Cadastre-se

Wäls Brut

Hot
Mauricio Beltramelli 11 de Setembro de 2011
 
4.3 (17)
14681   0   4  

Avaliações dos usuários

7 avaliações com 5 estrelas

17 avaliações

 
(7)
 
(10)
3 estrelas
 
(0)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10  (17)
Aparência 
 
5/5  (17)
Sabor 
 
17/20  (17)
Sensação 
 
4/5  (17)
Conjunto 
 
9/10  (17)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
7 resultados - mostrando 1 - 5
1 2
Ordenar
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10

Detalhes

Envasamento
IMG_20190101_121112
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Bela cerveja, que apresenta líquido dourado límpido, com muito boa formação e boa permanência do creme de cor branca.
Belo aroma, que traz condimento, frutas crisítalizadas, uvas verdes, dulçor de malte e um pouco de fermento.
As belas sensações se repetem na boca, na íntegra, aliados à agradável e moderado amargor, álcool muito bem inserido e fazendo-se notar somente ao tirar a sobriedade com o tempo. Final seco.
Carbonatação muito alta, típica do estilo. Corpo médio. Apesar do álcool, bom drinkability. Muito refrescante.
Ótima experiência, gostaria muito de poder repeti-la mais vezes.

Detalhes

Degustada em
31/Janeiro/2015
Envasamento
Volume em ml
110 ml
Onde comprou
Tasting Room Wals
Preço
15,00
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 02 de Janeiro de 2015)
Avaliação Geral 
 
4.7
Aroma 
 
10/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Excelente cerveja! Belíssima aparência, forma uma espuma grande, meio espumosa, algumas bolhas, branca, ligeiramente bege clara e um tanto duradoura. Deixa uma renda excelente no copo. deixa boas lágrimas de álcool ao girar. Coloração dourada meio clara. Aroma espetacular... rico, fino, malte entre leve e médio, meio cereais, leve palha e pão. Lúpulo leve, leve perfume e flores. Álcool médio, muito bem inserido. Ainda um tanto frutas cristalizadas, meio cítrico, leve vinho, ameixa, temperos, traços de abacaxi e madeira. Sabor delicioso, rico, longa duração, doçura inicial meio leve, amargor moderado, álcool moderado também muito bem inserido no perfil. Segue muito bem as notas frutadas, condimentadas e do álcool, com o malte dando um suporte e aparecendo um pouco mais. Corpo médio, textura levemente cremosa, carbonatação vívida, final bem duradouro, um tanto amargo e meio seco.

Destaque para o aroma perfeito para o estilo, a aparência e a sensação na boca com o elevado álcool encaixado com precisão. Palmas.
Cheers!

Detalhes

Envasamento
Volume em ml
750 ml
Onde comprou
Mamãe Bebidas, Belo Horizonte - MG
Preço
R$ 119,00
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 07 de Outubro de 2013)
Avaliação Geral 
 
4.7
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
10/10
Líquido translúcido dourado com belo perlage, formado por borbulhas finas, persistentes e numerosas. Creme de de altíssima formação, consistência e perene.
O aroma trouxe-me notas de malte, além de toques delicados florais e frutados, particulamente frutas amarelas (damasco e abacaxi), além uvas brancas, levedura, e condimentos. No sabor, a complexidade se repete. Inicialmente, um dulçor maltado e frutado (frutas frescas e cristalizadas) se faz presente, mas a carbonatação limpa o paladar, não deixando nenhuma sensação duradoura enjoativa. Juntamente a isso, toques cítricos, florais e leveduras se assomam em direção ao final, que é seco e não deixa muito ao paladar de retrogosto.
Wäls Brut é indubitavelmente uma experiência ímpar, afinal de contas, estamos falando de uma Bière Brut produzida no Brasil, e que ao meu ver, não ficou à sombra da tão falada belga Deus Brut des Flandres. Ao contrário, a ideia da cervejaria mineira em usar a versão Tripel foi uma jogada de mestre. A leveza, os toques cítricos frutados, sem mais, perfeita!

Detalhes

Degustada em
17/Julho/2012
Envasamento
Volume em ml
750 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.8
Aroma 
 
10/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
19/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
10/10
No Brasil as cervejas especiais ainda são vistas por muitos como glamour, status, por serem muito restritas as classes econômicas mais altas. Cervejas que passam pelo método tradicional (ou champegnoise), tem um apelo forte de refinamento, tanto por todo o cuidado na parte estética, quanto em cada detalhe do processo, longo e delicado, ou da complexidade que geralmente acompanha estas cervejas. Talvez por isso, o Brasil seja um dos países que produzem a maior diversidade de rótulos que passam por esse processo. A cervejaria mineira Wäls, também lançou uma, no começo de 2011, limitada em 100 garrafas. Resolvi provar a minha depois de um ano e meio, mesmo havendo certas divergências no assunto de guarda de Biére Brut. Antes de observar o líquido, é necessário admirar a bela garrafa e a caixa, com certificado de autenticidade (criticada por seu alto custo por alguns). Apresentou coloração dourada, quando vertida na taça, em tons mais escuros, inicialmente límpida, mas ao final da garrafa, com bastante presença de resíduos, mas ainda assim, pode-se notar as bolhas subindo rapidamente (perlage). Seu creme é branco, com uma formação abundante e duração boa, ainda desenhando rendas nas laterais da taça.
O ponto alto, vai para o aroma, extremamente complexo, variado e harmônico. Em primeiros instantes, me pareceu dominado por aromas frutados como o de damasco, frutas cristalizadas, uvas e pêra, além de toques cítricos de laranja e abacaxi. Aromas condimentados equilibram o conjunto, sendo encabeçados por tons de baunilha, seguidos por sugestões de cravo e pimenta-da-jamaica. Por fim, aromas delicados de flores, mel e ainda amêndoas.
Continua extremamente complexa no paladar, abrindo com as marcantes sugestões do malte, que dominam em tons de mel e baunilha. Esse adocicado é muito bem balanceado por nuances cítricas, além do final condimentado e alcoólico. Mesmo sendo dominado pela doçura, no paladar ainda traz um caráter mais seco ao final do gole, trazendo ainda mais equilíbrio, ao meu ver. Possui um corpo médio (não tão delicado quanto a DeuS, por exemplo) e uma carbonatação também média. Na verdade, a cerveja quase chega a perfeição, na minha opinião, sendo o maior pecado a carbonatação um pouco mais sutil do que gostaria, fato que pode muito bem ser perdoado, pela guarda da cerveja. Ainda me lembro de ter provado outro lote da Wals Brut e ter tomado uma cerveja completamente diferente, mais seca e delicada. Muito provavelmente mais por conta de mudanças na receita do que do envelhecimento da cerveja. Mesmo assim, nas duas oportunidades que tive de provar esta cerveja,todas estavam soberbas, fazendo frente com as belgas semelhantes que encontramos aqui no Brasil. Parabéns ao Zé Felipe e ao Thiago por esta brilhante obra de arte.

Detalhes

Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
7 resultados - mostrando 1 - 5
1 2

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se