Cadastre-se

Mikkeller Barrel Aged Imperial Stout Tequila/Speyside

Edu Toledo 06 de Agosto de 2016
 
4.2 (5)
954   0   1  
 
Escrever Avaliação
Adicionar a uma lista
Mikkeller Barrel Aged Imperial Stout Tequila/Speyside

Informações

Cervejaria
Álcool (%)
18.8% ABV
Ativa
Product Description

‘The strongest beer in Scandinavia’. This imperial stout was introduced a couple of years ago as the craziest, wildest, and strongest beer from Mikkeller. Eventually, BLK FIST! Ran over its little brother and, easily, took the title.
This beer, though, is (still) not for sissies. Sample it fresh or store it for many many years to come.

– Imperial Stout
– Aged in Tequila and Speyside barrels
– Brewed at D’ Proef in Belgium
– 375 ml
– ABV: 18,8%

( Crooked Stave – Wild Wild Brett X Imperial Stout – Bourbon BA )

Avaliações dos usuários

5 avaliações

5 estrelas
 
(2)
4 estrelas
 
(3)
3 estrelas
 
(0)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
9/10  (5)
Aparência 
 
4/5  (5)
Sabor 
 
17/20  (5)
Sensação 
 
4/5  (5)
Conjunto 
 
8/10  (5)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
14/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Originária de Copenhague, na Dinamarca, a Mikkeller foi provavelmente a primeira cervejaria no mundo a operar dentro do modelo "cigano". Em atividade desde 2006, foi a grande responsável por influenciar toda uma geração de cervejeiros sem fábrica a se lançarem no mercado.

BLACK 黑 BARREL AGED TEQUILA/SPEYSIDE EDITION (2016)

O rótulo traz uma versão da super potente Imperial Stout "Black" envelhecida tanto em barris de tequila quanto de whisky Single Malt da região de Speyside (na Escócia). Para isso, duas partes da cerveja maturaram de forma separada em cada um dos barris antes de serem blendadas. Entre os ingredientes da receita base estão malte de cevada, cevada torrada não maltada, açúcar mascavo, lúpulo e levedura de champagne.

* Unidade produzida sob contrato nas dependências da cervejaria De Proef, em Lochristi-Hijfte, Bélgica.
** Servida em temperatura ambiente externo, a 10º C.

Líquido castanho escuro, quase preto. Servido, forma fina camada de espuma marrom de baixa retenção.

No nariz, grata surpresa: nem parece que tem tudo isso de álcool! Agradável perfil de torrefação abraça notas de castanhas, caramelo, chocolate, ameixa seca e baunilha. Toques de whisky, leve turfa e tequila acenam de fundo.

Ao paladar mostra corpo médio-alto e suave carbonatação. Chocolate, ameixa seca, caramelo e baunilha emergem breves no centro, mas são rapidamente silenciados por um torrado forte e amargo, algo picante. Diferente do aroma, a patada alcoólica é aqui evidente. Ardência e calor são perceptíveis, porém não a ponto de descer rasgando. Um amargor intenso de caráter "queimado" enseja o final longo, seco e ligeiramente ácido. Castanha torrada, suave turfa e baunilha complementam o retrogosto.

Cerveja obviamente fora da curva - para o mal ou para o bem. Se por um lado tem aroma incrível, por outro isso não se traduz numa frequência de sabores genuinamente equilibrada. De qualquer maneira, o que se propõe aqui não é apenas cerveja, mas também uma experiência. E como tal eu afirmo: valeu muito a pena!

Detalhes

Degustada em
22/Agosto/2020
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
17/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
7/10
Essa ja esta na adega ja tem um tempinho sempre esperando aquele frio pra beber ela ja que sao 18,8% de alcool, logo com esse frio que esta fazendo esse final de semana nada mais justo do que usar ela e sem contar que pra mim esse deve ser o ultimo e mais pesado desse inverno ate agora.
Vish que pancada. Aroma bem torrado, madeira, defumado, herbal. Sabor cafezao, whiskey levemente, caramelo, tostado, castanha, baunilha, chocolate meio amargor, frutas escuras, amargor alto, alcatrão, pimenta preta com o final rasgando da tequila e lembramcas álcool.
Otima pedida para o frio de fato, o álcool aparece, mas nada que atrapalhe o conjunto, a tequila e dominante, bem amarga (tem hora que da umas rilia kkk), boa formacao de espuma, mas passageira deixando uma redinha no copo.

Detalhes

Degustada em
22/Agosto/2020
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Temperatura de degustação: Dez graus Celsius.
Cor: Negra fechada.
Creme: Boa formação de creme bege que mantém uma camada persistente e deixa muitas marcas na taça.
Aroma: Notas de chocolate, baunilha, madeira e muito álcool aquecendo as narinas.
Sabor: Predominantemente adocicado, com chocolate e baunilha tal como no aroma, seguido de um sabor de tequila. O final apresenta amargor em equilíbrio com a carga maltada, de retrogosto bem alcoólico, adstringente e muito persistente. Devido ao alto teor alcoólico, apresenta drinkability bem reduzida, uma garrafa de 375 ml é muito para uma pessoa apenas.

Detalhes

Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 24 de Agosto de 2016)
Avaliação Geral 
 
4.5
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Talvez a cerveja mais intensa que já provei. Atrás de um rótulo minimalista uma Russian Imperial Stout com 18,8% ABV maturada em barris de Tequila e de Whiskye Speyside Single Malt. Para chegar até ela a Mikkeller pegou dois lotes da receita original da sua Black (黑) maturou respectivamente em barris de Tequila e Speyside e então blendou. O resultado? Uma pancada (pancada mesmo).
Na taça mostrou um líquido absolutamente negro, fechado e com um creme bege claro de boa formação e persistência.
Aroma muito intenso e muito complexo. Notas de torrefação do malte (café e chocolate amargo), baunilha, frutas escuras, algo de madeira e uma intensa pegada de tequila com nuances herbais.
Na boca caramelo tostado, chocolate amargo e madeira (coco queimado) pulam na frente. Notas licorosas de tequila logo aparecem justificando os incríveis 18,8% ABV. Também frutas escuras e baunilha. O whiskie aparece mas em segundo plano. O final é quente e traz a tequila acompanhada de um amargor de torra. Aftertaste profundo e persistente trazendo notas de torrefação e muita tequila. Corpo sedoso e carbonatação baixa.
No conjunto uma pancada de RIS muito complexa e com interessantíssimas notas de tequila.
Incrível cerveja!
#ocontadordecervejas.com.br

Detalhes

Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.7
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
19/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
10/10
Um rótulo simples e feito por quem pode. Lindo.
Na taça uma coloração negra brilhante, com tons de rubi, hipnotizante. Aromas complexos e desafiadores: baunilha, tequila, café moído, madeira, com outras notas de baunilha e torrefação. Sabor que segue a complexidade, com corpo médio, notas de tequila muitíssimo bem inseridas, madeira, baunilha, chocolate amargo e tosta. A potência alcoólica quase extrema só se faz sentir um pouco no retrogosto, quente. Indescritível, para falar a verdade.

Detalhes

Degustada em
03/Agosto/2016
Envasamento
Volume em ml
375 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se