Cadastre-se

Baixa atenuação

Criado por Alan Lyrio no tópico Baixa atenuação

Olá amigos, boa tarde.
Primeira vez que participo do fórum do Brejas.
Dei uma pesquisada sobre o assunto aqui no fórum, mas as respostas que encontrei são as que já tinha imaginado. Então irei explicar o que aconteceu e tentar ver mais opiniões.
Basicamente, nas minhas últimas 2 levas, não consegui boas atenuações. Por exemplo, fiz uma Belgian Strong Golden Ale e esperava uma FG menor que 1,020, porém o resultado foi de 1,042. Como isso já tinha acontecido antes tb, passei a fazer starter e propagar as leveduras, achando que o problema estaria com elas, porém tenho certeza que o problema não é aqui: propago por 24 horas e consigo fermentações muito intensas (algumas explosivas inclusive :/ ), que duram cerca de 2 a 3 dias apenas, logo não acredito que o problema seja a quantidade/qualidade do fermento. Na verdade tenho certeza que estou inoculando muito mais fermento do que realmente necessito devido a estas propagações.
A ideia era trabalhar nas rampas de beta e alfa na brassagem, porém acredito que o problema esteja exatamente aí. Vejo que existe mudança da real temperatura no mosto, como era de se esperar, porém talvez a amplitude de temperaturas entre o fundo e topo da panela esteja muito grande. Será se é possível? Se for, então, quando eu estiver na rampa da beta na parte de cima do mosto (onde eu verifico a temperatura), na verdade eu já esteja na rampa da alfa no meio e fundo dela, criando açúcares maiores não fermentáveis, só vejo essa explicação. Só acho estranho pq minha panela tem apenas 40cm de altura (40x40cm), misturo o mosto a todo o momento para homogenizá-lo e evitar diferenças de temperatura sempre que for fazer medições e, apesar de utilizar fogão industrial de alta pressão, não aumento a temperatura bruscamente. Além disso, uso vários tipos de termômetros, muitos deles conseguem ir até quase o final da panela, e a temperatura não mostra essas variações tão grandes.
Devido à propagação da levedura, uma coisa que não venho fazendo é aerando o mosto, achando que não seja preciso. Comprei um aerador, porém era mais uma etapa que precisava adicionar no processo de fabricação, higienizá-lo, etc, fora que estava fazendo muita espuma antes de inocular o fermento, então decidi parar de usá-lo. Acreditam que pode ser baixa oxidação do mosto, mesmo eu inoculando muito mais fermento que o necessário? Caso o problema esteja aqui, irei comprar um cilindro de O2 e aerar tudo em segundos.
Enfim pessoal, agradeço muito pela ajuda de vocês!
Boas cervas!
Alan.
P.S: Não estou mais utilizando teste de iodo, então realmente não tive esse parâmetro ao final da brassagem.
5 anos 5 meses atrás #59445

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Respondido por Gustavo Silva no tópico Baixa atenuação

Em primeiro lugar, seja bem-vindo Alan.

Só me responda uma pergunta: você mediu as densidades com refratômetro? :)

Se a resposta for sim, problema resolvido. É necessário fazer uma conversão levando em conta a OG e o valor lido no refratômetro. Isso é necessário pelo fato da luz também sofrer refração quando passa pelo álcool. Ou seja, no mosto com água e açúcar ele marcará o valor exato, mas se houver álcool na mistura a leitura será desviada sempre para acima, fazendo com que você leia um valor de densidade maior que o real.

A tabela para conversão pode ser encontrada na internet ou feita no beersmith.

Já se a leitura foi feita com densímetro o problema é bem mais complexo. Pra uma cerveja atenuar totalmente em 1,042 é necessário que a temperatura na brassagem tenha sido superior a 70°C durante quase todo o tempo. Isso implicaria numa atenuação máxima de 55% (segundo bibliografia que me escapou da memória). Ou seja, um mosto de 1,093 com esses 55% de atenuação ficaria com FG de 1,042.

Problemas de aeração ou starter não deve ser, pois quando fico com preguiça de fazer starter a minha cerveja fica com a mesma FG programada com starter, porém leva uns 3 ou 4 dias a mais para fermentar. Essa é a única diferença.
5 anos 5 meses atrás #59447

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Respondido por Alan Lyrio no tópico Baixa atenuação

Caro Gustavo, obrigado pelas boas vindas e resposta!
Sim, utilizei refratômetro! Tenho densímetro tb, logo vou ver se passo a utilizá-lo nas próximas levas, o difícil é ter q dispensar aqueles 200ml sagrados kkkkkkkkkkkkkkkk
Vou procurar a tabela, mas você achava que a FG real poderia estar em quanto então?? Tem uma ideia?
Obrigado mais uma vez!
P.S: abri um tópico também no forum sobre sanitizantes. Se já tiver tipo experiência com metabissulfito de potássio, dá uma olhada lá!
5 anos 5 meses atrás #59448

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Respondido por Gustavo Silva no tópico Baixa atenuação

Em torno de 1,020g/cm³, pelo que fiz agora de cabeça.
5 anos 5 meses atrás #59451

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Powered by Fórum Kunena

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se