Cadastre-se
Nenhuma entrada encontrada

Breja na pressão, recém chegada ao Brasil, tem coloração amarela ouro, espuma branca fugaz e aroma discreto. Ao paladar, tem sabor levemente ácido e as notas do trigo e do mel logo se notam. Muito refrescante para uma tarde quente de outono. Leia mais

Esta Belgian Golden vem numa bela garrafinha estilo caçulinha envolta em um convidativo rótulo prateado que verga um brasão e um ano muito longínquo (ANNO III8), além de dizeres em um loquaz holandês arcaico que não pode ser compreendido. Che belíssimo resquício da Baixa Idade Média que logo logo fará minha faringe de tobogã… mas seja como for, a “Corsedonk Tempelier from Du Bocq”… Leia mais

Poderosa breja estilo Double Juicy IPA, tem coloração amarelo palha intensa com espuma frustra fraca e esbranquiçada, arma intenso lupulado e sabor intenso e incorpado desde o 1° gole. O amargor é intenso e bem encaixado, somam-se notas de frutas cítricas e aveia, álcool na medida. Eu gosto muito desse estilo! Leia mais

Interessante session IPA com lupulacão complexa e intensa, notas florais e frutas secas. Extremamente fácil de tomar, outra boa tacada da Cervejaria Dogma. Leia mais

Uma Lager vários níveis acima das PAL. Dá para chamar de especial. Comparada a uma PAL, é muito boa. Cerveja fácil de beber, leve, com boa drinkabilidade mas não traz complexidade. Cor dourada, com boa formação de espuma mas mediana duração. Aroma: Malte e cereais. Mas é difícil desprender. Sabor: Comparado ao aroma, os cereais são mais evidente que o malte. O lúpulo … Leia mais

Atraente cerca de origem tcheca na garrafa de rolha plástica onde diz ocorrer a própria fermentação. Tem aroma de cereais maltados, cor amarela clara e muitas bolhas. Ao gole encanta com sua suavidade e dulçor bem enfaixados, não se nota muito o componente do lúpulo, muito melhor que a média das lagers que já tomei. Um brinde à Rep. Tcheca… ? Leia mais

Esta Russian Imperial é extremamente forte e encorpada, tem aroma intenso de chocolate e creme de avelã, além de algo de café espresso. À taça, cor marrom bem escura com espuma espessa que acaompanha a coloração acastanhada do líquido. Sabor complexo e licoroso, notas de chocolate, cold brew, creme de avelã e baunilha, baixa carbonatávamos média drinkabiliry, lembrando uma sobremes… Leia mais

Sinceramente creme de avelã nao aquele famoso creme de avelã ?. A cerveja esta otima, muito, mas muito encorpada quase mastigavel, uma formacao de espuma linda, licorosa, facil demais d de beber e o álcool passa longe e limpa no final (esperava algo pregando, mas nada) No aroma um leve cafe expresso, seguindo de castanhas, chocolate e um leve mentol. O sabor chocolate meio amargo, … Leia mais

Aroma de chocolate ao leite, nutella, caramelo, malte torrado, avelã e castanhas. No paladar apresentou sabor de chocolate amargo e ao leite, nutella, malte torrado, café, avelã, castanhas... Cerveja de corpo médio, carbonatacao contida e textura licorosa. Leia mais

Uma weissbier justa da famigerada Wienbier que, via de regra, não produz boas brejas. Essa wiess tem coloração amarela opaca de palha, espuma branca fina, aroma discreto e sabor de malte de trigo bem marcante. Cravos, frutas secas e banana não aparecem bem como se espera do estilo, mas perdoamos dado o custo benefício. A melhor Wienbier 57 que já provei. Leia mais

Pilsner de origem alemã pouco empolgante no contexto atual. Tem cor amarelo clara, espuma branca fugaz e aroma meio azedo. Ao paladar lembra muito a Beck’s, outra lagerzinha alemã que o Carrefour tem trazido. Nota 5,5 sem louvor. Leia mais

Nova opção de weissbier produzida em massa e não artesanalmente, agora trazida da Alemanha pelo Carrefour. A lata branca é bela como todos os rótulos da cervejaria; no copo, tem cor amarelo palha escura e espuma branca volumosa. Aroma médio pra fraco, mas com certa presença ardente, ao paladar é suave e aveludada, presença do frutado e dos cravos, final seco, levemente adocicado. Não deixa a desejar, minha Becker favorita até o momento. Leia mais

A Becker's puro malte trazida em peso pelo grupo Carrefour tem a sua versão dunkel (escura em alemão): uma breja com aparêcia de coca cola sem seu componente avermelhado, aroma cálido e tímido, gosto de maltes torrados picantes, certa douçura mal encaixada (espero que não seja xarope de glicose ou corante caramelo - substâncias que estragam qualquer boa breja). Melhor que as 4 irmãs, o que não chega a ser um elogio... Leia mais

Excelente RIS de cor negra e sabor condimentado e forte, picante e com forte sabor de coco no retrogosto. Leia mais

A Oatmeal Stout da cervejaria Dogma tem aroma fraco mas apresenta-se lindamente no copo de Pint, escura enegrecidas e espuma acastanhada clara de média persistência. Sabor amargoso, lupulado e torrefado quase ao extremo, café torra extra forte, corpo aveludado (“massageia a faringe com notas achocolatadas meio amargas?”), retrogosto de frutas secas e álcool muito vem encaixado. Meu estilo favorito. Leia mais

Cadastre-se