Cadastre-se

Great Divide Oak Aged Yeti Imperial Stout

Paulo Zanello 09 de Janeiro de 2012
 
4.3 (5)
1586   0   2  
 
Escrever Avaliação
Adicionar a uma lista
Great Divide Oak Aged Yeti Imperial Stout

Informações

Álcool (%)
9.5% ABV
IBU
75
Ativa
Temperatura
Copo ideal
Crack open Yeti Imperial Stout’s sophisticated sibling – Oak Aged Yeti Imperial Stout. Although these beers come from the same clan, they have entirely different personalities. Aging on a blend of French and toasted oak chips infuses a subtle oak and vanilla character into Yeti’s already intense chocolate, roasted coffee malt flavor and hugely assertive hop profile. Who says you can’t tame a Yeti?

Avaliações dos usuários

5 avaliações

5 estrelas
 
(1)
4 estrelas
 
(4)
3 estrelas
 
(0)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
9/10  (5)
Aparência 
 
5/5  (5)
Sabor 
 
16/20  (5)
Sensação 
 
5/5  (5)
Conjunto 
 
9/10  (5)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
Avaliação Geral 
 
4.4
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
18/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Cor de óleo preto com uma espuma fina de cor caramelo.
Aroma rico e agradável de grãos de café torrados, uvas passas, tabaco, chocolate de alta concentração de cacau e baunilha.
Que sabor intenso e delicioso. Notas de café, carvalho, cacau, pimenta do reino, pinho, caramelo, carvão, lúpulos terrosos, um cítrico escondido e canela. Seu sabor tem uma mutação continua, não vem tudo ao mesmo tempo. Retrogosto bem seco, na verdade adstringente com notas amargas que perduram de carvalho chamuscado, resina e café árabe.
Corpo robusto com carbonatação apropriada para o estilo. E com uma sensação cremosa e um pouco pegajosa. Álcool de 9.5% está bem domado aqui.
Uma Imperial Stout de primeira classe, que grande cerveja. Complexa e robusta, não me cansava de cheirar e bebericar esta beleza. Bem difícil de aconselhar uma melhoria.
Ap.4,25 Ar.4,25 Sab.4,5 Sens.4,5 Cj.4,5

Detalhes

Degustada em
09/Dezembro/2013
Envasamento
Onde comprou
Blind Tiger em NY
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.0
Aroma 
 
10/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Imperial stout maturada em barris de carvalho, daquelas que vêm com dois pés no peito sem nem antes perguntar se você queria só um carinho. No copo, tem todos os atributos esperados: cor preta, opaca, e boa espuma. O aroma é enganador: ela se insinua macia e adocicada no nariz, com muita (muita mesmo) baunilha, chocolate, um delicado floral sugerindo rosas e lírios, figos secos e um herbal delicado que me lembrou Carpano (aquele vermute tinto aromatizado com ervas). Na boca, ela começa doce e envolvente, e de repente vem um amargor extremamente seco, com um fortíssimo gosto de madeira queimada da tosta do barril de carvalho. Essa tosta é um atributo esperado de algumas cervejas maturadas em barril; o problema é que, aqui, ela é tão intensa que atropela todos os outros sabores e acaba ficando agressiva na boca. O corpo é mediano para intenso, seco se considerarmos o estilo, com uma certa sensação de taninos da madeira. Há quem goste da intensidade da madeira nessa cerveja; para mim, ela é um exemplo de como o barril pode prejudicar a cerveja se estiver mais intenso do que ela. Não há como negar que é uma cerveja cheia de personalidade, mas, para o meu gosto pessoal, ficou desequilibrada. Ainda assim, uma boa experiência.

Detalhes

Degustada em
10/Abril/2013
Envasamento
Volume em ml
650 ml
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.7
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
19/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Um presente de altíssimo nível trazido pelo confrade Johnatan direto dos Eua. No copo apresentou uma coloração preta 100% opaca com uma espuma marrom que apesar de ter sido dividido 600m em 5 copos formou super bem e se manteve ate o ultimo gole. No aroma malte chocolate, torrado, café, baunilha, madeira e um toque não muito extremo de lúpulo. Na boca ela é mais puxada para os armargos do malte, com um toque meio seco do lupulo no final do gole, apresenta uma textura muito aveludada e um corpo impressionante. Sem duvida eh um ÍCONE.

Detalhes

Degustada em
10/Fevereiro/2012
Envasamento
Volume em ml
600 ml
Onde comprou
Cortesia Confrade Jonathan
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
4.3
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
5/5
Conjunto 
 
9/10
Preta de espuma bege baixa e de pouca duração. Aroma e muito cafe e um fundo adocicado, caramelo e toffee.

Uma breja leve e redonda, bem equilibrada e com ótimo drinkability. Todos os goles foram bem iguais, a cerveja nao mudou com o tempo. Aroma lembra creme de chocolate e cafe. Final é amargo, raspa um pouco na garganta. O retrogosto é amargo também e de cafe. A madeira se mostra com toque de baunilha, que se mistura ao sabor de chocolate.

Fundinho de lupulo bem sentido no retrogosto. O amargor é intenso no final e se mantém bem presente no retrogosto.

Detalhes

Degustada em
11/Fevereiro/2011
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 15 de Janeiro de 2012)
Avaliação Geral 
 
4.2
Aroma 
 
9/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Considerada por muitos como a melhor das Yetis, esta versão é exatamente a mesma cerveja da Yeti normal mas envelhecida em barris de carvalho.

Ao abrir a garrafa de 600 ml e colocar no meu copo, a Oak Aged Yeti e' densa e oleosa, parece oleo de carro. Forma uma abundante espuma de cor marrom avermelhada que desce apos um 5 minutos permanecendo bem nas laterais do copo durante todo o consumo. A cor e' negra e densa, sem nenhum tom marrom ou vermelho. Perfeita!

Aroma intenso que começa com malte escuro e torrado e muito chocolate. Em menor grau, notas de cafe espresso, baunilha e madeira e um pouco de alcool no final. Nao percebo tanto os lupulos como na Yeti normal. Em tempo: conforme ela foi esquentando as notas de baunilha foram ficando cada vez mais evidentes.

Sabor começa com chocolate meio-amargo, malte torrado e logo transiciona fortemente para madeira (que pra mim tem um gosto meio defumado). O final e' levemente amargo, provavelmente da torrefação do malte e dos lupulos. O Aftertaste inicial e' bem centralizado na madeira (de novo com aquele gosto de fumaça) que eu particularmente acho ate' interessante mas nao e' meu favorito. Apos um bom tempo, notas de chocolate meio amargo voltam a aparecer no aftertaste deixando o palato pronto para o proximo gole.

O Corpo dela é bem pesado e a carbonatação e' alta, um pouco alta demais na minha opinião (gosto das imperial stouts menos gaseificadas). Faltou um pouco de oleosidade no mouthfeel. O intenso gosto de madeira no final do gole e no aftertaste também prejudicam um pouco o seu drinkability.

Mais uma excelente cerveja da Great Divide porém ainda gostei mais da Yeti normal, provavelmente apenas por uma questão pessoal mesmo. Achei essa aqui inferior no drinkability e na carbonatação, e isso faz muita diferença dentro desse estilo.

http://cervejasamericanas.blogspot.com

Detalhes

Degustada em
15/Setembro/2010
Envasamento
Volume em ml
600 ml
Onde comprou
EUA
Preço
US$ 9.00
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se