Cadastre-se

Flying Dog In de Wildeman Farmhouse IPA

Pedro Bianchi 12 de Dezembro de 2011
 
3.9 (3)
1349   0   1  
 
Escrever Avaliação
Adicionar a uma lista
Flying Dog In de Wildeman Farmhouse IPA

Informações

Álcool (%)
7.5% ABV
Ativa
Temperatura
Copo ideal

Brewed for Bierproeflokaal In de Wildeman’s 25th Anniversary. This brand new brew is an unfiltered American IPA hopped with Citra and fermented with Saison yeast.

Avaliações dos usuários

3 avaliações

Avaliação Geral 
 
3.9
Aroma 
 
8/10  (3)
Aparência 
 
4/5  (3)
Sabor 
 
14/20  (3)
Sensação 
 
4/5  (3)
Conjunto 
 
8/10  (3)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
(Atualizado: 09 de Fevereiro de 2013)
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
10/10
Eu considero essa combinação entre a escola americana com as leveduras belgas como a fórmula mágica para produzir cervejas únicas. A Raging Bitch, belgian IPA da Flying, é para mim um marco. Mas essa Farmhouse IPA não fica atrás. Uma combinação de lúpulos aromáticos com a levedura da Saison criou uma cerveja próxima à sua irmã, mas com a refrescância da saison predominando sobre a complexidade da leveduras da raging bitch.
Vertida apresentou um líquido alaranjado intenso com uma bela formação de um creme branco, denso, de boa persistência e que deixa marcas.
O aroma apresenta uma profusão de lúpulos com notas cítricas e herbais bem acompanhando pelos ésteres leves da saison (damasco especialmente) e um acabamento condimentado com pimenta e coentro. Ao fundo um leve mel.
No sabor a complexidade continua mas com uma leveza incrível. O malte e a levedura saison fazem a base com leve caramelo, mel e notas frutadas. Sobre essa base deliciosos lúpulos aromáticos cítricos e herbais. O final é levemente seco, amargo e picante. Incrivelmente delicioso. Uma leve acidez combinada à um azedinho, ajudam a equilibrar o conjunto e o aftertaste é leve como uma saison mas com deliciosos lúpulos aromáticos.
O corpo é leve, a carbonatação média e a drinkability nas alturas.
Para o meu paladar houve uma complementaridade incrível entre a levedura saison e os lúpulos aromáticos. Uma das cervejas mais agradáveis que já degustei.

Detalhes

Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.4
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
A mais nova cerveja da Flying Dog é uma homenagem ao bar de cervejas "In de Wildeman"(http://www.indewildeman.nl/index.php?lang=en&page=0) que funciona em um predio de uma antiga destilaria, em Amsterdam, na Holanda.

O famoso bar pediu a cervejaria americana baseada em Frederick MD que fizesse uma cerveja comemorativa do seu aniversario de 25 anos, para ser servida exclusivamente em suas dependencias. O desafio foi aceito e a leva inicial foi produzida em pequena escala e engarrafada em formato de 750 ml.

O tempo passou e o resultado foi bom, a cerveja fez sucesso na Holanda e em algumas degustações exclusivas na região de Washington DC. Com isso, a Flying Dog decidiu produzi-la de novo e comercializa-la em larga escala nos EUA, agora no formato habitual de 355 ml e também na pressão.

No copo, verte uma coloração laranja dourada, quase totalmente cristalina. O colarinho de um dedo é branco e cremoso, mas desce rapidamente com media retenção lateral.

O aroma é uma mistura de citricidade com especiarias. Começa com uma pegada bem cítrica e pungente com notas de urina de gato (isso mesmo) que apesar de parecer um termo estranho é um classico descritor usado para designar aromas de lupulo fresco, geralmente da variedade Simcoe. Segue então com notas aromaticas e herbais de tempero, principalmente coentro e alecrim. Também é possivel perceber notas mais florais e terrosas.

O sabor inicial vem do malte, com caramelo e candy sugar. Logo os lupulos aparecem novamente com a citricidade dominando - notas de grapefruit e limão são as mais aparentes. Especiarias vem em seguida com coentro, cravo e alecrim. Ha uma nota meio "funky" também pairando pelo sabor da cerveja: É dificil de definir, não é exatamente um Brettanomyces eu diria que cai mais pra um sabor de couro (leathery) . Finaliza com bastante amargor que aparece com algumas notas de pimenta.

O corpo é mediano também com carbonatação mediana. Mouthfeel seco e um pouco adstringente no final, pela alta lupulação. O aftertaste é basicamente amargor com leves notas florais e spicy.

No geral essa é uma cerveja bem diferente da maioria. Lembra um pouco as Belgian IPAs mas eu acho que ao invés de "Farmhouse IPA" poderia ser melhor definida como uma "Saison com lupulagem extra". O principal ponto positivo foi a secura dela, o que possibilita um alto drinkability apesar do moderado teor alcoolico. Mas tenho que confessar que esse intercambio entre lupulos americanos e fermento belga não me apetece, prefiro esses componentes fazendo seus papéis separadamente.

http://cervejasamericanas.blogspot.com

Detalhes

Degustada em
05/Março/2012
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
EUA
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.9
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
8/10
Um dos bares cervejeiros mais famosos de Amsterdam, o In De Wildeman, também faz suas próprias cervejas, em parceria com cervejas já consolidadas. Sua Farmhouse IPA é uma parceria com a cervejaria americana Flying Dog e mescla características aromáticas dos lúpulos americanos, típicos de uma American IPA e os aromas esterificados e picantes das leveduras de uma Saison belga. O resultado acaba sendo algo parecido com algumas Belgian IPA que estamos já habituados, porém com menos potência.
Servido na pressão, mostrou coloração dourada, com turbidez mediana. Um creme bem formado, de coloração branca, que durou razoavelmente bem, e graças a textura cremosa, ainda fez renda nas laterais da taça.
Os aromas mostraram-se com caráter um pouco mais condimentado, com os aromas herbáceos de erva cidreira se destacando, aliados a tons cítricos/frutados de grapefruit, abacaxi e manga. Ao fundo, ainda um toque fresco de alecrim e os toques frutados de manga, fazendo frente a uma cama de maltes, que traz aromas de mel.
A complexidade dos elementos de mantém, trazendo um pouco de doçura das frutas e dos maltes, mas não perdendo o caráter firme do amargor de uma IPA. A acidez acaba sendo exagerada, e o que poderia trazer a refrescância agradável de uma Saison, acabou passando do ponto e tornando-se agressivo. Outro aspecto que acaba tornando-se incomodo é a elevada sensação de álcool, um pouco exagerada para os "poucos" 7,5%. A carbonatação é crocante como a de uma Saison e o corpo fica entre o médio e o leve. O aftertaste mostra novamente os lúpulos, com perfil apimentado e um amargor muito persistente.
A proposta é extremamente interessante, assim como acho as Belgian IPA, mostrando as marcantes características dos lúpulos americanos e das leveduras belgas, trazendo um perfume único. Essa cria da Flying Dog acabou pecando um pouco no equilíbrio de álcool e acidez, mas trouxe uma complexidade aromática fantástica, que me encanta tanto nas Saison, quanto nas India Pale Ale.

Detalhes

Degustada em
04/Outubro/2011
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se