Cadastre-se

Detalhe da Avaliação

3.7 358
Brasil
Daniel Calicchio
Daniel Calicchio
15 de Agosto de 2008 49988
(Atualizado: 20 de Fevereiro de 2017)
Avaliação Geral
 
4.0
Aroma
 
8/10
Aparência
 
4/5
Sabor
 
16/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
8/10
Nova degustação.
Espuma marfim com tendência à cremosidade; líquido castanho escuro avermelhado, porém translúcido, com elevada carbonatação.
O aroma entrega caramelo, toffee, fermento, pão torrado; também leve frutado, cacau e algo de cappuccino.
Já o sabor começa adocicado, evocando doce de banana bem cozido, muita uva passa e ameixa, mas é bem controlado pela torra, com sutil amargor e acidez, como que dando uma sintonia fina. O álcool se mostra, mas de forma bem integrada, mesmo com a bebida já menos fria. Aparece cravo, ainda que disfarçado pela torra, e nuanças que lembram, quem diria, ora refrigerante cola, ora notas viníficas. Conforme a bebida esquentou, apareceu um pouco mais de castanhas e açúcar mascavo, sem ficar enjoativa.
Drincabilidade bastante positiva, apesar do corpo meio licoroso. E dessa vez, ainda que degustada em dia de intenso calor, não foi mais difícil de descer, considerando-se o estilo. No retrogosto, malte torrado, castanhas e leve álcool.

Eis aqui um excelente exemplo do bom e barato. Como é bom revisitar esta bela Weizenbock - agora, com o paladar mais experiente - e confirmar a impressão de que ainda continuamos diante de uma das melhores cervejas produzidas no Brasil, muito acessível tanto em preço quanto em disponibilidade.

(Conjunto: 8,5)

Detalhes

Degustada em
20/Fevereiro/2017
Envasamento
Volume em ml
355 ml
Denunciar esta avaliação Considera esta avaliação útil? 0 0

Comentários

Para escrever uma avaliação registre-se ou faça seu .
Cadastre-se