Blog do BREJAS

Pão e Cerveja: Programa 238 – Ed Motta

Comentários
970 visitas

Ed-Motta

CLIQUE AQUI PARA OUVIR

CLIQUE AQUI PARA OUVIR

Pouca gente sabe, mas o cantor e compositor Ed Motta sempre foi um fã de cervejas especiais, sobretudo da escola belga. Eu mesmo já bati altos papos cervejeiros com Motta no quase finado Orkut (ele se escondia sob pseudônimo).

Ainda que involuntariamente, ele foi uma das primeiras personalidades a falar sobre cervejas de estirpe ao grande público. Isso se deu em um programa de Jô Soares há alguns pares de anos, oportunidade que fisgou a jornalista Fabiana Arreguy, a qual entrevista o cantor no programa que foi hoje ao ar.

A coluna Pão & Cerveja vai ao ar todas as sextas-feiras às 11:45 da manhã pela rádio CBN de Belo Horizonte (106,1 FM). Ouça ao vivo o programa ou curta os programas anteriores gravados e disponibilizados aqui no blog pelo BREJAS.

Misturar cerveja com destilado não potencializa a embriaguez

Comentários
9.096 visitas

Ressaca

Se você consegue encarar uma caipicerva (aquele drinque de cerveja com pinga), pode festejar: não tem o menor problema juntar uísque, cerveja, vinho e vodca. Não é a mistureba que influencia o tamanho do porre, e sim o teor alcoólico das bebidas (não importa se destiladas ou fermentadas) e o número de copos que você emborca. O excesso de álcool que não consegue ser metabolizado pelo fígado é o que causa a intoxicação alcoólica.

Entenda — e evite — a ressaca

Dor de cabeça, mal-estar generalizado, vontade de morrer… O pesadelo do dia seguinte à farra é consequência da queda do nível de glicose no sangue (hipoglicemia). “A glicose é o combustível do cérebro. Quando está em falta, o desempenho das funções cerebrais fica prejudicado”, explica Daniel Magnoni, cardiologista do Hospital do Coração (HCor). Como o fígado, que armazena e distribui a glicose, se sobrecarrega ao metabolizar o álcool, a distribuição do nutriente falha. Como o álcool é diurético, o mal-estar também é consequência da desidratação e da perda de eletrólitos (sais minerais) pela urina. Por isso, se você está disposto a encher a cara, o melhor a fazer é se prevenir ingerindo bastante líquido. “Um truque para não desidratar é intercalar vários copos d’água entre os drinques ao longo da noite”, ensina Magnoni.

Outra medida preventiva é suprir o corpo com uma boa dose de carboidratos (que vão elevar o nível de glicose e dar energia) logo depois de beber. Ao chegar em casa, faça um lanche, de preferência usando pães integrais, que possuem carboidratos complexos, absorvidos mais lentamente do que os simples. Um bom suco de frutas também ajuda: o líquido vai combater a hipoglicemia, fornecendo uma boa quantidade de frutose, o açúcar da fruta. E adeus, ressaca!

Mais do que a mistura, o que pesa é o teor alcoólico das bebidas e o número de copos que você bebe.

Fonte: Superinteressante

Pão e Cerveja: Programa 237 – Você é “brahmeiro”?

Comentários
1.781 visitas

Brahmeiro

CLIQUE AQUI PARA OUVIR

CLIQUE AQUI PARA OUVIR

A versão cervejeira do “politicamente correto”

Desde que as cervejas artesanais nacionais e também as importadas começaram a se popularizar no Brasil, muita gente que antes se esbaldava com alegria nas brejas ditas “mainstream”, passou a demonizá-las. De uma hora pra outra, teve gente que passou a julgar pessoas pelo gosto cervejeiro, como se existissem dois lados permanentemente em guerra. E até hoje não é raro encontrar quem, de alguma forma, ideologize essa guerra inexistente, execrando — às vezes com virulência — gostos alheios, arrogando-se vestal dos sentidos e posando como moralmente superior.

Nesse compasso, a jornalista Fabiana Arreguy pergunta a diversas personalidades do meio cervejeiro: Você é “brahmeiro”? Você também toma cervejas “mainstream”? Em quais situações? Ouça o programa e surpreenda-se!

A coluna Pão & Cerveja vai ao ar todas as sextas-feiras às 11:45 da manhã pela rádio CBN de Belo Horizonte (106,1 FM). Ouça ao vivo o programa ou curta os programas anteriores gravados e disponibilizados aqui no blog pelo BREJAS.

Números do BREJAS disparam

Comentários
493 visitas

80MilFacebook

Maior comunidade de cerveja do Brasil tem crescimento recorde

Nos últimos meses de 2013, este site experimentou índices importantes de crescimento, a comprovar o intenso interesse dos internautas sobre cultura cervejeira.

Na noite da última quarta-feira, 11 de dezembro, chegamos à marca de 80 mil fãs em nossa página no Facebook. Com um detalhe: O BREJAS jamais fez qualquer campanha paga nesta mídia social, mostrando que o crescimento se deve apenas ao conteúdo gerado no site.

70 mil avaliações de cervejas

O ritmo das avaliações de cervejas no Ranking BREJAS também tem aumentado. Quando tínhamos 10 mil avaliações em outubro de 2009, levamos 19 meses (até maio de 2011) para atingirmos 30 mil. Dessa marca até as 50 mil, o prazo encurtou para 17 meses (outubro de 2012). Agora, levamos apenas 14 meses para atingir o número atual, pouco mais de 70 mil avaliações. O Ranking tem mais de 5 mil cervejas do mundo todo cadastradas.

Número de usuários cadastrados também cresce

Recentemente, o BREJAS bateu a marca de 20 mil usuários cadastrados, os quais possuem à disposição livre e gratuito acesso ao Ranking, ao Fórum e às dezenas de outros serviços de informação e entretenimento ligados à cerveja. Recentemente, o site disponibilizou o Guia de Bares Brasil que possuem cervejas especiais em seu portfólio, e prometemos para breve um sistema de avaliação desses bares semelhante ao ranking. E mais novidades estão a caminho!

Com o crescimento deste site, ganham todos: Usuários, cervejarias, lojistas, importadores, anunciantes e todo o universo da cultura cervejeira.

Participe!

Para se cadastrarhttp://www.brejas.com.br/cadastrar/

Para anunciar, escreva para: brejas@brejas.com.br

Para conhecer mais de perto nossos números, acesse:
http://www.brejas.com.br/BREJAS-midiakit.pdf

Proposta para nova receita da cerveja será publicada ainda este ano

Comentários
1.207 visitas

MAPA

Brasília – A proposta de instrução normativa com a nova fórmula da cerveja será publicada no Diário Oficial da União antes do fim do ano, informou hoje (10) o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Com a publicação, fica aberta consulta pública sobre o texto, que ainda deve ser submetido ao Mercosul. A cerveja é um dos produtos cuja receita é harmonizada no grupo. A previsão é que somente em 2015 passe a valer a versão final da instrução normativa, prevendo oficialmente o uso de ingredientes como leite e mel na preparação da bebida. A fórmula foi construída em conjunto com o setor cervejeiro, que se reuniu com o governo em agosto deste ano.

Milho e arroz

Além da adição de componentes de origem animal, a proposta de instrução normativa trará a possibilidade de substituir o lúpulo, hoje obrigatório, por ervas aromáticas. Na época das discussões, não houve consenso quanto ao pedido do setor privado de redução do percentual de cevada maltada de 55% para 50%. Isso permitiria uma adição maior de cereais baratos, como milho e arroz. A questão não estará na instrução normativa, mas pode ser levantada na consulta pública.

Segundo dados do Ministério da Agricultura, 232 cervejarias e 1.110 tipos de cervejas estão registrados no Brasil. A maior parte é formada por pequenas cervejarias, que pleiteiam uma tributação menor. Por produzir bebida alcoólica, essas empresas não são contempladas pelo Simples Nacional, regime diferenciado para micro e pequenas empresas. Portanto, arcam com o mesmo volume de impostos aplicados aos grandes fabricantes do setor. O Projeto de Lei n° 467/2008 trata do assunto, mas sua tramitação não está avançando no Congresso.

Fonte: Agência Brasil

Página 20 de 301« Primeira...10...1819202122...304050...Última »

Anuncie

Anuncie no Brejas e divulgue o seu negócio:

Baixe nosso Mídia Kit

Entre em contato: brejas@brejas.com.br

Cursos do Brejas

Participe dos cursos de cerveja do Brejas

  • Fabricação de Cerveja Caseira
  • Estilos e Degustação de Cerveja