Cadastre-se

Unibroue Don de Dieu

Mauricio Beltramelli 15 de Agosto de 2008
 
3.8 (31)
5202   0   1  

Avaliações dos usuários

31 avaliações mencionando "

31 avaliações

5 estrelas
 
(0)
 
(24)
 
(7)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
8/10  (31)
Aparência 
 
4/5  (31)
Sabor 
 
15/20  (31)
Sensação 
 
4/5  (31)
Conjunto 
 
8/10  (31)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
31 resultados - mostrando 1 - 5
1 2 3 4 5 6 7
Ordenar
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Cor dourada turva com uma espuma densa de baixa duração.
Aroma de levedura belga, laranjas, banana, chiclete, abacaxi e apenas um leve toque de “funkiness”. Um certo Déjà vu de outras de suas cervejas.
Sabor de pêssegos, laranjas oxidadas, melão doce, lúpulos herbáceos, ácido lático, cravo, chiclete, levedura belga, em uma base maltada de trigo. Retrogosto seco.
Corpo médio com boa carbonatação e uma sensação efervescente. Seu 9% abv de álcool está completamente disfarçado.
Boa cerveja com boa complexidade, embora herdou um “defeito” comum de muitas belgas, um pouco doce demais.
Ap.3,25 Ar.3,5 Sab.4 Sens.3,75 Cj.3,75

Detalhes

Degustada em
12/Dezembro/2013
Envasamento
Onde comprou
Ginger Man em NY
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Aparência dourada e opaca com espuma alta e persistente.
Aroma bem perceptível, frutado e cítrico!
Gosto florado e com álcool notável (9%).
Uma cerveja interessante. Vale a pena a degustação dessa breja canadense!

Detalhes

Degustada em
19/Junho/2013
Envasamento
Volume em ml
341 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Lindamente dourada, meio turva e meio clara, apresentou espuma farta e fofa.
O aroma revela notas de baunilha, pêssego, fermento, leves herbal e cítrico, perto de limão e laranja.
Bem complexa, passa por diversas sensações palatais diferentes. A cerveja puxa mais para o doce, com marshmallow e baunilha, que poderia ter até mais intensidade. O amargor lembra o sabor de gengibre, mas não a picância. O fim é um pouco ácido, mas o retrogosto é de pêssego.
Corpo médio, espuma levemente áspera e é possível constatar o álcool presente.
Lembra um pouco a Fin du Monde (tripel), até por ser uma ''tripel blanche'' da mesma cervejaria, combinando dois estilos e formando uma cerveja única! Excelente, gostosa, complexa e, no geral, doce.

Detalhes

Degustada em
11/Novembro/2012
Envasamento
Volume em ml
750 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
8/10
A Don de Dieu apresentou cor dourada forte, intensa, com leve turbidez inicial, pendendo mais para a transparência em seguida e com boa quantidade de bolhas em subida. A espuma de cor branca mostrou uma boa formação e mediana retenção, que caiu de forma vagarosa e terminou com uma camada perene. Seu aroma trouxe de começo notas bem evocadas da fermentação, inseridas de forma mediana e atraindo tons condimentados, fenólicos, com o cravo intenso e um pouco de canela em pau. A maltagem sobressaiu também de forma mediana, equilibrada em conluio com as leveduras, e trouxe notas de caramelo suculento, bastante mel e um toque de açúcar mascavo. O álcool foi incrivelmente imperceptível, mesmo para seus 9% de teor. Cheiros de uvas verdes se desprenderam conforme ela foi ficando quente e cheiros doces e frutados também foram ficando mais intensos e lembrou bolo de laranja. Um leve amadeirado ainda é percebido atrás. E notas florais finalizam e tornam o buquê perfumado como um jardim florido. O sabor veio com gosto de leveduras num primeiro instante, com sabores iniciais de maças e em seguida uma esterificação de uvas verdes que sobressaiu. Continuou nesse dulçor frutado onde surgiu o cítrico de laranjas. Algum azedume foi percebido além de um leve picante e amargo, caracterizados pelos fenóis – toques de cravo e gengibre. Novamente o álcool tem percepção zero. Uma secura e muitas borbulhas acompanharam a golada junto com o floral das mais perfumadas flores. Sabores de açúcar de confeiteiro, muito mel, pão doce, bala de leite e ainda algum caramelo e toffee (estes mais para o fim, como uma bala apetitosa), deram o tom dos maltes. O corpo foi médio, muito tranquilo de beber. Carbonatação frisante, alta e borbulhante que deu uma personalidade de espumante à bebida, ainda mais corroborada pelo sabor das uvas verdes. Sensação refrescante. Fim bastante seco, um pouco cortante e com acidez que grudou na gengiva. Retrogosto de casca de uvas. Sensacional cerveja, com alguma complexidade e incrivelmente de alta drinkability apesar dos (estavam lá?) 9% de álcool. Mostrou ser uma boa opção versátil por parecer uma cerveja rica, mas ao mesmo tempo fácil de beber e até mesmo refrescante.

Detalhes

Degustada em
05/Dezembro/2012
Envasamento
Volume em ml
355 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
9/10
Cerveja âmbar levemente turva, de creme branco, denso e persistente. Linda ! O aroma é de mamão, maçã verde e leve lúpulo. O sabor acompanha, com notas de banana. O corpo é médio/alto e a efervescência é alta.

Detalhes

Envasamento
Volume em ml
750 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
31 resultados - mostrando 1 - 5
1 2 3 4 5 6 7

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se