Cadastre-se

Russian River Consecration

Sergio Curti 20 de Janeiro de 2011
 
4.3 (5)
1907   0   1  
 
Escrever Avaliação
Adicionar a uma lista
Russian River Consecration

Informações

Álcool (%)
10% ABV
Ativa
Sazonal
Temperatura
Copo ideal
Sour Ale with currants added and aged in oak barrels.

Avaliações dos usuários

5 avaliações

5 estrelas
 
(0)
4 estrelas
 
(5)
3 estrelas
 
(0)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10  (5)
Aparência 
 
5/5  (5)
Sabor 
 
17/20  (5)
Sensação 
 
5/5  (5)
Conjunto 
 
9/10  (5)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Extremamente complexa, buquê extenso. Melhor sour que provei.
Frutas escuras, vinificado, baunilha, azedo leve, álcool bem inserido.
Realmente fora de série, proimorosa.

Detalhes

Degustada em
26/Outubro/2016
Envasamento
Onde comprou
Russian River, Santa Rosa CA
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 04 de Julho de 2015)
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Cor acobreada, translúcida. Creme claro de baixa formação e pouco persistente.
Aroma de frutas escuras, particularmente cassis, além de caramelo, notas advindas da madeira (baunilha), toque amadeirado e de Brett. Sabor frutado ácido, com final extremamente seco, retrogosto amadeirado tânico e toques frutados. Refrescante, com frescor ácido frutado, e amargor e adstringência tânica emprestada da madeira. Álcool imperceptível.
Embora eu já soubesse que cassis (black currants) tinham sido adicionado à maturação, consegui encontrá-lo no perfil aromático. Pareceu muito com essa nota aromática em vinhos. Os toques frutados também apareceram no retronasal. Esse perfil no qual os toques frutados foram duradouros podem também ter sido gerados pelo barril de vinho Cabernet Sauvignon utilizado para maturação dessa cerveja. Normalmente um vinho explosivamente frutado, com acidez e taninos presentes. Coincidência ou não, esse perfil também esteve presente na cerveja.
Essa Wild Ale lembra o perfil das Flanders Red Ale 100% maturadas (sem blendagens: p. ex. Rodenbach Vintage, Cuvée des Jacobins), com atenuação muito alta, acidez viva e perfil amadeirado intenso.
No mesmo dia em que degustei essa Wild Ale da Russian River, também degustei a RR Supplication. Achei que, enquanto a RRS tem mais frescor frutado-ácido, a RR Consecration tem maior atenuação, acidez mais viva, e madeira mais pungente. Ambas com as suas respectivas propostas.
Experiência sensacional, e para os amantes de sour, essa é espetacular, equilibrada, não atingida em muitos rótulos, deixando-os chatos de beber com o tempo devido ao excesso de acidez ou adstringência. A Russian River acertou a balança de Flandres nesse rótulo.

Detalhes

Degustada em
27/Junho/2015
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Onde comprou
Russian River Brewing Company
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
8/10
Degustada a 6,5 graus de temperatura.
Essa American Wild Ale é mais uma das obras primas da Russian River.
Sua linda coloração é marrom translúcida seu creme tem pouca formação e duração.
Seu aroma apresenta um azedo bem suave e frutas secas (proveniente da fruta corinto
adicionada na receita). O resultado no aroma é percebido também no sabor, um equilíbrio
primoroso onde nenhum dos ingredientes se destaca muito. O sabor é acido sem incomodar,
mas aparece um dulçor de início e o azedo no final. Mais suave e menos rústica que a
Supplication. Álcool muito bem inserido. Um conjunto muito balanceado com um excelente
aroma e sabor proporcionando uma surpreendente sensação. Altamente recomendada!

Destaque: Degustada nas ilustres presenças dos confrades Sangion e Marcussi.

Detalhes

Degustada em
18/Janeiro/2011
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Onde comprou
eBay
Preço
U$18,99
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.1
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Avermelhada intensa, de pouca espuma, translúcida e de média carbonatação aparente.

Aroma é azedo e lembra algo gelado, como daquelas bebidas Ice, com característica bem refrescante. O álcool de 10% fica longe de aparecer.

Bem ácida na boca, é mais equilibrada que a Supplication, acredito que pelo álcool mais elevado, que acaba dando mais corpo e interagindo melhor com o azedo. Também é mais seca. O início mostra certo dulçor, mas logo mostra o azedo característico. O álcool é bem inserido e aparece apenas num calor no fim do gole. O cassis, fruta adicionada na receita, aparece mais no retrogosto do que no sabor propriamente dito.

Mesmo esta aqui sendo mais equilibrada, prefiro mais a Supplication (acho que por conta das cerejas). Apesar disso, elas ficam tecnicamente empatadas.

Detalhes

Degustada em
18/Janeiro/2011
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Sour ale elegante e refinada, que tem como principal destaque a maneira, especialmente bem-resolvida, pela qual as características de fermentação espontânea interagem com a fruta empregada na receita, as "currants", família de pequenos frutos entre os quais se incluem o cassis e a groselha. No caso desta cerveja, tive a impressão talvez de que se tratasse de groselha, embora seja difícil afirmar por conta das similaridades de sabor. De qualquer forma, a delicadeza adocicada da fruta se mescla muito bem com a rusticidade das características de sour desta cerveja, não tão intensas quanto em outros rótulos da cervejaria, talvez pelo tempo menor de maturação em barris de madeira. A aparência é belíssima: apesar da parcimônia do creme, ela tem uma convidativa e diabólica coloração avermelhada escura, brilhante e transparente. No aroma e no sabor, a fruta se faz presente de forma clara mas sem exageros, bem integrada às características da fermentação espontânea como couro cru, mostarda e um certo sabor tânico lembrando caroço de uva. Além disso, sente-se um fenólico apimentado temperando a fruta, uma certa esterificação rementendo a bananas e um aroma de amêndoas cruas, típico de fruit beers, a indicar alguma oxidação. A questão toda é que nenhuma dessas sensações é muito intensa, o que faz com que ela seja suave e pouco marcante apesar de ter boa complexidade. É o tipo de cerveja que, se não se prestar a devida atenção, pode parecer bem mais simples do que de fato é. O paladar é equilibrado, com o azedume meio salgado típico do estilo não muito pronunciado, bem complementado pela doçura e pelo amargor medianos. A entrada é adocicada, com amargor de fundo e uma acidez que se desenvolve gradualmente na boca até tornar-se tânica e picante e que depois conduz novamente a um final equilibradamente doce, ácido e amargo, com retrogosto curto de groselha, mostarda e banana. O corpo é leve, a carbonatação é alta, e os 10% de álcool, diabolicamente ocultados. O resultado é uma sour ale bastante sofisticada; de perfil "feminino" e delicado, que se mostra agradável e fácil de beber, especialmente bem-feita. Mas, devido a sua suavidade, pode talvez ser igualmente fácil de subestimar.

Detalhes

Degustada em
18/Janeiro/2011
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se