Cadastre-se

Basement Catarina Vintage Ale

Anderson Frederico 24 de Outubro de 2013
 
3.5 (13)
3803   0   3  
 
Escrever Avaliação
Adicionar a uma lista
catarina-vintage.jpg

Informações

Álcool (%)
8% ABV
Cor SRM
12,00
Ingredientes
Água, Cereal não maltado (aveia), malte, lúpulo e levedura - Refermentada na garrafa
Ativa
Temperatura
Copo ideal
Matura em Barris de carvalho usados para envelhecer cachaça por 1 ano a Catarina Vintage Ale é uma cerveja licorosa de coloração rubi, possui aroma complexo de baunilha, bana , especiarias e álcool combinados com sabor de maltes caramelo e um leve defumado.

"Da janela do porão eu vejo um mundo de possibilidades, em um rompante de ousadia, trago maltes alemães, lúpulos americanos e leveduras belgas e transformo-os com o calor da alquimia cervejeira. Ao abrir a janela, mostro a minha pureza e entrego todo o sabor e aroma de uma cerveja brasileira"

Avaliações dos usuários

13 avaliações

5 estrelas
 
(0)
 
(7)
 
(6)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
3.5
Aroma 
 
7/10  (13)
Aparência 
 
4/5  (13)
Sabor 
 
14/20  (13)
Sensação 
 
3/5  (13)
Conjunto 
 
7/10  (13)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Ver todas as avaliações Ver as mais úteis
Avaliação Geral 
 
3.6
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
14/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
Cerveja âmbar, avermelhada, espuma de cor branca de mediana formação e de boa duração, bolhas pequenas e bonita de se ver, aroma intenso, notas maltadas de caramelo, pêssego, laranja, fermento e algo suave de cravo. Sabor com bastante dulçor frutado com notas maltadas que lembram caramelo, além de fermento, banana passa e baixo amargor. O final se mostra seco e frutado, carbonatação média, corpo médio. Boa breja.

Detalhes

Envasamento
Volume em ml
300 ml
Onde comprou
biervila
Preço
12
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.7
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10

Detalhes

Degustada em
01/Setembro/2014
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Estilo base: Old Ale. Envelhecida em barris de carvalho, de cachaça.

Garrafa com rolha.

Líquido de coloração cobre, com espuma pequena.

Notas de malte caramelo, couro, borracha, vinagre, vinhoto, azedume e salgado. A impressão é de fermento belga.

Corpo médio. Alguma complexidade.

Cerveja de personalidade.

Detalhes

Degustada em
17/Outubro/2014
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.2
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Âmbar, escura, turva, creme raso e passageiro. Sabor ácido, com predominância de cana-de-açúcar (cachaça), que pode não ser de todo agradável, mas não configura necessariamente um defeito. Final longo, seco, salgado e alcoólico. Algo de lambic, mas será proposital?

Detalhes

Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 13 de Fevereiro de 2015)
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Esta Basement Catarina Vintage Ale é do estilo Strong Ale, sub-estilo Old Ale, este caracterizado por cervejas inglesas de alta fermentação que passam por um processo de envelhecimento em barricas de madeira, via de regra, após a primeira fermentação. De coloração escura ostentam aroma maltoso e frutado de frutas secas, bem como sugestões de caramelo, toffee, melado e nozes. No paladar, igualmente maltoso, se mostram encorpadas e complexas, com teor alcoólico expressivo; o corpo é médio/alto, a carbonatação é média/baixa e as percepções do lúpulo restam minoradas pelo envelhecimento.

Pode também também ser classificada como do sub-estilo Wood-Aged Beer (cerveja envelhecida em madeira). Nesta madeira, em regra, anteriormente estagiou outra bebida alcóolica e as características desse casamento anterior vão formar um triângulo amoroso, ligando-se umbilicalmente aos predicados do estilo da cerveja-base a envelhecer. Desta feita, poder-se-á utilizar qualquer estilo de cerveja, ale ou lager, desde que o traço comum seja o envelhecimento em madeira. Desta simbiose resultarão aroma e sabor que apresentarão uma gama fantástica de possibilidades de madeira, tostado, baunilha, café, chocolate, caramelo, cacau, bem como reminiscências da bebida alcóolica que anteriormente estagiou na madeira, tudo a depender do tipo de madeira (carvalho etc), do tipo de bebida alcóolica anterior (whisky, vinho tinto/branco, cognac, tequila, cachaça, rum etc), do tempo de permanência e do nível de tosta (queima) do barril. O resultado será o aprimoramento, e muito, da 'nova inquilina, escurecendo-a, em regra, e tornando-a mais encorpada.

A Catarina, como dito no descritivo, é maturada em barris de carvalho usados para envelhecer cachaça por 01 ano. O nome, por óbvio, homenageia a Santa cujo nome batiza o Estado. Leva na receita maltes pale ale, cararoma, carapilis, Viena, carared, bem como aveia. Os lúpulos são das variedades inglesas – magnum e challenger.

É produzida pela Cervejaria Basement, fundada em julho de 2011 por Alison Scapini na cidade de Videira/SC. O nome (porão em inglês) remete aos tempos anteriores à automação do fabrico; atualmente produz cerca de 1.600 litros por mês. No ainda modesto portfólio os rótulos trazem belas figuras femininas e individualizam representante dos estilos APA, Weiss, Oktoberfest, Sweet Stout e esta Old Ale.

Validade 22/08/2014. A garrafa é de 375 ml, cor verde, e se apresenta rolhada (artificial). Além do selo de medalha de ouro no Festival da Cerveja de 2013, realizado em Blumenau/SC, o belo e colorido rótulo traz a marca e o nome da breja em letras douradas, bem como a figura de uma linda jovem de cabelos loiros e olhos verdes segurando uma taça de cerveja. Por fim vislumbra-se menção aos ingredientes, graduação alcoólica (ABV 8,0%), copo ideal (tulipa), temperatura de serviço (8 ºC) etc.

Vertida na taça revelou um líquido turvo de coloração rubi; a espuma de cor branca se formou de maneira destacada, com boa cremosidade e bolhas pequenas e a persistência foi mediana. Ao girá-la na taça percebe-se certa viscosidade do líquido, mas não houve formação de rendas nas laterais da taça, conquanto um anel de creme tenha resistido ao longo da degustação. Perlage (bolhas) perceptível, com dificuldade.

O aroma desta cerveja se mostrou bastante intenso e aromático, sendo perceptíveis notas maltadas de caramelo e torrefação, além de fermento, baunilha, madeira, frutado de uvas verdes, suave cravo e álcool bem saliente (lembra cachaça). O lúpulo não foi percebido, por certo em razão do envelhecimento e da ênfase nos maltes.

No paladar o líquido se mostra licoroso e a percepção inicial é de um dulçor pronunciado, sendo referendadas as impressões olfativas com notas maltadas que lembram caramelo e torrefação, além de fermento, baunilha, madeira, cachaça, banana passa e mínimo amargor. Chama a atenção certa acidez inesperada para o estilo. O final se mostra seco e amadeirado e o retrogosto é alcoólico. A carbonatação é média-baixa e o corpo é médio-alto. O álcool de 8,0% ABV é saliente e proporciona agradável aquecimento, mas é bem inserido e não destoa. A palatabilidade (drinkability) pede parcimônia na degustação, mas ainda assim é ótima!

Esta é a segunda Old Ale que degusto. Conjunto de sabor pronunciado, boa complexidade e perfil maltoso em harmonia com o álcool.

Excelente!

Detalhes

Degustada em
22/Julho/2014
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Onde comprou
Armazém da Serra (Mercado Municipal em Curitiba)
Preço
R$ 18,00
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Ver todas as avaliações de usuários

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se