Cadastre-se

Eisenbahn A Dama do Lago

Hot
Daniel Calicchio 15 de Agosto de 2008
 
4.0 (63)
24927   0   8  

Avaliações dos usuários

55 avaliações com 4 estrelas

63 avaliações

 
(3)
 
(55)
 
(5)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
8/10  (63)
Aparência 
 
4/5  (63)
Sabor 
 
16/20  (63)
Sensação 
 
4/5  (63)
Conjunto 
 
8/10  (63)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
55 resultados - mostrando 26 - 30
« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »
Ordenar
Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Coloração avermelhada e bem turva, com creme longo, bege e denso que se desfaz com rapidez deixando um pequeno colarinho. Aroma bem intenso e ligeiramente tostado com sugestão de frutas vermelhas. No sabor, além das sensações do aroma, apresenta toques amadeirados e de frutas secas. Tem boa crocância e equilíbrio, bom amargor e ótima inserção do álcool que se equilibra bem no conjunto apesar dos 9%. Ótima drinkability, ótima cerveja.

Detalhes

Degustada em
07/Maio/2010
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Onde comprou
Butiquim do Limão - Poços de Caldas MG
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 28 de Abril de 2010)
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
A vencedora do I Concurso Mestre Cervejeiro da Eisenbahn é uma "brasibelga" de primeira! Impossível não compará-la com a Chimay Bleue, já que pertencem ao mesmo estilo e tem características muito similares. E a brasileira deixa muito pouco à desejar, o que é um elogio! A Dama do Lago tem um creme bege médio de pouca duração e seu líquido é marrom avermelhado. No aroma, a complexidade das boas belgas: malte bem pronunciado, com notas de caramelo, toffee, cereais, ameixa, pêssego, frutas vermelhas… enfim, cada vez que se cheira a cerveja, um cheiro diferente, demonstrando imensa complexidade. O lúpulo floral e cítrico aparece no meio de tudo isso. O sabor não fica pra trás, com um dulçor intenso sendo bem balanceado com o lúpulo. Pra não dizer que é uma Chimay, apesar de ter os mesmos 9% ABV da belga, achei o álcool da brasileira um pouco mais evidente, mas não incomodando de forma nenhuma. Ela é bem encorpada, licorosa e deixa um after-taste adocicado, prejudicando um pouco sua drinkability.

Grande cerveja! Um exemplar brasileiro que não fica atrás das boas belgas. Obrigado, Botto, por mostrar que dá pra fazer uma Chimay em casa…

Detalhes

Degustada em
25/Abril/2010
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Onde comprou
Costi Bebidas
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 18 de Abril de 2010)
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Estou feliz por ter conseguido experimentar essa breja em pleno 2010, sabendo da raridade em encontrá-la. Excelente cerveja, muito encorpada, líquido aveludado. Aparência muito bonita com um líquido cobre escuro. Creme denso e de persistência média. No aroma pecebe-se damasco, ameixa, cravo, amadeirado e nozes. O sabor, bem doce, acompanha o aroma, mas com muito mais intensidade. O final excelente é longo, seco, amargo, doce e levemente picante. Devido a intensidade de sabores doces, essa cerveja pode se mostrar um pouco enjoativa para alguns. Talvez um pouco mais de equilíbrio com o doce fizesse o drinkability ser maior. Vale muito a pena provar, ainda mais por se tratar de uma edição limitada.

Detalhes

Degustada em
17/Abril/2010
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Onde comprou
Nonobier
Preço
R$ 19,75
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 26 de Maio de 2010)
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
A vencedora da primeira edição do concurso da Eisenbahn se mostra superior a Porter. Nem acredito que em pleno ano de 2010 ainda consegui um exemplar desta cerveja, com a receita criada pelo grande Leonardo Botto.

Logo que despejado na taça, o líquido se mostra de uma coloração acobreada com toques de vermelho e residual no fundo da garrafa. A formação de espuma é média e a espuma não é tão durável, mas é denso e deixa rastros de cor bege nas paredes da taça.
Aroma maravilhoso evidenciando um forte dulçor, lembrando mel e um frutado deliciosa, com sensações de ameixas, damascos e cerejas presentes. Em segundo plano estão características de torrado.

O paladar é extremamente complexo. Senti café e malte torrado em primeiro plano, mas logo senti um dulçor que balanceia muito bem o conjunto. Uma infinidade de sabores em perfeita harmonia, eu diria. Chocolate, ameixas, uvas-passas, caramelo, sensação de picância interessante e um lúpulo discreto. Álcool bem presente, porém, muito agradável, dando um sensação de calor ótima, perfeita para o clima frio que já começa a dar as caras nessa época do ano. Apesar de toda a complexidade e teor alcoólico, a drinkability ainda é alta. Grande cerveja

Detalhes

Degustada em
10/Abril/2010
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Onde comprou
Nono Bier
Preço
R$19,75
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 1 0
(Atualizado: 08 de Abril de 2010)
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
Já havia "tentado tomar" essa cerveja em outra oportunidade, no Bar Anhanguera, mas como cometi o grave erro de deixá-la para o final, numa noite extremamente etílica, não consegui perceber mais nada quando chegou a sua vez (aliás, tampouco consegui terminar a garrafa).

Dessa vez, minha primeira degustação séria dela. Coloração que mistura o marrom com o bege e o vinho. Bem carbonatada, mas não reflete isso na sua espuma que é de pouca duração e bem esparsa. No aroma, banana-passa, frutas secas e açúcar mascavo. No sabor, logo de entrada um amargor bem pronunciado me surpreendeu (esperava algo mais adocicado - talvez pela minha memória sensorial de outras cervejas representantes do mesmo estilo). À medida que o álcool se volatiza e se mostra mais evidente, aparece também o dulçor, que acompanha um vinho tinto, ameixas e madeira.

Uma cerveja única, é verdade, mas não a minha preferida. Acho a receita muito "pesada", não tanto pelo seu teor alcólico, mas por todo o seu conjunto, assim como, na minha opinião, também se mostra a Walls Quadruppel (que me perdoem os fãs dessas duas cervejas). Sem dúvida uma excelente pedida, mas com baixa drinkability (ousaria dizer que até mesmo a Samuel Adam's Utopias apresenta drinkability maior).

Tenho outra garrafa da "Dama do Lago" que vou guardar por, pelo menos, mais um ano.

Detalhes

Degustada em
07/Abril/2010
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Onde comprou
Nono Bier
Preço
R$19,50
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 3 1
55 resultados - mostrando 26 - 30
« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se