Cadastre-se

Detalhe da Avaliação

Itália BrejasBrejas 22 de Outubro de 2010 3212
(Atualizado: 05 de Janeiro de 2012)
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
8/10
Cor: castanho escuro, opaca, reflexos vermelhos, partículas em suspensão.
Espuma: bege, boa formação, média sustentação.
Aroma: frutas escuras e secas, malte, torrado, pão preto, caramelo e açúcar queimados, álcool, chocolate ao leite, café, sementes secas.
Paladar: álcool, alto frutado (frutas escuras e secas, maçãs e peras, frutas cristalizadas), baunilha e madeira, malte, torrado, caramelizada, licor de chocolate e café, alto doce, alto corpo, baixa carbonatação. Fim doce e alcoólico.

Adquirida meses antes da dita festividade, esperei o momento certo de tomar a Baladin Nöel já pensando em possíveis harmonizações gastronômicas já que o Natal é a melhor época de variedades e opções de pratos. Com uma garrafa com bela apresentação, seu líquido era de cor marrom muito escuro, quase negra, porém contra a luz com alguns reflexos vermelhos e partículas em suspensão nadando no líquido. Sua espuma formava uma bela camada bege, mas de breve retenção, deixando uma película quase da espessura de um dedo. Seu aroma tinha um frutado bem intenso onde vinham notas de frutas escuras e secas, como ameixas, uvas-passas e tâmaras. Uma bela base maltada com o torrado bem pronunciado, ainda com o pão preto, caramelo e açúcar queimados. O álcool era bem evidente e de sugestão licorosa. Aromas de chocolate ao leite, não amargo, e um toque de café evidenciavam ainda mais a forte pegada adocicada dessa cerveja. Sementes secas como nozes e avelãs reforçavam a verve sazonal dela, impossível ser mais natalina que isso. Seu sabor desprendia uma carga alcoólica bem perceptível, porém não prejudicial, seguido do doce forte, com pegada frutada de frutas escuras e secas, idênticas do aroma, e ainda um frutado delicado de maçãs e peras, aliadas as notas de frutas cristalizadas. O álcool causava certo calor e esterilizava a boca. Corpo sedoso, carbonatação baixa. Sabor de baunilha e madeira eram evidenciados conforme ela ia esquentando. A base maltada e torrada bem presente, caramelizada, e interessantes notas de licor de chocolate e café. Ela termina doce e alcoólica, evidenciando ainda mais o que já se destacava. Bela cerveja da Baladin, como a maioria de suas crias que não decepcionam mesmo com uma pegada muitas vezes exageradamente doce que tanto incomoda muitos, é interessante mencionar suas leveduras que sempre tem a mesma cara em qualquer cerveja da linha.

Detalhes

Degustada em
24/Dezembro/2011
Envasamento
Volume em ml
750 ml
Onde comprou
Mamãe Bebidas
Denunciar esta avaliação Considera esta avaliação útil? 0 0

Comentários

Para escrever uma avaliação registre-se ou faça seu .

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se