Cadastre-se

Malheur 6

Pedro Bianchi
 
3.7 (10)
2039   0   2  
 
Escrever Avaliação
Adicionar a uma lista
Malheur 6

Informações

Cervejaria
Importadora
Álcool (%)
6% ABV
Ativa
Temperatura
Copo ideal

In a country with beers named after the Devil, or called "Sudden Death", one called "Misfortune" (Malheur, in French) is just another wry jest. The beer itself is no joke. On the contrary, it is an inspired beer. Malheur is made in a new, revivalist, brewery.

Avaliações dos usuários

10 avaliações

5 estrelas
 
(0)
 
(8)
 
(2)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
3.7
Aroma 
 
7/10  (10)
Aparência 
 
4/5  (10)
Sabor 
 
15/20  (10)
Sensação 
 
3/5  (10)
Conjunto 
 
7/10  (10)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Ver todas as avaliações Ver as mais úteis
Avaliação Geral 
 
3.3
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Dourada acobreada e transparente. Baixa espuma de baixa duração.
Fermento, álcool e um pouco de lúpulo no nariz, pouco volátil no geral.
Maltada, ácida e seca. Amargor médio no início que cresce evidente no fim. Fermento bem presente, porém não com características belgas.
Alta carbonatação, corpo baixo-médio, o álcool apesar de baixo é percebido.
Pale ale amarga, ácida e maltada, levedura bem aparente. Não muito diferenciada, apenas boa.

Detalhes

Degustada em
24/Março/2014
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Mitra Nijmegen
Preço
€ 1,10
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
.

Detalhes

Degustada em
13/Março/2014
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.3
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
-

Detalhes

Degustada em
09/Março/2014
Envasamento
Volume em ml
250 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
8/10
Uma excelente Blond.

Detalhes

Degustada em
05/Outubro/2013
Envasamento
Onde comprou
Delirium Tremens Café - Bruxelas, Bélgica
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 30 de Novembro de 2013)
Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
A saga da cervejaria "Malheur" (que significa "infortúnio" em francês) começa em 1773, quando Balthazar De Landtsheer, antepassado dos atuais proprietários, montou uma cervejaria chamada “De Halve Maan”. O negócio foi herdado por seu filho e depois passado para o seu neto que em 1839 mudou o nome da cervejaria para "Brewery De Zon", ou "Cervejaria do Sol" - nascendo aí o alaranjado forte que se tornou símbolo da marca.

Durante a Primeira Guerra, as atividades da cervejaria foram interrompidas pela primeira vez.

Pouco antes da segunda guerra, o poço que fornecia água acabou sendo contaminado por nitratos, impedindo assim a produção de cerveja própria. Com isso, a cervejaria passou apenas a engarrafar e vender cervejas de outros produtores, estabelecendo parcerias com conterrâneos da "Westmalle", "Mechelen brewery Lamot" (extinta) e importando dos tchecos a "Pilsner Urquell". Após mais um interrupção no período da Segunda Guerra, a família De Landtsheer seguiu as décadas seguintes trabalhando no universo cervejeiro através do plantio e secagem de lúpulos, porém nunca se dedicando à produção de bebida propriamente dita. Com a morte de Adolf De Landtsheer em 1991, seu filho Manu De Landtsheer voltou a alimentar o sonho de reativar a cervejaria.

Finalmente em 1997 o sonho se tornou realidade. Instalada na cidade belga de Buggenhout sob o nome de "De Landtsheer" (mais tarde, "Malheur"), uma nova fábrica da família De Landtsheer foi construída, permanecendo ativa até os dias de hoje com suas notáveis cervejas.

Líquido dourado e translúcido que forma colarinho branco mediano, cremoso e duradouro - deixando ao redor da taça marcas que simulam uma fina renda.

Perfumado, o aroma revela inebriante caráter cítrico e floral, remetendo à lima, limão siciliano e flor de limoeiro. Suave traço de malte, pitadas de especiarias e leveduras belgas surgem de maneira mais discreta, como bons coadjuvantes.

Na boca apresenta corpo médio/baixo com elevada carbonatação e surpreendente sensação refrescante. O paladar essencialmente cítrico traz novamente reminiscências de laranja lima, flor de limoeiro e limão siciliano. Suave dulçor de malte acompanha toques de levedura, com amargor contido e singela acidez. O final seco, levemente fenólico e lupulado deixa na boca uma agradável sensação de limpeza.

Cerveja "leve" para os padrões belgas, muito oportuna até mesmo para o verão brasileiro.

Detalhes

Degustada em
29/Novembro/2013
Envasamento
Volume em ml
250 ml
Onde comprou
Empório Alto dos Pinheiros, São Paulo - SP
Preço
R$ 8,00
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 1 0
Ver todas as avaliações de usuários

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se