Arquivos de tag para 'lager'

De Bamberg a Votorantim – St. Michael e a cerveja Lager

Comentários
436 visitas

bambergavotorantim

Na história da cerveja, um fato sempre leva a outro. Descubra, nas palavras de Alexandre Bazzo*, o que o que um dia sagrado dedicado a um santo contribuiu para o surgimento das cervejas da “família” Lager.

———————

alexandrebazzo2

 
* Alexandre Bazzo é Mestre em Estilos de Cerveja (Siebel-EUA), Sommelier de Cervejas (Doemens-Alemanha) e proprietário de uma das mais premiadas microcervejarias brasileiras, a Bamberg.

De Bamberg a Votorantim – Tipos de fermentação da cerveja

Comentário
547 visitas

bambergavotorantim

Lager ou Ale? Afinal, o que são as Lambics? O cervejeiro Alexandre Bazzo* explica tudo sobre os tipos de fermentação das brejas.

———————

alexandrebazzo2

 

* Alexandre Bazzo é Mestre em Estilos de Cerveja (Siebel-EUA), Sommelier de Cervejas (Doemens-Alemanha) e proprietário de uma das mais premiadas microcervejarias

PÃO & CERVEJA: Programa 3

Comentários
429 visitas

Clique na caixa para ouvir:

O cervejeiro Marco Falcone discorre, didaticamente, sobre as diferenças entre as famílias cervejeiras ALE e LAGER, e dá dicas de harmonização. Duração: 9:20min.

O cervejeiro Marco Falcone discorre, didaticamente, sobre as diferenças entre as famílias cervejeiras ALE e LAGER, e dá dicas de harmonização. Duração: 9:20min.

Ouça também os demais programas da coluna PÃO & CERVEJA, que vão ao ar pela rádio CBN Belo Horizonte.

DaDo Bier, versão litrão

Comentários
1.624 visitas

dadobierlitrao

A microcervejaria porto-alegrense Dado Bier, especializada no nicho Premium, vai voltar a ter produção em escala industrial com o lançamento das embalagens de um litro. A iniciativa permitirá mais do que triplicar os volumes este ano, saltando de uma produção de 700 mil litros em 2008 para mais de 2 milhões de litros, conforme estimativas consideradas conservadoras. “É uma cerveja tipo pilsen para atuar no mercado Premium”, diz o presidente da companhia, Eduardo Bier, que tem como sócio e membro do conselho da empresa o tio, o industrial Jorge Gerdau Johannpeter.

A decisão pela embalagem, conforme a empresa gaúcha, se deu pela observação da mudança do comportamento do consumidor brasileiro de beber mais em casa com a família e amigos, influenciada por fatores como a lei seca, além da boa aceitação das cervejas uruguaias no País, tradicionalmente envasadas em garrafas de 1 litro. Bier ressalta ainda que, com volume maior de produção, a empresa pode ter custos menores e preços competitivos e assim entrar de vez na disputa no gigante mercado brasileiro calculado em 10,5 bilhões de litros.

O empresário diz que desde 2005 estuda a melhor forma de retornar à grande escala, após ter uma experiência iniciada em 2001 em que a Companhia de Bebidas das Américas (AmBev) produziu para a empresa por força de uma determinação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) de que a megacervejaria teria de ceder capacidade por um período para outra companhia com uma fatia inferior a 5% do mercado. A Dado Bier foi a vencedora da concorrência na época, mas a parte da distribuição, também a cargo da AmBev, acabou não fluindo como se esperava.

A Dado Bier chegou a projetar a construção de uma fábrica em Osório (RS) em sociedade com a cervejaria Colorado, de Ribeirão Preto (SP), mas em 2007 foi procurada pela Cervejaria Riograndense que tinha capacidade ociosa e poderia ser arrendada na unidade localizada em Santa Maria (RS). Com isso, a Dado Bier precisou investir apenas R$ 5 milhões em desenvolvimento de produto e na adaptação de linhas.

Com um preço sugerido de R$ 4,50, a cerveja Dado Bier Lager em garrafas de 970 ml já chegou ao mercado gaúcho, está prestes a entrar em Santa Catarina e até abril será comercializada também no Paraná e São Paulo para ainda no primeiro semestre ser vendida nos demais estados. “Teremos atuação nacional, mas com foco no Rio Grande do Sul”, diz Bier.

A distribuição ficará a cargo da Importbeers, empresa que já trabalha com marcas européias e argentinas no mercado brasileiro. A prioridade da distribuição será em pontos para o consumidor que busca produtos de maior valor agregado, aproveitando a percepção já consolidada do público em relação às cervejas especiais da empresa gaúcha. Além da embalagem de um litro, descartável, em março também entrará em produção a lata de 473 ml da Dado Bier Lager.

Fundada em 1994, a Dado Bier produz hoje uma família de seis tipos de cervejas Premium em garrafas long neck, além de chope.

Bier revela ainda que não desistiu da construção da fábrica, que seria um próximo e ousado passo caso e nova embalagem de um litro corresponda às expectativas de vendas. “A fábrica vai depender do desempenho do negócio. Mas há uma vontade de fazer”, diz ele, acrescentando que o investimento original seria de R$ 60 milhões. A Dado Bier também já foi considerada a bola da vez entre as cervejarias artesanais como alvo de aquisições das grandes fabricantes, mas o empresário assegura que o objetivo é tocar a empresa com as próprias mãos.

Fonte: Gazeta Mercantil

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]