 18 - apesar de alguns afirmarem que se trata de algo ainda mais antigo - surgido próximo a Londres no século 17 e então conhecido como "Hull ale". Esse tipo de cerveja tornou-se muito popular, sendo inclusive a primeira a ser exportada para países distantes como a Rússia. Hoje a história tende a destacar as "India Pale Ale" como sendo a "menina dos olhos" de Burton on Trent graças ao sucesso que elas têm feito no mundo desde o século 19. Mas a "Burton Ale" foi de fato a primeira criação que realmente deu visibilidade a Burton on Trent bem antes das IPA's. Diversos fatores são apontados como causadores do declínio das 'Burton Ales" ao longo do século 20. A popularização das cervejas 'mild' e 'bitter' bem como o aumento dos impostos sobre cervejas mais alcoólicas durante a I e II Guerra podem explicar a derrocada.

Na receita da "Fuller's são utilizados lúpulos ingleses "Fuggles" e "Goldings", inclusive no 'dry hoping'.

Líquido castanho escuro, translúcido. No copo forma colarinho bege de boa formação com espuma fofa de bolhas finas, bastante duradoura.

O aroma revela boa presença de malte levemente tostado e abiscoitado seguido por notas de groselha e marcante traço de lúpulos terrosos/herbáceos, remetendo à mato seco, húmus, vaso de xaxim e grama, além de suave hortelã. Apesar de pouco intenso, agrada muito pelo predominante frescor verde.

Mas é mesmo na boca que ela desabrocha em todo o seu encanto. Robusta e aveludada, soterra o paladar em avalanches de malte doce, nozes e caramelo tostado que, complementadas por nuances frutadas de banana, compota de cereja e mamão com açúcar, cria a sensação de um bolo de frutas liquefeito. Sobre tamanha onda de sabores diversos, elegantemente surfam lúpulos herbáceos com reminiscências de chá mate, grama e folhas secas. Esse traço de lúpulo engendra um final de amargor ameno, não suficiente para aplacar todo o vigor dos elementos frutados/maltados do conjunto, o que de maneira alguma é ruim. Com álcool bem inserido e carbonatação mediana, oferece ótima 'drinkability' independente da estação do ano.

Uma cerveja soberba, cativante ao primeiro gole. Os "Mestres do Passado", sem sobra de dúvida, sabiam o que estavam fazendo e por isso merecem nossa reverência e devoção. Parabéns a cervejaria Fuller's por resgatar um estilo do passado e fazer com que nós, "Homens do futuro", tenhamos a oportunidade de deleitar-nos com tamanha cerveja.

Detalhes

Degustada em
28/Abril/2014
Envasamento
Volume em ml
500 ml
Onde comprou
Shannon Irish Pub, Montevidéu, Uruguai
Preço
$378,75 Pesos uruguaios
Denunciar esta avaliação Considera esta avaliação útil? 2 0

Comentários

Para escrever uma avaliação registre-se ou faça seu .

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se