Cadastre-se

Cervejaria Sudbrack

Hot
Brejas 23 de Julho de 2012
18153   0   4  
Comentários (0)
Cervejaria Sudbrack

Localização

Rua Bahia, 5181 - Salto Weissbach, Blumenau / Santa Catarina, Brasil - CEP 89032-001

Histórico

A idéia de uma cervejaria artesanal surgiu de uma família apaixonada por cervejas especiais. Descontentes com a pequena variedade de cervejas disponíveis no Brasil, decidiram fundar uma cervejaria que trouxesse de volta a tradição, o sabor e a variedade ao mercado brasileiro. Foram alguns anos de pesquisas, conversas com mestres cervejeiros da Alemanha, Bélgica e EUA e inúmeras visitas às cervejarias desses países. E com a vinda de um mestre cervejeiro alemão com 30 anos de experiência, o sonho tornou-se realidade.

Em julho de 2002 nasce a Cervejaria Sudbrack, com a marca EISENBAHN já com três estilos de chopp: o Pilsen, de origem Tcheca; o Dunkel de origem alemã e o Pale Ale de origem belga. Já no ano seguinte, é lançado o Weizenbier, chopp de trigo originário da Alemanha. Ainda em 2003, a Eisenbahn lança a Weihnachts Ale, uma cerveja sazonal comercializada apenas de novembro a janeiro em comemoração ao Natal, tradição vinda também da Alemanha. Em 2004, surge a primeira cerveja orgânica do Brasil, feita com ingredientes orgânicos sem conservantes e sem agrotóxicos. Nesse mesmo ano, é lançada também a Weizenbock, cerveja escura de trigo, ideal para os dias de inverno. No ano seguinte, é lançada a Kölsch, cerveja originária da cidade de Colônia, também na Alemanha. Já no final do mesmo ano, 2005, a Eisenbahn lança a Rauchbier, primeira cerveja brasileira feita com maltes defumados. Uma cerveja feita em parceria com César Adames especialmente para a harmonização com charutos.

Por toda essa inovação e excelência em seus produtos, nesse mesmo ano a Eisenbahn foi a única cervejaria brasileira a ser convidada a ter os seus produtos comercializados na Galeria Lafayette, em Paris, durante as comemorações do ano do Brasil na França.

Entramos em 2006 e, com apenas 4 anos, a Eisenbahn lança a sua 10º cerveja, a Strong Golden Ale, de inspiração belga e alto teor alcoólico. No mesmo ano, a superação: O lançamento da Eisenbahn Lust, cerveja produzida pelo mesmo método de fabricação dos champanhes franceses, sendo a terceira no mundo e mais uma vez, a única no Brasil.

Ainda em 2006, a Eisenbahn trouxe ao Brasil o maior especialista do mundo em harmonização de cervejas especiais com gastronomia, o americano Garrett Oliver. No ano de 2007, os reconhecimentos internacionais começam a aparecer: Em fevereiro, as cervejas Eisenbahn ganharam as páginas da inglesa Beers of the World. A Eisenbahn Lust, a Eisenbahn Strong Golden Ale e a Eisenbahn Dunkel receberam a melhor pontuação na edição de Fevereiro/Março. O crítico e especialista Jeff Evans experimenta cervejas do mundo inteiro e neste mês abriu a sua matéria falando da Cervejaria Eisenbahn e coloca as três cervejas citadas como Editor's choice (a escolha do editor). Além disso, as cervejas Eisenbahn Rauchbier e a Eisenbahn Kölsch entraram na matéria como "recomendadas".

Em julho, ao completar 5 anos de existência, lança a Eisenbahn 5, cerveja comemorativa ao aniversário e de edição limitada. Porém, tamanha foi a procura e apreciação dessa cerveja feita pelo método dry-hopping que hoje ela faz parte da linha reserva especial e é produzida normalmente.

Em agosto, mais uma realização internacional: A Eisenbahn participou do Great British Beer Festival, uma das maiores feiras de cervejas do mundo em Londres. Como foi a 30º edição do evento, o bar Bières San Frontiers comercializou cervejas de trinta países, sendo a Eisenbahn a única brasileira. Estavam presentes a Eisenbahn Pale Ale, Eisenbahn Rauchbier, Eisenbahn Strong Golden Ale, Eisenbahn Dunkel e Eisenbahn Kölsch.

Ainda falando internacionalmente, em novembro a Eisenbahn participou do European Beer Star, um dos maiores e mais prestigiados concursos de cerveja do mundo, na Alemanha, país da cerveja. Com isso, faturou 2 medalhas de bronze, com a Eisenbahn Dunkel (categoria German-Style Schwarzbier) e a Eisenbahn Weizenbock (categoria South-German-Style Weizenbock Dunkel). O European Beer Star contou com mais de 570 marcas de cerveja de 40 categorias diferentes, de 28 países, com um time de 54 jurados tradicionais e
rigorosos, a maioria alemães. A Eisenbahn foi a primeira cervejaria da América do Sul a conquistar esse prêmio.

E para encerrar o ano com chave de ouro, em dezembro lança a Lust Prestige, uma versão mais aprimorada da Lust, que tem maturação de 1 ano ao invés de 3 meses.
Começa 2008 e a Eisenbahn aparece no Beer Judge Certification Program, que é uma organização americana responsável por treinar juízes e publicar em seu site uma descrição técnica detalhada de cada estilo de cerveja existente, e, ao final de cada descrição, cita algumas marcas como exemplos desses estilos. A Eisenbahn apareceu como exemplo em cinco diferentes estilos, com a Eisenbahn Rauchbier, Eisenbahn Kölsch, Eisenbahn Weizenbock, Eisenbahn Pale Ale e Eisenbahn Weizenbier. Também no mesmo mês, a Eisenbahn participou do Australian International Beer Awards. O AIBA contou com 1084 cervejas, de 217 cervejarias de 42 países. Nesse concurso, ganhou 3 medalhas de prata com a Eisenbahn Dunkel (categoria Lager Package), Eisenbahn Weizenbock (categoria Wheat Beer Package) e Eisenbahn Lust (categoria Belgian and French Style Ales Package), estando assim mais uma vez entre as melhores do mundo.

Dando seqüência aos acontecimentos internacionais, Eisenbahn é citada no livro do Michael Jackson, um dos melhores escritores e conhecedores de cervejas do mundo. Esse livro é como se fosse um guia de cervejas de todo o mundo e a Eisenbahn é a única cervejaria brasileira que aparece na página da América Latina. E ao falar da Eisenbahn aparece a Eisenbahn Kölsch, como indicação. Já em abril, a Eisenbahn participou do World Beer Cup e ganhou uma medalha de bronze novamente com a Eisenbahn Dunkel. No World Beer Cup participaram 2931 cervejas, de 644 cervejarias de 58 países em 91 categorias. Ainda no mês de abril, a Revista inglesa Beers of the World coloca a Eisenbahn em uma matéria de quatro páginas onde fala que a empresa é uma cervejaria brasileira com estilo germânico. Na reportagem ressalta ainda a qualidade e preocupação em produzir cervejas tradicionais resgatando
conceitos que se perderam ao longo do tempo com a chegada das grandes cervejarias. E ainda, na coluna do Jeff Evans, o mesmo indica a Eisenbahn Weizenbock como Recomendada pelo Editor.

No final do primeiro semestre de 2008, a Eisenbahn é adquirida pelo Grupo Schincariol, maior indústria brasileira de bebidas. O parque fabril em Blumenau é mantido, bem como o processo artesanal de fabricação do produto. A Eisenbahn continua sendo reconhecida nas principais premiações internacionais e, em novembro, foi vencedora do European Beer Star Awards: ouro para a versão Dunkel, na categoria German Style Scharzbier; e prata para a versão Weinzenbock na categoria Weizenbock Dunkel. Isto faz da cervejaria uma colecionadora de títulos internacionais: ao todo são mais de 30 prêmios.

Ainda em 2008 a Eisenbahn lança A Dama do Lago, vencedora do Concurso Mestre Cervejeiro 2007, e inicia a sua segunda edição. A cerveja, uma Belgian Dark Strong Ale com 9% de teor alcoólico, foi criada por Leonardo Botto e produzida em edição limitada. Em 2009 A Dama do Lago recebe medalha de bronze no Australian International Beer Awards na categoria Abbey Style, Dubbel and Triple. No mesmo ano é lançada a vencedora da segunda edição do Concurso Mestre cervejeiro: a Joinville Porter. O catarinense Ivan Guilherme Steinbach desenvolveu a melhor receita, uma cerveja estilo Robust Porter de coloração preta com sabor de malte torrado e um pouco adocicada.

O Concurso consolida-se como tradição entre os cervejeiros brasileiros, ganhando destaque da imprensa especializada e mais adeptos a cada ano. Em 2009, com a 3ª edição, foram 88 inscritos e 57 bebidas enviadas. A receita vencedora foi do paranaense Sandro Sebastião Singer e deu origem a São Sebá, uma cerveja do estilo Belgian Dubbel lançada no segundo semestre de 2010.

Ainda neste ano, a Eisenbahn se torna patrocinadora oficial da ABS-SP
(Associação Brasileira de Sommeliers - São Paulo), participando dos eventos relacionados a cerveja e levando a cultura cervejeira para os interessados e grandes apreciadores da bebida.
Proprietários
Grupo Schincariol
Fundado em 01 de Julho de 2002 por Juliano Mendes


A Eisenbahn é hoje a cervejaria brasileira mais premiada no mundo.

Fotos

Comentários dos Usuários

Não há comentários de usuários para este item.
Para escrever uma avaliação registre-se ou faça seu .

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se