Cadastre-se

Todd The Axe Man

Jota Fanchin Queiroz 28 de Outubro de 2014
 
4.4 (6)
3020   0   6  

Avaliações dos usuários

4 avaliações com 4 estrelas

6 avaliações

 
(2)
 
(4)
3 estrelas
 
(0)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
8/10  (6)
Aparência 
 
4/5  (6)
Sabor 
 
17/20  (6)
Sensação 
 
5/5  (6)
Conjunto 
 
9/10  (6)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
4 resultados - mostrando 1 - 4
Ordenar
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
9/10
Corpulenta mas sem pegada de malte ou dulçor como as brasileira. Amargor presente mas bem redondo. Cítrico, frutado, pinho, mistura rica.

Detalhes

Degustada em
24/Maio/2016
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Eis aqui uma dessas IPA que elevam o estilo a outro patamar.
Espuma farta, meio fofa, brilhante, com grande aderência, deixando pequenos flocos bem formados na parede do copo. Líquido de belo alaranjado translúcido. Carbonatação vívida e duradoura, com formação de microbolhas. O aroma entrega maracujá, lichia, tangerina, malte, herbal.
Na boca, impressionante pegada com frutas: além das citadas no aroma, também manga e leve limão. Mas o que impressionou mais ainda foi o festival de amargores variados, principalmente no final, quase seco, apenas o suficiente para chamar por mais goles.
O corpo tem algo de cremoso, algo de sedoso; nem muito líquido nem muito denso. Grande drincabilidade. Força e leveza em perfeita integração.
Retrogosto lupulado com sensação residual, tão marcante quanto suave, bem prolongado e agradável a ponto de não querer beber nem comer algo tão cedo só para estendê-lo.
Confesso que essa dinamarquesa me venceu. Sua complexidade certamente é mais rica ainda do que a descrição aqui passada, mas é dessas brejas que deixam a avaliação em segundo plano e dão espaço apenas à vontade de curtir e viajar em cada gole. Acredito que esse é o melhor elogio que posso fazer a uma cerveja.

Detalhes

Degustada em
11/Março/2016
Envasamento
Volume em ml
500 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Servida no IPA glass apresentou coloração alaranjada com espuma branca de abundante formação e ótima persistência. No aroma temos maracujá, geleia de pêssego, manga, melão, floral, raspas de limão e mel. O sabor acompanha o aroma, complementado por abacaxi, pinho, limão, notas picantes e tons herbais.

Detalhes

Envasamento
Volume em ml
500 ml
Onde comprou
Cerveja Social Clube
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
A Todd The Axe Man é uma produção colaborativa entre a dinamarquesa Amager e a americana Surly. O nome é uma homenagem à Todd Haugh, cervejeiro da Surly, guitarrista de bandas de heavy metal e suposto destruidor de cabeças. O rótulo mais parece saído da capa de um disco head banger. Produzida com apenas um tipo de malte, o escocês golden promise, e com três lúpulos, os americanos Citra e Mosaic e o alemão Hercules, é uma estupenda american IPA. O que mais me impressionou foi sem dúvida o frescor e a delicadeza em uma cerveja altamente lupulada e com um amargor estupidamente limpo. Quase um suco de frutas tropicais.
Vertida apresentou uma coloração dourada bem clara, nebulosa e com um creme branco denso, de grande formação e boa persistência.
Aroma intenso com notas cítricas (grapefruit), muita fruta tropical (manga e maracujá) com uma leve pegada resinosa. O malte é apenas base e está bem sutil.
Na boca mostra-se ao mesmo tempo leve e complexa. Novamente uma profusão de notas de grapefruit, manga e maracujá. O final é seco e com um amargor extremamente limpo e fresco e com algumas notas resinosas perfeitamente encaixadas. Aftertaste profundo, suave e persistente com as notas cítricas e frutadas e um suave malte doce. Corpo leve e carbonatação média.
No conjunto uma American IPA que impressiona pela leveza mesmo com tudo o que esperamos de uma cerveja extremamente lupulada.

Detalhes

Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 1 0
4 resultados - mostrando 1 - 4

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se