Detalhe da Avaliação

3.3 18
Brasil
Rafael Pinto
Rafael Pinto
17 de Maio de 2014 4986
Avaliação Geral
 
3.0
Aroma
 
7/10
Aparência
 
3/5
Sabor
 
12/20
Sensação
 
2/5
Conjunto
 
6/10
Líquido amarelo palha, levemente turvo. Creme branco de boa formação, mas sem muita consistência ou retenção.
Aroma assertivo e intenso frutado para a mexerica, particularmente o sumo do fruto, toque muito sutil de fermento. Na segunda metade do copo, especiarias se assomaram, me lembrou muito aniz-estrelado. No sabor, o primeiro gole foi quase assustador, pelo menos na minha garrafa, pois apareceu um perfil cítrico/ácido muito acima do que esperava para o estilo, até cheguei a pensar que estivesse avariada, mas ao longo da degustação, pareceu-me que não tinha nenhum defeito, era o perfil da receita mesmo. O frutado cítrico dominou o paladar, com final levemente seco e ácido, e retrogosto e retronasal frutado, e toques de aniz novamente. Boa carbonatação.
Honestamente, se a minha garrafa realmente representou a receita de witbier da Júpiter, é mais do que evidente que está fora do estilo. A cerveja estava muito bem feita, perfumada, leve e refrescante, mas com esse perfil dominado pela acidez e o cítrico descaracterizou totalmente o rótulo para uma witbier. A minha garrafa estava com acidez cítrica alta a ponto de eu remeter a algumas Sour ou Fruit Lambic com acidez mais moderada, que ainda fez mais lembrança com a alta carbonatação e secura final. Não achei a cerveja ruim, achei até interessante, mas senti falta do coentro, mesmo que timidamente, da cremosidade, e do equilíbrio.
Espero oportunamente em degustar novamente esse rótulo.

Detalhes

Degustada em
15/Novembro/2014
Envasamento
Volume em ml
600 ml
Onde comprou
Cerveja Store
Denunciar esta avaliação Considera esta avaliação útil? 0 0

Comentários

Para escrever uma avaliação registre-se ou faça seu .