Cadastre-se

Sagres

Hot
Mauricio Beltramelli 03 de Setembro de 2008
 
2.3 (74)
25666   0   12  

Avaliações dos usuários

44 avaliações com 2 estrelas

74 avaliações

5 estrelas
 
(0)
 
(2)
 
(25)
 
(44)
 
(3)
Avaliação Geral 
 
2.3
Aroma 
 
4/10  (74)
Aparência 
 
3/5  (74)
Sabor 
 
9/20  (74)
Sensação 
 
3/5  (74)
Conjunto 
 
5/10  (74)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
44 resultados - mostrando 26 - 30
1 2 3 4 5 6 7 8 9
Ordenar
Avaliação Geral 
 
2.1
Aroma 
 
5/10
Aparência 
 
2/5
Sabor 
 
8/20
Sensação 
 
2/5
Conjunto 
 
4/10
Juz à tradição ibérica, nada traz de novo em termos cervejeiros.
Sem off-flavors, apresenta malte e leve lúpulo no sabor eno aroma.
E só.

Detalhes

Degustada em
30/Junho/2013
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 10 de Abril de 2015)
Avaliação Geral 
 
2.1
Aroma 
 
4/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
8/20
Sensação 
 
2/5
Conjunto 
 
4/10
Era uma sagres mini, em garrafinha de alumínio.

A "Sociedade Central de Cervejas e Bebidas" é uma empresa portuguesa fundada em 1934 a partir da fusão de quatro antigas cervejarias: "Companhia Produtora de Malte e Cerveja Portugália", "Companhia de Cervejas Estrela", "Companhia de Cervejas Coimbra" e "Companhia da Fábrica de Cerveja Jansen". Um ano mais tarde a então praticamente centenária "Fábrica de Cervejas Trindade" também viria a integrar o grupo. O motivo da fusão foi unir forças para sustentar o mercado cervejeiro que desde 1929 vinha sofrendo sérios impactos devido a Crise nacional aliada à Grande Depressão.

Em 1940 Portugal realizou um grande evento intitulado "Exposição do Mundo Português" que visava celebrar datas como os 800 anos da Fundação do Estado Português (1140), os 300 anos da Restauração da Independência (1640) e - principalmente - o "Estado Novo" que na época ainda se consolidava. Visando essa grande exposição a "Sociedade Central de Cervejas e Bebidas" resolveu lançar uma nova linha de cervejas. Nascia assim a "Sagres".

Com o passar dos anos a linha "Sagres" se expandiu, compondo hoje uma série de rótulos. Desde 2008 as cervejas "Sagres" são as mais vendidas de Portugal, batendo a concorrente "Super Bock". Curiosamente foi neste mesmo ano que o grupo Heineken assumiu o controle de toda a empresa.

O exemplar degustado foi produzido na cidade de Vialonga.

Dourada e cristalina, forma dois dedos de colarinho branco de razoável permanência.

Aroma leve de malte, comprometido por toques metálicos e sulfurosos, remetendo à pólvora. Fraquíssimo sinal de lúpulo quase não aparece.

Na boca revela corpo baixo médio com malte ligeiramente adocicado reminiscências de fubá. Notas metálicas e sulfurosas mais uma vez causam desconforto. Traços de milho e carboidratos surgem no final estendendo-se até o retrogosto.

Só mesmo beeeem gelada pra minimizar os defeitos e descer.

Detalhes

Degustada em
06/Outubro/2012
Envasamento
Volume em ml
250 ml
Onde comprou
Lisboa, Portugal
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
2.2
Aroma 
 
2/10
Aparência 
 
2/5
Sabor 
 
9/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
6/10
Experimentei esta cerveja um dia após ter provado uma Super Bock (aparentemente a principal concorrente da mesma lá em Lisboa) e achei as duas um pouco semelhantes. Tomada em temperatura entre ambiente e gelada, no verão, é uma cerveja que realmente refresca e deixa um retrogosto por um tempo considerável. Amargor delicioso e toques de lúpulo medianos. Cor fraca assim como carbonatação e espuma.

Detalhes

Degustada em
15/Julho/2012
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Lisboa - Portugal
Preço
€3,00
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 26 de Fevereiro de 2012)
Avaliação Geral 
 
1.7
Aroma 
 
3/10
Aparência 
 
2/5
Sabor 
 
8/20
Sensação 
 
1/5
Conjunto 
 
3/10
Amarela pálida, translúcida. espuma rala e pouco duradoura. aroma de malte de cevada bem fraco. refrescante, leve e com amargor mínimo. gosto adocicado do malte é quase o único. alta carbonatação, boa para o estilo. Sensação crocante - Boa drinkabilitu. Falta lúpulo. Ao esquentar percebe-se o gosto dos cereais não maltados (principalmente do milho...). Gosto levemente salgado. Harmoniza com frituras. P.S: Achei a versão mini (250mL) mais gostosa.

Detalhes

Degustada em
21/Janeiro/2012
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
São Luiz
Preço
3,5
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 17 de Dezembro de 2011)
Avaliação Geral 
 
1.8
Aroma 
 
3/10
Aparência 
 
2/5
Sabor 
 
7/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
3/10
Cerveja portuguesa de massa, semelhante às pilsens nacionais, mas um mais elaborada, mais lupulada e levemente maltada. Possui coloração amarelada pálida com creme branco pouco persistente e quando se desvanece não sobra nada, comprometendo a qualidade. Carbonatação média. No sabor, de curta duração, o doce é de baixa intensidade e o que prevalece é um amargor moderado e metálico. Dá pra tomar gelada. Melhor que Skin, Antartica, Kaiser e afins. No mais é refrescante.

Detalhes

Degustada em
02/Dezembro/2011
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Centerbox
Preço
1,89
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
44 resultados - mostrando 26 - 30
1 2 3 4 5 6 7 8 9

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se