Cadastre-se

Anderson Valley Imperial IPA

Jota Fanchin Queiroz
Updated 15 de Julho de 2015
 
4.0 (37)
5495 0 3

Avaliações dos usuários

37 avaliações
 
3%
 
92%
 
5%
2 estrelas
 
0%
1 estrela
 
0%
Avaliação Geral
 
4.0
Aroma
 
8/10(37)
Aparência
 
4/5(37)
Sabor
 
16/20(37)
Sensação
 
4/5(37)
Conjunto
 
8/10(37)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
37 resultados - mostrando 21 - 25
1 2 3 4 5 6 7 8
Ordenar
Avaliação Geral
 
3.5
Aroma
 
8/10
Aparência
 
3/5
Sabor
 
14/20
Sensação
 
3/5
Conjunto
 
7/10
Para os fãs de lúpulo, que já eram fissurados na India Pale Ale da californiana, Anderson Valley, chega ao Brasil uma Imperial IPA. Numa receita relativamente parecida, com mais 20 IBU e uma carga de malte um pouco mais intensa, para quem, como eu, achava que a cerveja tinha muito lúpulo para pouco corpo.
Apresentou coloração dourada em tons alaranjados e uma boa limpidez. Seu creme teve uma formação razoável, apresentando coloração bege e uma duração um pouco curta.
Os aromas, como já esperados, trazem os lúpulos em destaque, com lembranças de pinho, grapefruit, tangerina, limão e até um sutil toque de abacaxi. Ao fundo, um sutil maltado, que lembra mel.
Assim como na IPA tradicional, quase não mostra traços de malte, deixando em destaque o amargor arrebatador, que domina o paladar do começo ao fim. Há uma acidez um pouco destacada e um leve frutado. O retrogosto é extremamente amargo e persistente. Amargor que também se mostrou bem poluído. O corpo é médio para alto, mas mesmo assim não suporta toda a lupulagem, com a carbonatação média acompanhando.
tem muitas semelhanças com a tradicional IPA da cervejaria, mas com um pouco mais de malte, o que a deixou com a sensação de amargor um pouco mais leve. Mesmo assim, não acho que tenha malte suficiente para equilibrar e ainda tem um amargor muito poluído.

Detalhes

Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral
 
3.8
Aroma
 
8/10
Aparência
 
4/5
Sabor
 
15/20
Sensação
 
3/5
Conjunto
 
8/10
Âmbar alaranjada cristalina, com belo e baixo creme.
Aroma adocicado trazendo floral, cítrico e mel.
O sabor começa bem doce e logo da espaço ao amargo digno de uma Imperial!
Bom corpo, mas achei o dulçor um pouco excessivo.

Detalhes

Degustada em
13/Fevereiro/2012
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Reduto da Cerveja - BH
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral
 
3.9
Aroma
 
7/10
Aparência
 
4/5
Sabor
 
16/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
8/10
Coloração âmbar, com boas formação e duração de espuma cremosa. Seu aroma possui notas de caramelo, lúpulo floral, mel e um cítrico/gramináceo.
Como sua irmã Hop Ottin', sente-se um lúpulo marcante de entrada, posteriormente sendo balanceado com notas de toffee e caramelo. A diferença fica por conta do malte que aparece mais, e notas cítricas presentes o tempo todo.
Carbonatação média, corpo médio e ótima drinkability, álcool bem inserido. Final com longo amargo.
Esta belíssima imperial IPA lembrou um pouco a Brewdog Hardcore IPA, ambas muito boas!

Detalhes

Degustada em
25/Fevereiro/2012
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Mamãe Bebidas - BH
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 06 de Março de 2012)
Avaliação Geral
 
3.9
Aroma
 
7/10
Aparência
 
4/5
Sabor
 
16/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
8/10
Comparaçao Bodebrown Perigosa VS. Anderson Valley Imperial IPA.
Comecei com a AV. Uma cerveja excepcional, não posso negar que o lúpulo é um tipo que eu nunca tinha experimentado e, apesar do inicio estranho, gostei muito da continuidade. É florada, com toques frutados. O álcool é presente no paladar, harmoniza bem com o lúpulo que deixa um bom frutado no final.
Para terminar, tomei a Bodebrown Perigosa, diga-se de passagem, no copo da própria... ela é uma cerveja IPA completa, o lúpulo é muito forte na boca e no nariz (quando se toma, não quando se cheira). O cheiro é, definitivamente, de uma IPA lupulada! Gosto muito dessa cerveja, tenho que dizer que é uma de minhas preferidas.
Minha analise de comparação é que, para o meu paladar e preferência, acho a Perigosa realmente superior. Sim, essa é exatamente a palavra, superior! Mesmo com um lúpulo mais frutado da AV, a Perigosa tem lúpulo mais presente e me parecia mais harmoniosa com o volume alcoólico da cerveja. O aroma era mais agressivo, mais perto do meu paladar muito amargo.
Enfim, essa é uma publicação em apresso a comparação feita no site “mestre-cervejeiro” para comparação destas duas cervejas.
Ainda pretendo fazer as comparações entre ambas as cervejas e a hardcore IPA.

Comparação Anderson Valley Imperial IPA VS. Brew Dog Hardcore IPA.
Continuando o assunto, essa é a segunda comparação que estou fazendo destas três imperial IPAs: Brew Dog Hardcore IPA, AV Imperial IPA e BodeBrown Perigosa. Após avaliação e comparação entre a BodeBrown e a AV, temos a comparação entre a AV e a Hardcore.
A Hardcore foi degustada primeiro. A aparência me pareceu excelente, cor alaranjada, o creme é médio, espumoso, branco. Não há partículas aparentes.
O Aroma é intenso, consegui perceber tons de floral, ervas e um toque de uva. Também se sobressai, como é de se esperar, o álcool, bem presente.
O sabor de amargor intenso, muito lupulada, picante, quase que apimentada. Tons florais e frutados secos de uva me vieram a mente. Deliciosa!
A AV foi degustada logo após, com a cor caramelo, creme branco, maior que o do anterior. A aparência me pareceu muito parecida, a diferença ficando por parte da cor, levemente diferente, mas apenas se diretamente comparadas, não diria que isso vá intervir em qualquer degustação separada, e maior presença de bolhas na Hardcore.
O aroma é mais maltado que o da anterior, apesar de a outra também apresentar malte, tanto no aroma quanto no paladar, nesta o malte é mais presente, deixando o lúpulo menos intenso, talvez pela menor quantidade na receita ou pelo tipo menos intenso, não fiz uma análise tão detalhada.
O sabor, como o aroma, é mais voltado para o malte que a hardcore. Mesmo assim, a cerveja é muito boa e intensa. A mistura do malte com o lúpulo é o ideal da cerveja, mas mesmo assim, o sabor se perde após pouco tempo e não ficou persistente. No caso da Hardcore, esse sabor se mantém e se revigora, acho que pela maior presença de lúpulo (mais amargor).
Minha comparação termina com meu voto, por unanimidade (única categoria que as duas empatam é aparência), para a Hardcore! Mais lupulada (minha preferência nas cervejas), e é mais intensa em todos os paladares e apresenta mais tons picantes que são muito refrescantes.
A próxima será a análise Bodebrown Perigosa VS. Brew Dog Hardcore! O desempate!

Detalhes

Degustada em
21/Fevereiro/2012
Envasamento
Volume em ml
355 ml
Onde comprou
Mamae Bebidas
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral
 
4.1
Aroma
 
8/10
Aparência
 
4/5
Sabor
 
17/20
Sensação
 
4/5
Conjunto
 
8/10
Coloração alaranjada com pequena formação de espuma de curta duração.
Aroma floral, doce (me lembrou melado de açúcar), caramelo e cítrico (muito maracujá).
Sabor começa com um doce e logo depois vem a pontência do lúpulo, amargor muito presente e de forma bem balanceada com a sensação do dulçor. As mesmas sensações do aroma também são sentidas no paladar. Carbonatação média.
Boa Imprial IPA

Detalhes

Degustada em
13/Fevereiro/2012
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
grote markt - brasília
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
37 resultados - mostrando 21 - 25
1 2 3 4 5 6 7 8
Cadastre-se