Cadastre-se

Rogue John John Hazelnut Rum Barrel Aged

Rafael Kunst 01 de Fevereiro de 2012
 
4.0 (6)
2095   0   1  
 
Escrever Avaliação
Adicionar a uma lista
Rogue John John Hazelnut Rum Barrel Aged

Informações

Álcool (%)
5% ABV
IBU
34
Ativa
Temperatura
In their third collaborative effort of 2010, Rogue Master Brewer John Maier and Rogue Master Distiller, John Couchot, are releasing John John Hazelnut Brown Nectar. This unique ale consists of Rogue Hazelnut Brown Nectar aged in Rogue’s Hazelnut Spiced Rum barrels. To craft this exceptional brew, John Couchot first distills Rogue Hazelnut Spiced Rum and ages it in white oak barrels, allowing the barrels to soak up the subtle flavors of Oregon hazelnuts, vanilla and spices from the rum. When the rum is finished aging, the barrels are emptied and John Maier immediately fills them with Hazelnut Brown Nectar. After approximately 6 months of ocean aging, this unique ale is ready.

Avaliações dos usuários

6 avaliações

 
(1)
 
(4)
 
(1)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
9/10  (6)
Aparência 
 
4/5  (6)
Sabor 
 
16/20  (6)
Sensação 
 
4/5  (6)
Conjunto 
 
8/10  (6)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Ver todas as avaliações Ver as mais úteis
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Bela Breja ainda pela promoção que peguei por estar próxima ao vencimento. Não esperava esse toque ácido na breja, mas como sou fã das gauzes isso me deixou muito feliz. Alem do ácido ainda tem notas de madeira, caramelo e castanhas. Bem licorosa e de corpo médio, uma breja que me deixou muito feliz pela qualidade e o preço que paguei =]=]=]

Detalhes

Envasamento
Onde comprou
Cervejario
Preço
19,09
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
2.9
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
11/20
Sensação 
 
2/5
Conjunto 
 
6/10
Cor marrom escura, leve turbidez, espuma alta, de bolhas grandes e longa duração.
Aroma mostra bem nitidamente o barril, notas se Madeira.
Na boca, a acidez predomina no conjunto, seguido de amêndoas e um dulçor de malte. Lembrou Short de licor de malte mas enfraquecido.
Corpo bem leve, a acidez diminui bem a sensação se corpo.
Nao parece que a breja esta no seu melhor estado.

Detalhes

Degustada em
08/Janeiro/2013
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 17 de Julho de 2012)
Avaliação Geral 
 
3.9
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Cerveja extremamente complexa e de dificílima degustação. Da base da excelente Hazelnut Brown Ale mature-se em barris de rum e adicione-se avelã, baunilha, casca de laranja e cravo. O resultado é uma cerveja com elevada acidez com notas maturadas e picantes. Diferente, muito diferente.
Vertida apresentou um líquido amarronzeado com uma boa formação de um creme denso e medianamente persistente.
No aroma a dominância é da madeira e do rum. Notas de nozes, castanhas e toffee. Logo uma picância e uma acidez dão o recado deixando o aroma de difícil interpretação. No fundo domina um aroma de couro.
Na boca a entrada é muito maltada, nozes e toffee. Mas aos poucos uma acidez vem dominando que junto com as notas de rum levam a sensação de confortável à agressiva. O final é acido com fortes notas de couro e uva verde. O aftertaste tenta acomodar com a força do malte mas a acidez vem trazendo uma picância pesada e notas amadeiradas.
O corpo é sedoso e a carbonatação média/baixa em uma cerveja complexa mas difícil.
Uma experiência interessante mas que não pede uma bis imediato. Para pensar.

Detalhes

Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 1 0
(Atualizado: 13 de Maio de 2012)
Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Coloração marrom turva, enevoada, espuma de grande formação, de matizes bege, persisitindo por muito tempo, deixando flocos, grumos e rendilhado que não se dissipam na parede do copo. Aroma amadeirado, com muitas nozes e castanhas, e um toque de caramelo, sabor semelhante ao aroma, com destaque maior para as nozes e o caramelo. Encorpada. Final fortemente lácteo, bem azedo, um tanto adstringente. Cerveja única, de caráter muito forte, que muitas pessoas podem não gostar mas me impressionou muito positivamente.

Detalhes

Degustada em
13/Maio/2012
Envasamento
Volume em ml
650 ml
Onde comprou
Almada´s Beer Store
Preço
36.60
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
10/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
A linha "John John" é em alusão ao nome do mestre-cervejeiro da Rogue, John Maier e o destilador mestre da Rogue Spirits, John Couchot. A ideia é fazer com que alguma cerveja da Rogue Brewery mature nas barricas dos destilados da Rogue Spirits, seja ele uísque, rum ou gim. A John John Hazelnuth é uma das minhas favoritas da linha, a Hazelnuth Brown Nectar, maturado no barril do seu rum com especiarias (Avelã, casca de laranja, baunilha, canela e cravo).
Apresentou coloração âmbar alaranjado, com uma translucidez mediana. Seu creme, de coloração bege, se formou em abundância, mostrando ainda uma duração razoável.
A gama de aromas apresentada é surpreendente, mostrando que a maturação nos barris de rum realmente fizeram toda a diferença. Os aromas amadeirados estão ali, junto a tons de rum e as especiarias (canela e baunilha). Uma extensa paleta de aromas frutados surge no olfato, lembrando tons mais cítricos como laranja, limão e damascos, além de morango e uva. Ao fundo, aromas de mel, notas terrosas e um resquício de avelã.
O adocicado dos maltes que tinha na cerveja base, acaba mostrando-se mais sutil, deixando a acidez das frutas e da maturação no barril de rum em evidência. Ao final do gole, o negócio fica mais picante, lembrando bastante a canela. O residual é amadeirado, seco, além de ficar um gostinho de amêndoas cruas que me lembrou Lambic. Há um leve amargor, uma carbonatação alta, corpo médio e textura oleosa.
Acho interessante a proposta da Rogue de maturar cervejas mais leves em barris de madeira, ao invés de Imperial Stouts e Barleywines. Essa delicadeza da cerveja, acaba sendo propícia para que os aromas de oxidação tornem-se bem mais evidentes, e a acidez pegue pra valer. Não são cervejas fáceis de tomar, mas trazem um perfil aromático bem interessante.

Detalhes

Degustada em
12/Dezembro/2011
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Ver todas as avaliações de usuários

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se