Arquivos para a Categoria 'Bares que Amamos'Page 2 of 10

Bares que Amamos: HOFBRÄUHAUS LAS VEGAS

Comentários
1.957 visitas

Hofbrauhaus1

Em 4510 Paradise Road, Las Vegas, Nevada, Estados Unidos

Foi após experimentar uma espécie de nirvana cervejeiro que, em 2007, postei neste Blog minha experiência na Hofbräuhaus de Munique, Alemanha, cervejaria fundada em 1589 pelo duque Guilherme V, da Baviera — por sinal, filho do autor da Reinheitsgebot, a Lei de Pureza da Cerveja. Como eu contei naquela oportunidade, pelas mesas da cervejaria passaram grandes vultos da história mundial, como Lênin, a imperatriz Sissi, Mozart e o nefasto Adolf Hitler.

A secular cervejaria se tornou uma atração turística tão famosa que, logo após a II Guerra Mundial, já havia gente ao redor do mundo disposta a replicá-la. Parte dessa fama mundial se deveu aos soldados americanos então lotados em Munique, os quais traziam para a América as famosas canecas de porcelana adornadas com a logomarca da cervejaria Hofbräu. Desde então, várias franquias foram sendo abertas na Europa, Austrália e Estados Unidos. Foi na de Las Vegas, em Nevada, que, boquiaberto, experimentei uma estranhamente agradável sensação de déjà vu.

Tudo igual!

A arquitetura e a decoração são idênticas às da cervejaria original alemã. Assustadoramente idênticas, eu diria. Estão lá as mesas enormes de biergarten, onde todos se sentam juntos a erguer brindes. Os canecos estilo mass, de 1 litro, ficam aguardando os bebedores sobre o imenso aparador de madeira. O schnitzel com salada de batatas possui exatamente o mesmo aspecto e sabor — ótimo, aliás.

No biergarten (jardim da cerveja) interno, provavelmente por não ser possível ter um abiente ao ar livre, eles não se apertaram: O teto foi pintado à perfeição emulando o céu da Baviera. No centro do “jardim”, a cópia exata da fonte que ainda adorna a matriz.

De diferente? O idioma falado em derredor. Enquanto na Hofbräuhaus original, além do alemão, a babel linguística impera, em Las Vegas é o inglês que conta, inclusive pra fazer os pedidos à garçonete.

As fotos

Situada fora da Strip — a larga avenida que concentra quase todos os hotéis, cassinos e as demais atrações de Las Vegas — a Hofbräuhaus local é parada obrigatória ao cervejeiro que visita a sin city. Mais obrigatória ainda se você não conhece a original. Acompanhe, a seguir, algumas fotos que produzi por lá e viaje comigo por mais um dos Bares que Amamos!

Continuar lendo ‘Bares que Amamos: HOFBRÄUHAUS LAS VEGAS’

Bares que Amamos: U PINKASU

Comentários
987 visitas

UPinkasu

Em Praga, na República Tcheca (Jungmannovo námestí 15/16)

É 1843. Um certo Jakub Pinkas ouve falar de um tipo novo de cerveja que começara a ser produzido na cidade de Pilsen, a noventa quilômetros de Praga, e que vinha fazendo enorme sucesso entre os habitantes de lá. Ele faz, então, um acordo com seu amigo comerciante Martin Salzmann, o qual lhe traz dois baldes da nova breja.

Mas por qual motivo essa nova cerveja era tão diferente das brejas produzidas até então? Era a nova cerveja do estilo Pilsen, que utilizava um então revolucionário método de fermentação (Lager, ou “baixa fermentação”), e que conferia ao líquido um novo caráter e, novidade das novidades, uma nova aparência translúcida e brilhante — as cervejas daquele tempo eram turvas. Pinkas, que era alfaiate, largou a antiga profissão e fundou o U Pinkasu apenas para vender a Pilsner Urquell, primeira cerveja do estilo fabricada no mundo.

Torneira sagrada

A primeira torneira a jorrar o precioso líquido na capital tcheca ainda está por lá, embora desativada (abaixo).

UPinkasu2

A atmosfera mistura velhos frequentadores e alguns turistas desavisados da importância do lugar. Em dias mais quentes é uma epopeia conseguir lugar nas mesas estilo stammtisch do lado de fora, mas não se acanhe de sentar-se junto com outros clientes, já que a prática é costumeira na Europa. E ganhe amigos!

Além da razão histórica, também estive por lá atraído pelos rumores dando conta de que o lugar servia a Pilsner Urquell não filtrada. Ao perguntar ao garçom, porém, não contive um esgar de decepção ao ser informado que, pelo menos até onde ele sabia, ali jamais a breja tinha sido vendida dessa forma. Contudo, reclamar seria injusto. Minha viagem de redenção com o estilo Pilsen não estaria completa sem antes conhecer torneira tão sagrada.

Veja abaixo mais algumas imagens que fiz no U Pinkasu.

Continuar lendo ‘Bares que Amamos: U PINKASU’

Bares que Amamos: PIVOVARSKÝ DUM

Comentários
873 visitas

Pivodum1

Em Praga, Na República Tcheca (Jecna/Lípová 15, Praha 2)

A horda de turistas que hoje se acotovela no centro antigo de Praga perfazendo o manjado circuito praça-ponte-castelo não gosta de usar o excelente sistema de transporte público da capital tcheca. Excelente pra quem, como eu, adora chafurdar em recônditos “lados B” urbanos.

A cervejaria Pivovarský dum é um desses “lados B” das capitais de sonho europeias. Já havia pesquisado que se tratava de um brewpub, um bar que fabrica sua própria breja. E foi pra lá que me dirigi numa tarde preguiçosa de final de março, driblando uma ventania que fazia com que os 7 graus no termômetro, de positivos, se parecessem negativos.

Cerveja de urtiga

O que impressiona é a variedade e, sobretudo, a criatividade dos cervejeiros do lugar. Pedi um “carrossel” de degustação com oito “estilos” diferenciados.

O sampler-carrossel de degustação da Pivovarský dum

O sampler-carrossel de degustação da Pivovarský dum

A surpresa é inevitável. Ao lado de estilos como weizen ou lagers claras e escuras, há receitas curiosíssimas, como cervejas feitas com urtiga (sim, a erva que faz coçar!), cereja azeda, banana, café e blueberry, todas servidas na pressão. Em garrafa, o destaque é a Samp, refermentada com leveduras utilizadas para champagnes.

Fermentação em tanques abertos

Além das cervejas inusitadas, talvez o que mais impressione na Pivovarský dum seja a sua sala de fermentação com tanques abertos, protegida por uma vidraça, mas devassável aos olhos dos clientes. Ali, em pequenas cubas de aço inoxidável, é possível observar a mágica acontecendo: O mosto borbulhante se transformando em cerveja.

Sala de fermentação em tanques abertos

Sala de fermentação em tanques abertos

A Pivovarský dum é uma cervejaria relativamente nova, inaugurada em 1998, contrastando com bares pré-históricos de Praga, como o U Fleku, de 1499. Confira a seguir mais imagens do brewpub, seu ambiente e a beleza da cervejaria que, majestosamente, domina seu interior.

Continuar lendo ‘Bares que Amamos: PIVOVARSKÝ DUM’

Bares que Amamos: U FLEKU

Comentário
3.214 visitas

UFleku

Kremencova, 11, Nové Mesto, Praga, República Tcheca

Aqui no Brasil os índios perambulavam pelas praias, com suas vergonhas à mostra, à espera das naus de Cabral, as quais chegariam apenas um ano depois. Enquanto isso, em 1499, em Praga (República Tcheca), a cervejaria U Fleku abria suas portas aos bebedores.

Trata-se da mais antiga cervejaria de Praga, e o centenário relógio que ornamenta sua fachada já testemunhou acontecimentos do arco da velha. Na verdade, seu batismo aconteceu muitos anos após a fundação, em 1762, quando foi adquirido por um certo Jakub Flekowský, o qual emprestou parte de seu nome ao brewpub. Após a Segunda Guerra, com a dominação soviética, o lugar foi entregue a um conselho de administração nomeado pelo Estado. Somente depois da Revolução de Veludo, em 1989, o U Fleku pôde voltar às mãos da família de Jakub.

Recuse o Schnapps!

A cerveja da casa, produzida no local, é a interessante dunkel Flekovský Tmavý Lezák 13°, servida on tap por garçons apressados, que também insistem pra que você aceite a todo momento copinhos de schnapps, um destilado absurdamente forte. E aqui vai a dica deste escriba viajante: Ao ser abordado por um desses garçons lhe estendendo a bebida, seja incisivo e diga em pausado e entendível inglês que não, obrigado, hoje você só vai beber cerveja. Funcionou comigo. A não ser, evidentemente, que você deseje mesmo enfiar o pé na jaca e chamar Jesus de Genésio pelas ruas da capital tcheca…

Na minha última visita a Praga, calculadamente, deixei pra pintar por lá numa segunda-feira, a qual, por estar chuvosa e fria, contribuiu para que a horda de turistas que habitualmente infesta o lugar não fosse a minha companhia. O ambiente e a decoração transpiram história, com paredes revestidas de madeira e mesas quilométricas, onde se pode deixar-se ficar ao som do acordeão.

Viaje nas fotos

Paro aqui de descrever o U Fleku com palavras e deixo as fotos abaixo para que o leitor viaje comigo por mais esse bar mítico:

Continuar lendo ‘Bares que Amamos: U FLEKU’

Bares que Amamos: Goose Island Brewpub

Comentário
809 visitas

GooseIslandPub

1800 North Clybourn, Chicago, IL (EUA)

O Goose Island Brewpub Clybourn foi o bar-cervejaria que deu início à linhagem dessa cervejaria artesanal que, hoje, é uma das estrelas da Nova Escola Cervejeira Americana.

Fui praticamente “obrigado” a descobrir o lugar porque, logo ao lado, fica o campus do Siebel Institute of Thecnology, onde fiz meu curso de Mestre em Estilos de Cerveja em setembro de 2010. No almoço e na happy-hour em período de aulas, é pra lá que vão alunos e professores do Siebel… E a parceria é tão estreita que existe no pub um salão reservado aos alunos e até um pequeno museu com objetos cervejeiros centenários outrora usados no Instituto!

Quanto as cervejas, o pub é um pequeno Nirvana encravado no meio-oeste americano. Tudo em função das versões on tap das brejas que já fazem a cabeça dos bebedores mais antenados de Chicago, como a ultra refrescante 312 Urban Wheat Ale, a strog ale “belga” Pere Jacques e a Sofie, interessantíssima homenagem à trapista Orval, elaborada com fermento brettanomyces. Pede-se passar horas ali, embalado no clima aconchegante do imenso balcão de madeira de lei, a experimentar os menus-degustação disponíveis. Uma aula de cultura cervejeira norte-americana.

Veja a seguir uma galeria das fotos que tirei no local e imagine-se lá!

Continuar lendo ‘Bares que Amamos: Goose Island Brewpub’

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]