Cadastre-se

Steenbrugge Dubbel Bruin

Mauricio Beltramelli 28 de Agosto de 2008
 
3.2 (50)
6077   0   2  
 
Escrever Avaliação
Adicionar a uma lista
Steenbrugge Dubbel Bruin

Informações

Importadora
Álcool (%)
6.5% ABV
Ingredientes
água, malte de cevada, lúpulo, especiarias e açúcar.
Ativa
Temperatura
Copo ideal
Cerveja estilo Abadia Dubbel, encorpada, de coloração marrom rubi, sabor rico, um voluptuoso caráter de malte e um aroma frutado da fermentação junto à sutil mistura herbal de Bruge - o Gruut.História No ano de 1898, o abade Amandus Mertens decidiu honrar a amada Abadia de St. Peter com sua própria cerveja, em memória de seu fundador, St. Arnold, o santo patrono dos fabricantes belgas de cerveja. Um grande relicário do santo permanece até hoje conservado na Abadia, localizada na província de Steenbrugge, em Flandres - Bélgica. Após um recesso durante a Primeira Guerra Mundial, as pessoas que moravam próximas à abadia pediram aos padres para que continuassem produzindo Steenbrugge, de acordo com a receita herdada. O segredo de seu sabor encorpado foi guardado e tem sido desde então passado por gerações de mestres-cervejeiros. Primeiro, pelo irmão Gamaliël, então por seu sucessor, padre Victor. Posteriormente, aos produtores leigos, que criaram a cerveja de abadia Steenbrugge como ordenado pelos padres, foram ensinados os truques do ofício. Em 2003, o superior da Abadia de St. Peter autorizou a cervejaria Palm a produzir Steenbrugge.

Avaliações dos usuários

50 avaliações

5 estrelas
 
(0)
 
(15)
 
(34)
 
(1)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
3.2
Aroma 
 
6/10  (50)
Aparência 
 
4/5  (50)
Sabor 
 
13/20  (50)
Sensação 
 
3/5  (50)
Conjunto 
 
6/10  (50)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Ver todas as avaliações Ver as mais úteis
(Atualizado: 11 de Outubro de 2015)
Avaliação Geral 
 
2.8
Aroma 
 
5/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
11/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
6/10

Detalhes

Degustada em
29/Agosto/2009
Envasamento
Steenbrugge Dubbel Bruin
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.5
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
12/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
-

Detalhes

Envasamento
Volume em ml
330 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.5
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
14/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Na tulipa verteu um líquido belíssimo,marrom avermelhado quase opaco,espuma bege formou um creme abundante e duradoura;no aroma frutas vermelhas,caramelo,especiarias e lúpulos herbáceos;sabor adocicado,sem ser enjoativo,com leve picante ao fundo,boa carbonação,corpo leve,final seco,boa drinkability para o estilo. Uma Dubbel fácil de beber,gostei.

Detalhes

Degustada em
26/Junho/2013
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Birras
Preço
12,90
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.2
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Cor marrom, fez treis dedos de espuma com retenção média.
Aroma leve de maltes levemente tostados e toques de madeira, ameixas secas e lúpulos terrosos.
Relativamente maltada e carregada na levedura, mas com um gosto refrescante de seu lúpulo, notas de frutas escuras. Retrogosto seco e levemente amargo.
Corpo leve com média carbonatação.
Me pareceu ser uma Belgian Dubbel mais leve, e menos encorpada e com menos condimentos. Por outro lado pareceu um pouco mais lupulada e menos doce que a média. Não é uma cerveja ruim mas tão pouco inesquecível.

Detalhes

Degustada em
16/Março/2013
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Onde comprou
Onbeer
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.6
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
14/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
Com uma proposta interessante, esta cerveja se diz enriquecida com 'gruit'. Segundo o "Larousse da Cerveja" de Ronaldo Morado, o gruit era uma mistura de ervas muito usada antigamente para aromatizar e dar sabor as cervejas; isso bem antes do advento do lúpulo - que só se tornou dominante a partir do século XV. Em sua composição, o gruit levava diversas especiarias como alecrim, artemísia, aquiléa, urze e gengibre.
Ciente deste diferencial, é com grande curiosidade que realizo esta degustação.

Na aparência, líquido de coloração belíssima. Puxado para o marrom escuro, mezzo escarlate com tons de vinho, contra a luz se mostra vívida e intensa.

O creme é bege, de grande formação e bastante persistente, formando o famoso 'belgian lace' e deixando marcas na taça.

Aroma agradável com notas de malte torrado, caramelo e lúpulos herbáceos, porém não muito proeminente.

Na boca se revela mais leve do que se poderia imaginar. O sabor carrega evidências de torrefação e bom equilíbrio entre doce e amargo. Nuances de chocolate, madeira, vinho branco e especiarias acrescentam certa complexidade ao perfil organoléptico da bebida. O final é levemente ácido e picante, com retrogosto de persistência média, moderadamente amargo e torrado.

Boa cerveja. De personalidade, menos adocicada do que outras Belgian Dubbel que provei, tem lá os seus encantos. A decepção fica por conta do gruit que aparentemente não fez muita diferença no conjunto final.

Seria uma boa opção se custasse o preço de uma Leffe Blond mas, infelizmente, não é o caso. Portanto, considerando o que se paga por ela no Brasil, não apresenta boa relação de custo-benefício.

Detalhes

Degustada em
19/Maio/2012
Envasamento
Volume em ml
330 ml
Preço
R$18,90
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Ver todas as avaliações de usuários

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se