Cadastre-se

Stone Belgo Anise Imperial Russian Stout

Pedro Bianchi 06 de Janeiro de 2012
 
4.3 (2)
1190   0   1  
 
Escrever Avaliação
Adicionar a uma lista
Stone Belgo Anise Imperial Russian Stout

Informações

Álcool (%)
10.5% ABV
IBU
55
Ativa
Temperatura
Copo ideal

This 2011 Odd Year release pours pitch black with a deep tan head, with aromatic notes of anise, coffee, and cocoa jumping from the glass. Coffee and dark roasted malt flavors dominate, with a robust complement of anise and oak, which leave a lingering blend of vanilla, licorice, and dark malt on the palate. This one will age nicely for several years

Avaliações dos usuários

2 avaliações

Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
9/10  (2)
Aparência 
 
5/5  (2)
Sabor 
 
17/20  (2)
Sensação 
 
4/5  (2)
Conjunto 
 
8/10  (2)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Avaliação Geral 
 
3.9
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
Preta, espuma bege escura, media altura e media duração.
Uma bela stout, o lupulo nao aparece tanto, mesmo sendo perceptível, mas nao diria ser uma imperial. O anis é muito leve, aparece bem pouco.

Decepcionou um pouco pela ausencia de personalidade e, principalmente, de um diferencial por conta do anis.
Não que deixe de ser uma bela cerveja, muito pelo contrário, mas era esperado um pouco mais dela.

Detalhes

Degustada em
24/Janeiro/2013
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.6
Aroma 
 
10/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Um dos estilos que mais me encanta no mundo cervejeiro, certamente é o Russian Imperial Stout. Um dos condimentos que mais gosto do aroma, é o anis. Uma das melhores Imperial Stouts do mundo, na minha opinião é a da Stone. Imagine então essa Imperial Stout, que é praticamente uma rica sobremesa, com toques de anis, carvalho e os aromas de levedura belga. A promessa era grande, mas acabou não suprindo as expectatívas, e tendendo bastante aos aromas de anis.
Apresentou coloração praticamente negra já mostrando viscosidade no serviço. Seu creme é de coloração bege, com formação razoável, mas boa duração e cremosidade, desenhando rendas nas laterais da taça.
Dominando o olfato, notas de chocolate ao leite (e algo um pouco mais "pegado", que lembra chocolate belga) e anis. Ao fundo os maltes e os esteres provenientes das leveduras, se combinam bem e trazem aromas frutados de ameixa, banana passa, cerejas, além de um fundo amadeirado e que lembra rum. Há um leve torrado que lembra café e um toque leitoso. Os lúpulos tem caráter cítrico, lembrando Contreau.
A riqueza dos maltes que adoro na Russian Imperial Stout regular da Stone estava lá, trazendo muito chocolate, e nesta versão um toque picante e adocicado do anis. Os lúpulos acabam até apresentando-se de maneira delicada, praticamente ofuscados, tanto pela doçura quanto pelo leve amargor dos maltes. As leveduras belgas aumentam ainda mais a complexidade, trazendo uma pegada bem frutada a cerveja, evocando sensações de frutas escuras e uma leve picância. O álcool acabou mostrando-se mais perceptível do que eu lembrava da versão original, perdendo um pouco do equilíbrio. O final mostra um pouco mais da secura do carvalho. Assim como na versão original, traz uma textura bem licorosa e pouca carbonatação. O retrogosto lembra chocolate amargo e novamente, o anis. Acaba perdendo um pouco da drinkabillity justamente por ter o anis com tanto destaque. Mesmo assim, é uma cerveja muito interessante, que ganhou complexidade de aromas, mas acabou perdendo em equilíbrio e drinkabillity.

Detalhes

Degustada em
11/Outubro/2011
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se