Cadastre-se

Borck Malzbier

Odimi Toge 06 de Abril de 2015
 
2.1 (2)
1469   0   2  
 
Escrever Avaliação
Adicionar a uma lista
Borck Malzbier

Informações

Estilo
Álcool (%)
4.5% ABV
Ingredientes
Água, malte lúpulo, cereais não maltados, carboidratos, corante caramelo e fermento. Chopp Malzbier de baixa fermentação. Contém Glúten.
Ativa
Temperatura
Copo ideal
O chopp tipo Malzbier possui um sabor levemente adocicado devido ao caramelo em sua composição e, aliado ao puro malte, equilibra perfeitamente as nuances e tons dos seus ingredientes. Pode ser consumido em todas as épocas do ano, acompanhando assados, linguiças, defumados, queijos e sobremesas como appfelstrudel, chocolates, sorvetes, trufas e tortas diversas.

Sendo uma das mais antigas micro-cervejarias em atividade, nossa história se funde com o surgimento do movimento artesanal no Brasil. Estabelecemos nossa fábrica na pequena e bela Timbó, no Vale Europeu Catarinense. Aqui nosso chopp é produzido de forma artesanal e familiar. Assim, ao saborear esta garrafa, você está recebendo um convite para fazer parte da nossa história, celebrando com nossa família e amigos, tudo o que nos é tão precioso, brindando os bons momentos da vida e o amor por esta linda tradição.

Avaliações dos usuários

2 avaliações

Avaliação Geral 
 
2.1
Aroma 
 
4/10  (2)
Aparência 
 
3/5  (2)
Sabor 
 
9/20  (2)
Sensação 
 
2/5  (2)
Conjunto 
 
4/10  (2)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
(Atualizado: 24 de Novembro de 2017)
Avaliação Geral 
 
2.5
Aroma 
 
5/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
10/20
Sensação 
 
2/5
Conjunto 
 
5/10

Detalhes

Degustada em
09/Fevereiro/2017
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 06 de Abril de 2015)
Avaliação Geral 
 
1.7
Aroma 
 
3/10
Aparência 
 
3/5
Sabor 
 
7/20
Sensação 
 
1/5
Conjunto 
 
3/10
Estava eu andando por um dos pavilhões do Festival Brasileiro da Cerveja, edição 2015, quando me deparei com uma cena que considerei inusitada: no meio de tantos 'stands' repletos de 'Barrel Aged', 'Sour Ales', 'Brett IPA's' e outros estilos mirabolantes, eis que um deles oferecia... uma Malzbier! - um dos estilos mais desprezados no meio especializado. E foi exatamente isso que me chamou a atenção. "Por que uma cervejaria artesanal faria uma Malzbier"?

Na busca dessa resposta comprei um exemplar e fui atrás da história, que você poderá ler a seguir.

Instalada no município de Timbó, Santa Catarina, a "Borck" é uma das pioneiras na ascensão do movimento artesanal cervejeiro dos últimos 20 anos. Tudo começou em 1995 quando seu fundador, Brunhard Borck, saiu do Banco do Brasil disposto a abrir um negócio. Provido de informações do Sebrae sobre como montar uma microcervejaria, ele partiu para Europa onde conheceu fábricas na Itália, Alemanha e Hungria. Numa época em que tudo relacionado a produção de cerveja era difícil, foi lá mesmo na Hungria que ele encontrou não só os equipamentos necessários como também o mestre cervejeiro, Zoltan Yhaz.

A inauguração da cervejaria Borck se deu em 1996 e o começo não foi fácil. O paladar brasileiro ainda não estava preparado para o sabor das cervejas de alta fermentação que produziam. Consequentemente, aceitação do público em geral foi baixa. Assim, para que o negócio não afundasse, tornou-se necessário adaptar as receitas para estilos que o povo estava habituado, como um chope tipo 'Pilsen' e, mais tarde, uma 'Malzbier'.

Hoje a cervejaria conta com 4 estilos (Pilsen, Malzbier, Weizenbier e Red Ale) os quais distribui na maior parte em forma de chope por toda a região.

Apesar da descrição no site afirmar se tratar de uma receita "puro malte", o rótulo aponta o uso de cereais não maltados e carboidratos. Uma incongruência de informações que precisa ser corrigida na página. A receita também inclui corante caramelo.

Líquido castanho escuro; no copo forma espuma bege clara de média formação e baixa retenção.

Aroma suave de malte salpicado por notas artificiais de caramelo com intensa presença de 'DMS' e forte pegada de milho cozido. Complicado.

Na boca mostra corpo baixo-médio de carbonatação intermediária. Essencialmente doce, seu paladar vem saturado por essência artificial de caramelo e xarope de milho. A percepção de lúpulo é mínima. O final segue assombrado pelo incômodo 'DMS' - dessa vez em forma de repolho cozido - resultando numa cerveja cheia de arestas de 'drinkability' comprometida.

Juro que minha intenção era a de - finalmente - encontrar qualidades numa 'Malzbier'. Não foi o que aconteceu. Tal como tantas outras que temos no mercado, a versão artesanal da Borck é apenas mais do mesmo. Que pena.

Detalhes

Degustada em
06/Abril/2015
Envasamento
Volume em ml
600 ml
Onde comprou
Stand da Borck, Festival Brasileiro da Cerveja, Blumenau - SC
Preço
R$ 12,00
Denunciar esta avaliação Comentários (5) | Considera esta avaliação útil? 1 0

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se