Russian River Pliny the Elder

Hot
Sergio Curti
Updated 04 de Junho de 2019
 
4.5 (21)
22296 0 6

Avaliações dos usuários

14 avaliações com 5 estrelas
21 avaliações
 
67%
 
33%
3 estrelas
 
0%
2 estrelas
 
0%
1 estrela
 
0%
Avaliação Geral
 
4.5
Aroma
 
9/10(21)
Aparência
 
4/5(21)
Sabor
 
18/20(21)
Sensação
 
5/5(21)
Conjunto
 
9/10(21)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
14 resultados - mostrando 11 - 14
1 2 3
Ordenar
Avaliação Geral
 
4.6
Aroma
 
9/10
Aparência
 
5/5
Sabor
 
19/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
9/10
Bebida em comemoração a minha 300ª cerveja avaliada.
No copo verteu um líquido alaranjado com um creme de boa formação e persistência.
No olfato, trouxe notas maltadas e frutadas, seguidas de aromas cítricos e de belo bouquet floral.
No paladar, apresentou sabores de grapefruit, maracujá, mel, caramelo, flores do campo e grama.
O equilíbrio por ela apresentado impressiona. O Amagor cítrico está muito bem alinhado a um núcleo de malte granuloso e adocicado.
Seu fim é longo, seco, amargo e resinoso.
Possui um copro leve/médio e carbonatação média.
O álcool está incrivelmente bem inserido.
Enfim, é uma das melhores IPA imperiais do mundo e não decepciona.
Equilibrada, agradável e fácil de beber, simplismente uma obra-prima!!
Recomendo a degustação.

Detalhes

Degustada em
31/Outubro/2011
Envasamento
Volume em ml
600 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral
 
4.9
Aroma
 
9/10
Aparência
 
5/5
Sabor
 
20/20
Sensação
 
5/5
Conjunto
 
10/10
Coloração alaranjada, levemente turva, com espuma bege de média duração.

Aroma e sabor com notas herbaceas, citricas e florais, lúpulo, damasco, caramelo, picancia e álcool bem sútil.

Amargor intenso mas bem equilibrado, não fica agressivo.

Com certeza umas das melhores cervejas que ja degustei.

Detalhes

Degustada em
18/Junho/2011
Envasamento
Volume em ml
500 ml
Onde comprou
Mercado Livre
Preço
105,00
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 25 de Maio de 2011)
Avaliação Geral
 
4.8
Aroma
 
10/10
Aparência
 
5/5
Sabor
 
18/20
Sensação
 
5/5
Conjunto
 
10/10
Coloração âmbar/alaranjada com leve turbidez.
Espuma bege clara de média densidade,boa formação e
média duração,vai deixando marcas no copo.
Aroma com presença de malte,lúpulo,pêssego,damasco,caramelo
e leve álcool.Muitas notas complexas florais e herbais.
No paladar malte,amargor do lúpulo,caramelo e presença bem
inserida do álcool com amargor residual.
Na garrafa diz para consumir o mais fresca possível,a cervejaria
não recomenda a guarda.A minha amostra ja tinha 1 ano de validade.
Mesmo assim uma bela cerveja,onde os aromas florais e frutados
equilibram muito bem o lúpulo.

Detalhes

Degustada em
15/Outubro/2010
Envasamento
Volume em ml
500 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 11 de Novembro de 2010)
Avaliação Geral
 
4.6
Aroma
 
10/10
Aparência
 
3/5
Sabor
 
18/20
Sensação
 
5/5
Conjunto
 
10/10
Equilibrada e surpreendentemente fácil de beber apesar da sua lupulagem expressiva e do seu intenso amargor, esta lendária IPA imperial é uma verdadeira aula de como uma cerveja pode ser ao mesmo tempo extrema, agradável e balanceada. Vertida na taça, ela ostenta uma intensa coloração laranja clara, com baixa transparência e um creme branco sem volume ou permanência muito elevados. Como é de se esperar, aroma e sabor são abolutamente dominados pela combinação de lúpulos empregados na receita; outros elementos até aparecem, mas apenas na medida em que dão suporte e reforçam as sensações lupuladas, funcionando como uma espécie de "trampolim" ou "moldura" para os lúpulos. Estes apresentam um perfil complexo e balanceado, em que predominam perfumes herbais intensos - aquilo que os americanos normalmente denominam "pine" (pinho/pinheiro), mas que para mim remete muito vividamente a capim cidreira, até com alguns toques de erva-doce. Muito fresco e agradável. Características mais condimentadas sugerindo pimenta e ervas finas, e outras mais puxando ao cítrico (tangerina) complementam de forma harmônica seu complexo perfil de aromas. E o malte, você deve estar se prguntando? Aí entra o que é mais surpreendente nesta cerveja: sim, o malte está lá, claro, com uma gostosa doçura que fornece amparo ao amargor e o equilibra, mas trata-se de um malte limpo, leve, com um sabor levemente açucarado ou de mel suave, sem um sabor pronunciado de grãos e sem interferir com os aromas e sabores do lúpulo. Discreto e eficiente, cumpre perfeitamente sua função meio que "nos bastidores", garantindo o show exibicionista dos lúpulos que solam gloriosamente, tal qual um guitarrista numa banda de rock. Para um estilo que funciona como uma "vitrine de lúpulos", trata-se de uma execução perfeita da proposta. Ao fundo, ésteres frutados, remetendo a laranja ou abacaxi, reforçam as características mais frutadas e cítricas do lúpulo, menos evidentes aqui que em outras IPAs. No paladar, adivinhe? Claro que o intenso amargor é predominante (afinal, trata-se de um colosso de nada menos que 100 IBUs), mas não agressivo, pois é limpo e muito bem amparado por essa doçura discreta do malte, que comparece na entrada em intensidade razoável sem ser pegajosa ou marcante demais, apenas "preparando" a garganta para o amargor perene que persiste longamente no final, com um retrogosto lupulado remetendo a cidreira, pimenta e laranja. Impressiona a forma como ele consegue ser, ao mesmo tempo, muito amarga e muito leve e fácil de beber. Perigosa. O corpo é leve para médio, com textura cremosa e percepção alcoólica suave apesar dos 8%, reforçando ainda mais a drinkability. No conjunto, uma IPA imperial modelar. Intensamente amarga e equilibrada na justa medida para fazer com que o lúpulo brilhe sem incomodar, executa sua proposta de maneira virtuosa e impecável. De lambuja, traz uma ótima harmonia e complexidade de aromas de lúpulo, com herbais bem complementados por toques condimentados e cítricos. Porém, tal qual um herói da tragédia clássica, sua maior qualidade é também sua maior limitação, pois ela oferece pouco além de lúpulo. Mas, vamos e venhamos, será que às vezes a excelência pura dos lúpulos americanos não está suficiente? O herói merece os aplausos ao derradeiro gole, quando infelizmente se fecham as cortinas.

Detalhes

Degustada em
11/Outubro/2010
Envasamento
Volume em ml
500 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
14 resultados - mostrando 11 - 14
1 2 3