Arquivos de tag para 'dogfish'

Degustação de cervejas americanas

Comentários
541 visitas

americanas2

Já que as deliciosas cervejas da Nova Escola Americana ainda não desembarcaram em terras patropis, somos forçados a nos virar caso queiramos degustá-las.

O mestre cervejeiro Alfredo Ferreira (Grupo Schincariol) esteve recentemente nos Estados Unidos acompanhando a colheita de lúpulo no estado do Oregon. Por sua vez, este escriba zanzou por Nova York em março último. Em ambas as viagens — que tiveram cunho eminentemente cervejeiro — como de praxe, aproveitamos para forrar nossas malas com as brejas artesanais da terra do Tio Sam.

Semana passada, na companhia da beer sommelier Kathia Zanatta e da nutricionista Fabiana Panobianco, pusemos enfim as meninas pra jambrar. Alfredo contribuiu com as brejas da Full Sail Brewing Co., de Hood River (Oregon), e eu com um mix de gringas variegadas. Feito o carreto, demos início aos trabalhos.

Continuar lendo ‘Degustação de cervejas americanas’

Cervejas milenares

Comentários
2.611 visitas

dogfishheadmilenares

1- CHATEAU JIAHU: recriação de bebida encontrada há nove mil anos no norte da China. Sai por US$ 12 e leva ingredientes como uvas, flocos de arroz, mel e crisântemos.

2- MIDAS TOUCH: uma bebida fermentada encontrada na Turquia há 2,7 mil anos deu origem a essa cerveja, hoje vendida por US$ 4.

3- SAH’TEA: reprodução de uma bebida do século IX, feita com levedura alemã Weizen, especiarias e frutos finlandeses. À venda por US$ 20.

4- THEOBROMA: à base de cacau, ela foi criada a partir de uma análise química de fragmentos impregnados em potes de argila com 3,2 mil anos e custa US$ 12.

Continuar lendo ‘Cervejas milenares’

Dogfish Head Aprihop: Entre lúpulos e damascos

Comentários
207 visitas

dogfishheadaprihop

Uma breja no estilo India Pale Ale que leva em sua formulação damascos reais. Essa não poderia deixar de ser a única definição para essa cerveja absolutamente ímpar.

A Dogfish Head Aprihop exprime, como poucas, o espírito da nova escola cervejeira americana, repleta de fórmulas inusitadas e ao mesmo tempo inacreditavelmente deliciosas.

A inspiração britânica do estilo IPA está todinha lá: o lúpulo (30 IBU) é marcante tanto no aroma quanto no sabor, e o álcool (7,0% ABV) é muito bem inserido, sem destacar perante o conjunto.

Mas é já na abertura da garrafa e colocação no copo que essa breja se diferencia. Logo de início, o aroma dos damascos domina o ambiente. No sabor, é incrível a harmonia entre o dulçor da fruta e o amargor do lúpulo. O final é seco e roga novos e intermináveis novos goles. Mal comparando, é uma espécie de fruit beer para os lupulomaníacos.

O ponto triste é que a Dogfish Head Aprihop ainda não está disponível no Brasil. Sei que estou sendo insistente, mas não me cansarei de repetir o mantra: Alô, importadores!



Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]