Cadastre-se

Jambreiro Eisbier

Hot
Brejas 19 de Maio de 2009
 
3.6 (12)
14682   0   2  

Avaliações dos usuários

8 avaliações com 4 estrelas

12 avaliações

5 estrelas
 
(0)
 
(8)
 
(4)
2 estrelas
 
(0)
1 estrela
 
(0)
Avaliação Geral 
 
3.6
Aroma 
 
7/10  (12)
Aparência 
 
4/5  (12)
Sabor 
 
14/20  (12)
Sensação 
 
4/5  (12)
Conjunto 
 
7/10  (12)
Para escrever uma avaliação por favor registre-se ou .
De volta ao item
8 resultados - mostrando 1 - 5
1 2
Ordenar
Avaliação Geral 
 
3.5
Aroma 
 
6/10
Aparência 
 
5/5
Sabor 
 
13/20
Sensação 
 
3/5
Conjunto 
 
8/10
Uma cerveja com boa formação de espuma, de uma cor cobre bonita e bem turva. Não consegui sentir um aroma específico nessa cerveja, não sei se por problema meu ou da temperatura da cerveja degustada. No sabor, o gosto alcoólico se fez bem presente, provavelmente pela tecnologia de congelamento da cerveja, assim como a leve sugestão de uva passa, sendo mais sutil que o encontrando em outras degustações de cerveja do mesmo estilo. Percebi também o famoso sabor selvagem aqui, não sei se estava ali intencionalmente ou sem querer, por alguma contaminação, o que acho pouco provável.

Detalhes

Envasamento
Volume em ml
500 ml
Onde comprou
Mamãe Bebidas - BH
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.7
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
Apresentou uma coloração dourado escuro, levemente turvo uma espuma branca bem formada e persistente e com uma grande quantidade de fermento no fundo da garrafa. No aroma sem o fermento apresentou notas de mal, damasco, fermento de pão, pão branco e bolacha, com o fermento as notas adocicadas sumiram e apenas o aroma de bolacha e pão branco continuaram. Na boca ela eh adocicada e levemente adstringente e condimentada, de baixa carbonatação e corpo leve é uma cerveja bem refrescante.

Detalhes

Degustada em
06/Novembro/2011
Envasamento
Volume em ml
600 ml
Onde comprou
Mamãe Bebidas
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.9
Aroma 
 
8/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
15/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
coloração dourada clara com líquido levemente turvo. Média formação de um persistente creme branco. O aroma nos envolve com uma conjunto de notas cítricas, de pão, fermento, mel e ao fundo, maracujá. Bem agradável! O sabor revela uma cerveja bem maltada, onde confirma o que demonstrado no aroma. Há uma perceptível presença de maracujá e um retrogosto que traz um delicioso amargor do lúpulo; trazendo um final seco e bem refrescante. Tem corpo e carbonatação igualmente média. Outra bela cerveja da Jambreiro.

Detalhes

Degustada em
17/Julho/2011
Envasamento
Volume em ml
600 ml
Onde comprou
Cervejoteca
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
(Atualizado: 10 de Julho de 2011)
Avaliação Geral 
 
3.9
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
8/10
Aqui está a primeira cerveja feia pelo método de congelamento fracionado do Brasil, usado geralmente para a fabricação de Eisbocks. Humberto Ribeiro resolveu inovar e criar a sua versão de Eisbier, com base na Lebenskraft, sua Kolsch, feita duas vezes ao ano: uma em seu aniversário e outra no aniversário de sua esposa.
Tem a mesma coloração dourada, vívida da sua cerveja base, também mostrando uma translucidez relativamente baixa. Seu creme é de coloração branca e formação abundante, textura bem cremosa e queda média, mostrando um desempenho melhor do que a cerveja base, não sei se há alguma relação com o congelamento fracionado.
No aroma se sobrepõem os maltes, remetendo muito a aveia, mel e pão. Os lúpulos não aparecem com tanto frescor quanto na versão original, ainda mantendo um caráter mais cítrico, mas também com uma pegada mais rústicas de lúpulos herbais. Quando ganha temperatura, mostra uma mistura de "azedinho" e adocicado de iogurte e banana.
Os maltes aparecem com potência novamente na boca, lembrando claramente a mel e até um pouco de caramelo. Os lúpulos, novamente também trazem toques cítricos de casca de laranja, mas um amargor bem mais sólido do que na sua cerveja base, deixando um sabor herbáceo duradouro na boca. Outro que vem com mais potência é o álcool, que é levemente perceptível nesta versão. Seu corpo é um pouco mais denso e rico do que a versão inicial, mas continua com a carbonatação intensa.
Ótima escolha provar uma seguida da outra. Mostrou a diferença grande entre a Lebenskraft e a mesma depois do processo de congelamento parcial. Sinceramente não tenho muita familiaridade ou experiência com cervejas que se utilizam desta técnica, mas comparando com a única Eisbier que bebi (no caso a Aventinus Eisbock) a Eisbier mineira mostrou muito mais diferença entre cerveja base e pós congelamento do que a alemã. Meus parabéns ao Humberto, que não tem medo de arriscar em novas técnicas ou ingredientes e faz belíssimas crias.

Detalhes

Degustada em
10/Julho/2011
Envasamento
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
Avaliação Geral 
 
3.8
Aroma 
 
7/10
Aparência 
 
4/5
Sabor 
 
16/20
Sensação 
 
4/5
Conjunto 
 
7/10
No copo verteu um líquido amarelo levemente turvo, com um creme branco de boa formação, mas com uma persistência mediana. No olfato, notas de pão, mel, fermento. Há também aromas frutados cítricos (maracujá) e de banana. Seu paladar segue perfeitamente o aroma! Seu fim é seco, amargo e herbal. Possui um corpo e carbonatação médios! Enfim, primeira cerveja Jambreiro que eu tomo e tenho uma grata surpresa - Ótima cerveja!

Detalhes

Degustada em
02/Julho/2011
Envasamento
Volume em ml
600 ml
Onde comprou
Mamãe bebidas
Denunciar esta avaliação Comentários (0) | Considera esta avaliação útil? 0 0
8 resultados - mostrando 1 - 5
1 2

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: [email protected]

Cadastre-se